Saltar para: Post [1], Pesquisa e Arquivos [2]

BARREIRA DE SOMBRA

Desde 13.06.1987 ao serviço da Festa Brava

BARREIRA DE SOMBRA

Desde 13.06.1987 ao serviço da Festa Brava

4. OS GRUPOS DE FORCADOS QUE VI ACTUAR EM 2010

21.11.10 | António Lúcio / Barreira de Sombra

Expoente máximo da emoção na tourada à portuguesa, os forcados proporcionaram momentos sempre vibrantes na generalidade dos espectáculos em que estivémos presentes. No entanto, e entre as muitas pegas de caras e algumas cernelhas vistas ao longo do ano, duas se destacaram pela sua enorme beleza, vibração, “brutalidade” dos derrotes dos toiros e pela valentia e estoicismo dos forcados de cara que as protagonizaram e respectivos grupos. Falo-vos da pega de José Manuel Vinagre em Alcochete a 28 de Março e da pega de Manuel Roque Lopes em Santarém a 12 de Junho, de cujas crónicas das corridas retiro os seguintes trechos:

 

 

Épica e de enorme estoicismo, com uma garra e união fora do vulgar, a pega de José Vinagre ao quarto toiro da magnífica tarde primaveril de domingo, é merecedora de ficar nos anais da tauromaquia e da forcadagem porquanto se tratou de um momento de extraordinária coragem e entrega de todos os elementos do seu grupo, os Amadores de Alcochete, frente à violência tremenda demonstrada pelo toiro. Alcochete, terra do barrete verde e das salinas e de grandes moços de forcado, viu o público, de pé, em uníssono, tributar aos forcados a maior ovação da tarde e uma das maiores a que já assisti numa pega.

Épica, estóica e de tremenda entrega, só possível a um forcado com “F”, como o foi José Vinagre naquele momento, frente a um toiro que derrotou com imensa violência e a consumação, à 2ª, com brilhante intervenção do 1º ajuda, é o triunfo sonante e a destacar numa tarde em que todos sentiram na pele as dificuldades dos toiros espanhóis de Santiago Domecq e Las Monjas.

 

FORCADOS DE SANTARÉM COMEMORARAM 95 ANOS COM ALGUMAS GRANDES PEGAS DE CARAS


A tarde era de comemoração aniversária para os Amadores de Santarém que juntaram na arena algumas das suas antigas glórias, antigos cabos e actuais forcados para uma tarde onde algumas intervenções forma de grande categoria mas onde faltou a moldura humana que poderia e deveria ter acudido a Santarém para presenciar este cartel e assistir a momentos de grande vibração nas pegas de caras. A tarde foi dos forcados!

(...)foi Manuel Roque Lopes a fechar com chave de oiro com um “pegão” de caras com o toiro a arrancar com violência e a passar pelo grupo com o forcado bem fechado na cara e a pôr, uma vez mais o público de pé para aplaudir.

 

 

Foram 28 os Grupos de Forcados Amadores que vi actuar em 2010, conforme a seguinte lista: