Saltar para: Post [1], Pesquisa e Arquivos [2]

BARREIRA DE SOMBRA

Desde 13.06.1987 ao serviço da Festa Brava

BARREIRA DE SOMBRA

Desde 13.06.1987 ao serviço da Festa Brava

“MOURINAS” DE MOURA JR ENLOUQUECEM LISBOA; PRAÇA DE PÉ NOS ÚLTIMOS FERROS

17.05.19 | António Lúcio / Barreira de Sombra

Praça de Toiros do Campo Pequeno -16/05/19 – Corrida de Toiros

Director: Pedro Reinhardt – Veterinário: Jorge M. Silva – Lotação: cheia

Cavaleiros: Luís Rouxinol, Pablo Hermoso de Mendoza, João Moura Jr

Forcados: Amadores de Lisboa e Évora

Ganadaria: Romão Tenório

IMG_3339.JPG“MOURINAS” DE MOURA JR ENLOUQUECEM LISBOA; PRAÇA DE PÉ NOS ÚLTIMOS FERROS

 

Noite histórica a de quinta-feira 16 de Maio em Lisboa, tendo por palco a arena do Campo Pequeno e por actor principal João Moura Jr que enlouqueceu o público que encheu a praça com as suas “Mourinas”, sorte em que o conjunto recua de largo e até chegar bem perto do toiro e se vira de repente para a cara do toiro que já investe e permite cravar de forma muito ajustada. Foram dois momentos que marcaram uma noite em que João Moura Jr já havia toureado com muita verdade, no melhor do estilo mourista, cravando ferragem de muito mérito. Foi o triunfador maior desta grande corrida.

 

Luís Rouxinol teve duas cumpridoras lides, com algum que outro ferro de melhor nota, lidando bem e deixando a sua marca num bom par de bandarilhas com o toiro bem nos médios. Rouxinol precisa de outro tipo de toiro mas o seu ofício foi de modo a agradar a grande parte do público.

 

Pablo Hermoso de Mendoza é sónimo e souplesse, de leveza de condução das montadas, de toureio fino e com classe. Sem deslumbrar, tudo isso foi o resultado final de duas lides em que pisou os terrenos do toiro, bregou com enorme classe e finura e deixou ferros que mereceram as ovações.

 

Os Forcados Amadores de Lisboa e de Évora pegaram os seis toiros com 11 tentativas e apenas uma pega ao primeiro intento. Por Lisboa abriu praça Pedro Gil á 2ª, seguido por Duarte Mira que consumou a única pega de caras ao primeiro intento e Vítor Epifânio também à 2ª. Pelos Amadores de Évora foram caras João Pedro Oliveira, Dinis Caeiro e António Torres, todos ao segundo intento.

 

Os toiros de Romão tenório estavam bem apresentados, tiveram mobilidade e os da primeira parte foram melhores que os da segunda.

 

Direcção acertada de Pedro Reinhardt assessorado pelo veterinário Jorge Moreira da Silva.

Texto e foto: António Lúcio