Saltar para: Post [1], Pesquisa e Arquivos [2]

BARREIRA DE SOMBRA

Desde 13.06.1987 ao serviço da Festa Brava

BARREIRA DE SOMBRA

Desde 13.06.1987 ao serviço da Festa Brava

GRANDE CORRIDA “VIDAS/CORREIO DA MANHÔ - ENTRE A COMPETIÇÃO E AS ESTREIAS ABSOLUTAS NO CAMPO PEQUENO

26.04.12 | António Lúcio / Barreira de Sombra

 

A “Grande Corrida Vidas/Correio da Manhã”, a realizar na próxima quinta-feira, 3 de Maio, no Campo Pequeno, tem no seu cartel vários aliciantes em que se misturam a competição, as estreias absolutas e a comemoração dos 80 anos do Grupo Tauromáquico Sector I.

 

Desde logo, a competição entre Sónia Matias e Ana Batista, as duas cavaleiras portuguesas mais antigas e que têm sabido conquistar um lugar de destaque no panorama taurino nacional. O génio de Sónia Matias em competição com a arte de Ana Batista, detentora de um apreciável palmarés internacional e que se estreou este ano em arenas mexicanas, designadamente na monumental da Cidade do México, onde exibiu o seu enorme talento e valor.

 

Os matadores anunciados para esta corrida são Luís Vital “Procuna”, um valor firme da nova geração de matadores de toiros portugueses, que alterna com o espanhol David Mora, grande revelação da temporada de 2011, contratado para as principais feiras de Espanha e França na presente temporada e que se estreia no Campo Pequeno. A raça de “Procuna” em despique com a profundidade do toureio de David Mora.

Outra estreia nesta importante corrida é a do Grupo de Forcados Amadores do Ramo Grande, brilhantes vencedores do Torneio de Cernelhas integrado na “V Grande Festa do Forcado”, realizado no dia 17 de Março, no Campo Pequeno. O grupo de Forcados Amadores do Ramo Grande, capitaneado por Filipe Pires, foi fundado na Praia da Vitória, Ilha Terceira (R.A. dos Açores), a 7 de Agosto de 2007.

 

Lida-se um magnífico curro de toiros da ganadaria São Torcato (encaste Simão Malta e procedência Cabral Ascensão e David Ribeiro Telles), cuja antiguidade está referenciada a 13 de Junho de 1976, na praça de toiros de Nisa.

 

Nesta corrida homenageia-se também uma das colectividades tauromáquicas de maior prestígio em Portugal e reconhecida em todo o mundo taurino: O Grupo Tauromáquico Sector I, que este ano comemora 80 anos de actividade em prol da festa de toiros, encontrando-se a atravessar uma em fase de renovada e profícua actividade.