Saltar para: Post [1], Pesquisa e Arquivos [2]

BARREIRA DE SOMBRA

Desde 13.06.1987 ao serviço da Festa Brava

BARREIRA DE SOMBRA

Desde 13.06.1987 ao serviço da Festa Brava

ANÁLISE DA TEMPORADA 2018 DO "BARREIRA DE SOMBRA" - NOVILHEIROS E ASPIRANTES

26.10.18 | António Lúcio / Barreira de Sombra

MATADORES E NOVILHEIROS-1.JPGNOVILHEIROS E ASPIRANTES

Apesar do panorama taurino português estar muito mais virado para o toureio a cavalo, foi possível assistir a várias novilhadas e festivais onde predominou o toureio a pé e onde houve alguns bons momentos a começar por Mourão e a terminar em Vila Franca de Xira. Vimos actuar um total de 22 novilheiros e aspirantes de onde se destacaram João D’Alva, Filipe Martinho e Duarte Silva, estes dois últimos as revelações da temporada.

 

A nossa listagem ficou assim ordenada:

NOVILHEIROS

CORRIDAS

TOIROS

João D'Alva

5

5

Rui Jardim

5

5

Duarte Silva

3

3

Filipe Martinho

3

3

Luis Silva

2

2

Sérgio Nunes

2

2

Alfonso Cadaval

1

2

Angel Jiménez

1

2

Emilio Silvera

1

2

Alejandro Rivera

1

1

Alvaro Burdiel

1

1

Borja Ximelis

1

1

Cayetano López

1

1

Cuqui

1

1

Diogo Peseiro

1

1

Jesus Rivero

1

1

Joan Marin

1

1

Jordi Pérez

1

1

Juanito

1

1

Leonardo Passareira

1

1

Manuel Perera

1

1

Miguel Muñoz

1

1

 

João D’Alva e Rui Jardim foram aqueles que mais vezes e mais reses vimos lidar: cinco cada um. Depois deles as revelações Filipe Martinho (Moita) e Duarte Silva (Vila Franca) e um lote de cinco outros novilheiros a quem vimos lidar duas reses: Luís Silva e Sérgio Nunes e os espanhóis Alfonso Cadaval, Angel Jiménez e Emilio Silvera, os três numa novilhada muito interessante em Sevilha.

 

É importante que as Escolas e as empresas, com o apoio dos ganadeiros, mantenham o Ciclo de Novilhadas que tem proporcionado a estes jovens darem a conhecer-se.