Saltar para: Post [1], Pesquisa e Arquivos [2]

BARREIRA DE SOMBRA

Desde 13.06.1987 ao serviço da Festa Brava

BARREIRA DE SOMBRA

Desde 13.06.1987 ao serviço da Festa Brava

Movimento a favor da Festa dos Toiros na Póvoa de Varzim - Nota à Comunicação Social

13.06.18 | António Lúcio / Barreira de Sombra

         Movimento a favor da Festa dos Toiros na Póvoa de Varzim - Nota à Comunicação Social

 

O Movimento a favor da Festa dos Toiros na Póvoa de Varzim, nasceu e é composto por pessoas, aficionados e amigos, da tauromaquia, Poveiros e não só, Mulheres e Homens, de diferentes e diversos matizes partidários, religiosos, culturais e sociais.

 

Envolve-os, une-os, o gosto, respeito e paixão pela Festa dos Toiros. Pela Tradição, Cultura, Arte e Estética, que fazem parte da história nos usos e costumes poveiros e do Norte de Portugal.

 

Imagem nacional e internacional de marca incontornável, as corridas de toiros na Póvoa de Varzim, por via das transmissões pela televisão, e pelas reportagens que a Comunicação Social divulga, é também um dos seguros elos de ligação às comunidades poveiras que por esse mundo existem. Ver e rever as touradas é um ‘matar saudades’, um relembrar dos seus usos e costumes.

 

As corridas de toiros no Norte, ou a Norte do Rio Douro, têm sido no calendário da temporada tauromáquica nacional,um ex-libris de valor turístico impagável. - Uma imagem vale mais que mil palavras!

 

Foi assim ao longo de cerca de 70 anos, tantos os que no próximo completa e comemora a Praça de Touros da Póvoa de Varzim. Uma tradição que remonta desde do inicio dos anos 1900.

 

Assim, não foi sem espanto e surpresa, que a comunidade poveira, e nortenha, para não dizer nacional, de onde este Movimento nasceu e vive, tomou conhecimento público, de que a Câmara Municipal tem os seus imediatos planos, remodelar a Praça de Touros, aproveitando para acabar de vez com este cartaz turístico sazonal de Tradição e Cultura.

 

Um anúncio, e possível concretização, que não fez parte de promessa eleitoral, e não mereceu qualquer discussão pública, até agora.

 

As declarações públicas de “continuidade das corridas de touros, independente  das obras ali necessárias”, feitas no inicio de Novembro de 2017, mais adensam a perplexidade do anúncio agora produzido.

 

Não existindo da parte dos aficionados poveiros, ou não, qualquer animosidade contra os que não gostam da Festa dos Toiros, afastado está assim um conflito, que alguns, maldosamente, querem provocar.

 

A ir por diante o anúncio agora motivo de apreensão, extemporâneo e impensável, será, quanto muito, uma acto de censura e desrespeito por Direitos Constitucionais, em confronto de gostos.

 

O Movimento a favor da Festa dos Toiros na Póvoa de Varzim, constituído por gente livre, vai, com serenidade, mas com firmeza, aguardar o evoluir da concretização do anúncio de uma Tradição, certos que as fortes raízes nos usos e costumes da Póvoa de Varzim será com cuidado considerado.

 

Póvoa de Varzim, 13 de Junho de 2018