Saltar para: Post [1], Pesquisa e Arquivos [2]

BARREIRA DE SOMBRA

Desde 13.06.1987 ao serviço da Festa Brava

BARREIRA DE SOMBRA

Desde 13.06.1987 ao serviço da Festa Brava

RODOLFO COSTA (GFA ARRUDA DOS VINHOS) VENCE TROFÉU PARA A MELHOR PEGA

AGRADÁVEL NOITE DE TOIROS NAS FESTAS DE SANTO ANTÓNIO EM ARRUDA DOS VINHOS

10.06.22 | António Lúcio / Barreira de Sombra

Praça de Toiros “José Marques Simões” – Arruda dos Vinhos – 09/06/22 – Corrida de Toiros

Director: José Soares – Veterinário: Jorge M. Silva – Lotação: 2/3

Cavaleiros: Rui Salvador, Paulo Jorge Santo, Emiliano Gamero, Andrés Romero, Mara Pimenta, Tristão Telles Queiróz

Forcados Amadores do C.T. Alenquerense, Arruda dos Vinhos e Cartaxo

Ganadaria: Prudêncio

IMG_1619.JPG

A noite estava fresca, com uma temperatura agradável depois do imenso calor que se fez sentir durante o dia, e o público apesar da variedade do cartel e dos preços mais baixos, não preencheu muito mais de 60% da lotação do tauródromo. Uma corrida que não teve momentos quentes e de frisson no toureio equestre, dois ou três momentos mais altos nas pegas, com destaque para a de Rodolfo Costa, cabo dos Amadores de Arruda no quinto da noite a emendar o inicialmente designado Hélder Silva que saiu lesionado (um pé partido) na única tentativa) e que viria a vencer o Troféu Junta de Freguesia de Arruda dos Vinhos para a melhor pega, eleito que foi pelos seus colegas dos outros dois Grupos.

Rui Salvador teve uma lide correcta frente ao sonsote primeiro da noite, que recebeu bem com dois compridos e uma série de 4 curtos, dois deles a sesgo e onde houve boa brega.

Em segundo lugar deveria ter actuado Paulo Jorge Santos mas o seu toiro devolvido por se ter inutilizado ao sair à arena. Lidou depois o sobrero numa lide morna e sem romper com 3 compridos e 4 curtos para rematar com um bom violino.

Emiliano Gamero foi, para mim, uma agradável surpresa, Bem montado, com sentido de lide, teve uma prestação interessante com um bom segundo curto entrando bem de frente e o seguinte em sorte a sesgo bem executada e um de violino a rematar a sua presença onde também houve direito a piruetas.

Andrés Romero voltou a estar em bom plano na brega e nos três primeiros curtos bem preparados e bem cravados com destaque para o terceiro em curta distância e ao pitón contrário que foi o sue melhor.

A praticante Mara Pimenta não teve por diante um toiro colaborante e sentiu dificuldades para lhe deixar a ferragem da ordem, com alguns toques pois o toiro cedo começou a adiantar-se. Terminou com um bom palmito e não quis dar volta.

Em último lugar actuou o também praticante Tristão Telles Queirós com uma actuação algo intermitente com bons ferros a par de outro em que houve toques e rematou com dois de violino aplaudidos pelo público. Também não deu volta.

Três Grupos de Forcados apresentaram-se em praça para pegarem os Prudêncios. Pelos Amadores do C.T.Alenquerense foram forcados de cara Márcio Godinho se lesionou na única tentativa que fez e foi dobrado por João Rafael à primeira e ainda Diogo Trindade que emendou e bem à 1ª o seu colega António Pedro Lourenço que fora desfeiteado por 3 vezes e teve de recolher à enfermaria. Pelos Amadores de Arruda dos Vinhos forma na linha da frente Nuno Aniceto, muito bem e ao primeiro intento, seguido por Hélder Silva, que teve a gentileza de me brindar a pega e que saiu lesionado na única tentativa que efectuou (pé partido) e foi superiormente emendado pelo cabo Rodolfo Costa numa pega de enorme valor e que venceu o prémio em disputa. Finalmente, pelos Amadores do Cartaxo forma forcados de cara Francisco Gonçalves numa rija cara à 1ª e Manuel Silva à segunda tentativa.

Os toiros de Prudêncio estavam bem apresentados, não tiveram problemas de maior por resolver, sendo o 3º o melhor dos seis que saíram à arena.

Direcção correcta de José Soares, assessorado pelo veterinário Jorge Moreira da Silva.

Texto e foto: António Lúcio