Saltar para: Post [1], Pesquisa e Arquivos [2]

BARREIRA DE SOMBRA

Desde 13.06.1987 ao serviço da Festa Brava

BARREIRA DE SOMBRA

Desde 13.06.1987 ao serviço da Festa Brava

PróToiro contesta ataque antitaurino de Medina

16.05.19 | António Lúcio / Barreira de Sombra
A PróToiro – Federação Portuguesa de Tauromaquia contesta e lamenta o mais recente ataque à Cultura, desta feita levado a cabo pela Câmara Municipal de Lisboa. Em causa está a carta enviada pelo presidente Fernando Medina à Casa Pia, a desobrigá-la da realização de corridas de toiros na praça do Campo Pequeno em Lisboa. À semelhança de Graça Fonseca, ministra socialista da Cultura, parece que o também socialista Fernando Medina confunde a posição pessoal com a responsabilidade institucional de defender e promover a Cultura portuguesa.

 

Assim, a PróToiro vai recorrer a todos os meios legais disponíveis de forma a garantir que a responsabilidade do Estado – de defesa e promoção da Cultura em Portugal – seja assegurada.

 

A ministra da Cultura, o presidente da Câmara Municipal de Lisboa ou qualquer outro responsável político desta democracia não podem ser fatores de instabilidade social, nem provocarem clivagens entre os portugueses.

 

Os representantes do Poder, seja ele local ou nacional, não são eleitos para defenderem apenas uma franja da população - ocupam um lugar que exige o respeito pela diversidade, diferença e liberdade de todos os cidadãos