Saltar para: Post [1], Pesquisa e Arquivos [2]

BARREIRA DE SOMBRA

Desde 13.06.1987 ao serviço da Festa Brava

BARREIRA DE SOMBRA

Desde 13.06.1987 ao serviço da Festa Brava

O ganadero Joaquim Grave apresenta-nos, um a um, os toiros que enviará para o Campo Pequeno, para serem lidados na corrida comemorativa dos 75 anos da sua ganadaria. São eles o “Manizales” (nº 46), o “Toscano” (nº 49), o “Carabella” (nº 61) o “Romero” (nº 73), o “Cartujo” (nº 77) e o “Presumido” (nº 107).

 

“Comecemos pelo ‘Romero’, o nº. 73, que tem a particularidade de não se deixar fotografar. Negro mulato listón. Toiro muito sério, sem ser alto, não é um toiro baixo. Tem uma mirada forte, séria, mesmo algo assustadora! Alguns rizos no morrillo. Bem posto de cara. Ambições a ser o líder do grupo sem o conseguir de forma clara. Conflituoso... presumo que não é de meio termo, ou bravo de verdade ou...”

 

Murteira Grave nº46 Manizales.png

“‘Manizales’, nº 46 – castanho, único toiro de 5 anos da corrida. Precioso de hechuras, baixo, acapachado de cornamenta e com cara de praça de primeira categoria. Último na hierarquia social estabelecida no grupo. É o que manda menos no campo, vamos ver na praça!”

 

Murteira Grave nº59 Toscano.png

 

“’Toscano’, nº 59 – negro listón. Também baixo, mas comprido e com uma atitude sempre humilhada em todos os movimentos no campo. Cornos com dimensão mas sem levantar. Discretíssimo no campo nas relações com os companheiros. Não se mete em confusões. Não gosto de prognósticos mas pode ser suavón.”

 

Murteira Grave nº61 Carabella.png“’Carabella’ nº 61 – negro mulato. Bem feito, com praça! Pode bem com os kilos que tem. Ancho de cuna (boa distância de pitón a pitón) mas com cara de primeira categoria. Tem um irmão de mãe como semental na ganadaria.

 

Murteira Grave nº77 Cartujo.png

“’Cartujo’ nº 77 – negro bragado. Baixo e cornillano (cornos de inserção um pouco alta, mantendo-se no mesmo plano desde a cepa ao pitón). Como particularidade tem o rabo muito fino, finíssimo, mas com as sedas compridas até ao chão.”

 

Murteira Grave nº107 Presumido.png

“’Presumido’ nº 107– negro bragado corrido salpicado, de cornamenta um pouco aberta. É um toiro alto e comprido, como se diz na gíria “longe do chão”. Já foi o último da hierarquia, tendo mais tarde conseguido melhorar essa situação sendo candidato a líder do grupo.”

 

“Espero que os toiros saiam bravos e enraçados mas que permitam o êxito dos toureiros. Que sejam nobres, isto é, que invistam pelo seu caminho mas com “mucho carbón” que é o que dá emoção numa corrida. Os toureiros que os vão lidar João Ribeiro Telles, Francisco Palha e Luís Rouxinol Jr. e os forcados que os vão pegar (Grupo dos amadores de Santarém e Amadores de Montemor) são figuras que põem a carne no assadouro e, presumo, vai haver competição a sério; nenhum vai querer perder”, vaticina Joaquim Grave.