Saltar para: Post [1], Pesquisa e Arquivos [2]

BARREIRA DE SOMBRA

Desde 13.06.1987 ao serviço da Festa Brava

BARREIRA DE SOMBRA

Desde 13.06.1987 ao serviço da Festa Brava

B O F E T A D A C O M L U V A B R A N C A - por CHAUBET

22.02.13 | António Lúcio / Barreira de Sombra

Por serem repetitivos nos seus argumentos, intencionalmente agressivos e provocadores, por vezes com palavrões à mistura, não hesitando em recorrer à mentira ou demagogia, para fundamentar comentários depreciativos para a Tauromaquia, raramente consulto os blogues que se intitulam de anti taurinos.

Todavia, o merecido êxito do espectáculo tauromáquico realizado no dia 17 na Praça do Campo Pequeno, a favor e homenagem ao infortunado e valente FORCADO Nuno Carvalho, levou-me a querer conhecer a reacção desses frustrados, carentes de protagonismo.

Aliás, como diz  o  BLOGUE  ANTI TAURINOS, ”Agir é a única maneira de defendermos o direito de continuarmos a sermos  nós a fazer as nossas  escolhas”. Ora a atitude ditatorial dos anti, quando nos querem impedir de apreciarmos aquilo de que gostamos, demonstra que
consideram não terem os taurinos o mesmo direito. Do que discordo. Agora, para defender as minhas escolhas não ataco ninguém. Cada um deve ter a liberdade de escolher aquilo que mais aprecia. Quando escrevo apenas me defendo dos ataques que me fazem, a coberto de
duvidosos sentimentos de compaixão.

Diz o MAPT, no estilo de apelo à Guerra Santa: “A dura luta contra as touradas deve ser levada trabalhando em articulação permanente com outros coletivos”. Quer dizer, juntemo-nos para parecermos muitos.  Assim é feito, pois o que vem num blogue é estrategicamente distribuído pelos outros. O ALGARVE ANTI TAURINO até atravessa fronteiras. Escreve “Nuestros hermanos abolicionistas precisam de nós”. Depois vem o vocabulário identificador do baixo nível dos anti,a convicção de que é na agressão verbal, no insulto, na provocação que
está a sua força:  violentos, cobardes, cruéis, retrógrados e sangrentos, fascistas, são uns dos termos. Mas os tais outros coletivos afinam pela mesma estratégia.

MOVIMENTO INTERNACIONAL CONTRA AS TOURADAS: fundamentalistas, pedófilos, selvagens, cavernícolas, bestas humanas, sádicos,“bombistas” (imaginem!!!!).
No BLOG ANTI-TOURADAS: Ordinários-ralé-cobardolas-mafiosos-sociopatas-energumenos-gente sem escrúpulos-grupelho-hipócritas-nojentos-pobres diabos-monstrolópitecos
(neologismo criado à pressa para impressionar mais? Bem achado)- gente de escassa inteligência-rudes torturadores-anormais violentos-terroristas “senis”(?)- tauricidas-
psicopatas-assassinos-bárbaros-escumalha-criminosos.

CAPT: Comentário sobre a afirmação de Nuno Carvalho, paraplégico em consequência de uma pega, de desejar voltar a pegar: “PERDOEM-LHE PORQUE ELE NÃO SABE O QUE DIZ…” No mesmo site, um tal Rui Teixeira de Sousa, sobre o que aconteceu ao Nuno: “Claro que não demora muito tempo a ele também ganhar um par de cornos bem pesados
psicologicamente e aí vou querer ver quem vai continuar a sorrir como dantes!”. (Duas apreciações plenas de elegância e sensibilidade). Ainda sobre este trágico acontecimento, há um blogue que tem a insensibilidade de escrever, dirigindo-se ao acidentado FORCADO por
ele ter aceitado o festival a seu favor – “O ex-forcado Nuno Carvalho-Mata, deixou-se vender por cem mil euros. Põe a mão na tua consciência (se a tiveres)”.  É gente desta índole que apela aos bons sentimentos…

Todavia os portugueses são gente sã e com bons sentimentos, felizmente em muito maior número que os que dirigem os blogues anti taurinos e os que os sustentam com a sua colaboração. O festival em benefício de Nuno Carvalho esgotou foi um bom espectáculo tauromáquico e, acima de tudo, uma emocionante manifestação de solidariedade.
Enfim, aqueles que os blogues anti taurinos insultam, provocam e depreciam, os taurinos, deram uma bofetada com luva branca nesses cada vez mais desesperados e inúteis blogues.

Carlos Patrício Álvares (Chaubet)