Saltar para: Post [1], Pesquisa e Arquivos [2]

BARREIRA DE SOMBRA

Desde 13.06.1987 ao serviço da Festa Brava

BARREIRA DE SOMBRA

Desde 13.06.1987 ao serviço da Festa Brava

"Em defesa da Festa" - Federação Nacional das Tertúlias Tauromáquicas

21.01.16 | António Lúcio / Barreira de Sombra

FNTT.jpg

 “A Festa dos toiros é a festa da vida”, os aficionados e respetivas tertúlias estarão sempre em defesa desta, contra os ataques mais vis que tem sofrido nestes últimos tempos por grupos organizados, totalitários, que se escondem com a aparência de existirem em e em prol de quaisquer coisas, mas no fundo apenas procuram, através da mentira e da manipulação emocional,  impor a sua visão do mundo aos outros, espezinhando os respetivos direitos e a democracia cultural e que sem quaisquer escrúpulos atacam a multiculturalidade. É bom que não se esqueça que a Festa é um confronto entre a inteligência e a força, mas que tem por base a arte e o risco, o belo e o trágico, a nobreza e a misericórdia, e é isso que a faz diferente de todas as outras manifestações artísticas.

 

A Festa que assenta fundamentalmente na supremacia da inteligência, é a festa dos enganos, dos quiebros, das falsas vantagens, a Festa que nós não gostamos.

 

Na Festa exaltam-se valores humanos, existe organização e um sistema relações que são em tudo homólogas às que constituem a sociedade no sentido lato.

 

Quer se queira, ou não, a Festa promove relações de solidariedade, de amor, de amizade, de respeito pela natureza e de capacidade de lutar sempre, com nobreza e bravura, contra as adversidades.

 

Por isso a Festa de Toiros é também uma lição de vida.

 

A Comissão Instaladora