Saltar para: Post [1], Pesquisa e Arquivos [2]

BARREIRA DE SOMBRA

Desde 13.06.1987 ao serviço da Festa Brava

BARREIRA DE SOMBRA

Desde 13.06.1987 ao serviço da Festa Brava

A NOSSA HOMENAGEM A MESTRE DAVID RIBEIRO TELLES

22.06.16 | António Lúcio / Barreira de Sombra

TOURADA_Póvoa Varzim_104.jpg

Texto lido por José Andrade na Cerimónia de homenagem a Mestre David R. Telles em 18 Agosto 2012 na Póvoa de Varzim

Percursor de um estilo de tourear clássico, MESTRE DAVID RIBEIRO TELLES, que muito nos honra, mais uma vez, como em tantas outras muitas vezes em que nesta praça passeou a sua classe de bem cavalgar e lidar toiros, vai ter na Corrida de Gala à Antiga Portuguesa que hoje aqui nesta Praça de Toiros da Cidade da Póvoa de Varzim se realiza, um acto singelo de homenagem da cidade que sempre o soube receber, dos aficionados do Norte, que nunca esqueceu.

Senhor de um estilo clássico de tourear, Mestre David Ribeiro Telles, com grande valor e coragem, onde o citar de longe, de frente e ao estribo, partes fundamentais de uma arte de lidar toiros a cavalo que arrebata os verdadeiros aficionados, suscita e empolga o público, criou um estilo, fez escola.

David Ribeiro Telles vai fazer 85 anos, nasceu em Almeirim a 11-11-1927.

Mestre David Ribeiro Telles tornou-se profissional do Toureio há 50 anos, exactamente no dia 18 de Maio de 1958, HÀ 54 anos na Praça de Toiros do Campo Pequeno, tendo como padrinho outro nome grande do panorama português, Alberto Luís Lopes.  – (Como curiosidade, diga-se que a alternativa foi numa corrida mista, e portanto teve como testemunhas dois diestros – CURRO ROMERO e AVELARDO de VEGA.

A ganadaria, foi a de Assunção Coimbra, e o toiro tinha o numero 13, que foi pegado por José Caraça dos Amadores de Lisboa. Cabendo a António Lapa, também deste grupo de forcados, a pega do seu 2º. de lide.)

 

Casado com Maria Isabel de Castro Palha van Zeller teve 11 filhos dos quais António e João Palha Ribeiro Telles lhe prosseguiram a sua paixão pela arte de marialva.

E é em homenagem a este Senhor que tão bem soube interpretar a arte de Marialva, onde fez escola, criou estilo e arrebatou aficionados que hoje aqui nos reunimos, reclamando e enaltecendo a sua presença. O que muito nos honrou.

Homenagem que aqui fica perpetuada nesta singela lápide.

Homenagem da sua passagem nesta Praça de Toiros, catedral nortenha do toureio, das suas inolvidáveis tardes, nesta cidade da Póvoa de Varzim.

 

Muito Obrigado Mestre David

TOURADA_Póvoa Varzim_103.jpg