Saltar para: Post [1], Pesquisa e Arquivos [2]

BARREIRA DE SOMBRA

Desde 13.06.1987 ao serviço da Festa Brava

BARREIRA DE SOMBRA

Desde 13.06.1987 ao serviço da Festa Brava

MINISTRA DA CULTURA REPETE INSULTOS À TAUROMAQUIA

31.07.19 | António Lúcio / Barreira de Sombra

Graça Fonseca foge às perguntas da PróToiro
e reitera discriminação à Cultura taurina que tutela

A Ministra da Cultura repete e insiste em insultar todos os portugueses que participam e se reveem na cultura tauromáquica. Ao fugir às perguntas colocadas por representantes da tauromaquia, num almoço-debate realizado hoje no International Club of Portugal (Lisboa), e ao manter a posição, já conhecida, de considerar os aficionados pessoas incivilizadas, conclui-se que Graça Fonseca não é ministra de todos os portugueses. Demonstra uma inaceitável impreparação e total ausência de sentido de responsabilidade para a função ministerial.

“É conhecida a minha posição sobre a tourada. Não vou acrescentar nada ao debate. Não tenho nada a acrescentar ao que na altura disse. O debate ficou fechado nessa altura. O governo decidirá o que fazer nessa matéria”, respondeu Graça Fonseca, reportando-se e repetindo as insultuosas declarações, feitas no ano passado, quando chamou incivilizados a todos os portugueses em plena Assembleia da República.

As perguntas feitas pela PróToiro e pela APET - Associação Portuguesa de Empresários Tauromáquicos foram as seguintes: – Que balanço faz à política definida para o setor da tauromaquia? – A tauromaquia vai continuar a ser ignorada nas políticas do Governo e do ministério da Cultura? – Se defende o respeito por sensibilidades e tendências numa perspetiva social, porque não pratica o que nos sugere numa perspetiva cultural?

“É chocante que a ministra Graça não queira perceber a importância da tauromaquia na cultura portuguesa. É inaceitável que continue a ignorar o crescimento desta atividade e o seu impacto económico. É a ministra que temos, pelo menos até outubro”, comenta Hélder Milheiro, secretário-geral da PróToiro.

Perante mais este ataque à cultura tauromáquica, perante mais este insulto aos aficionados, a PróToiro garante que tudo fará na defesa desta arte, exigindo respeito para os cerca de 3 milhões de portugueses que todos os anos se envolvem em manifestações culturais tauromáquicas.