Saltar para: Post [1], Pesquisa e Arquivos [2]

BARREIRA DE SOMBRA

Desde 13.06.1987 ao serviço da Festa Brava

BARREIRA DE SOMBRA

Desde 13.06.1987 ao serviço da Festa Brava

25 DE ABRIL - BOM FESTIVAL TAURINO EM SOBRAL

25.04.18 | António Lúcio / Barreira de Sombra

Praça de Toiros do Sobral de Monte Agraço – 25/04/18 – Festival Taurino

Director: João Cantinho – Veterinário: José M. Lourenço -  Lotação: ½ casa

Cavaleiros: João Salgueiro da Costa, Luís Rouxinol Jr, David Gomes

Forcados: Amadores de Lisboa

Matadores: Manuel Dias Gomes, Pablo Aguado, João Silva “Juanito”

Ganadaria: Falé Filipe

 

Uma ligeira e fresca brisa esteve presente durante toda a tarde, fazendo-nos lembrar que é tempo de Primavera aquele que se vive. Mas como estava sol, a temperatura era a ideal para uma boa tarde de toiros, o que aconteceu e com os toureiros a aquecerem mais um pouco o público que preencheu cerca de metade da lotação do bem cuidado tauródromo sobralense. E pode dizer-se, sem margem para reparos, que foi um bom festival e onde todos se puderam luzir, excepção feita ao matador espanhol Pablo Aguado que não teve oponente para voos mais elevados.

 

Abriu praça João Salgueiro da Costa com uma boa actuação quer na brega quer na cravagem da ferragem, com alguns bons momentos na ferragem curta. O público tributou-lhe ovação em três dos ferros curtos e deu volta aplaudida com o forcado Bernardo Reboredo, da formação lisboeta, que apenas à 3ª conseguiu consumar a pega.

 

Luís Rouxinol Jr vinha com ganas de triunfo e isso foi patente logo na forma como recebeu o segundo da ordem. Dois bons compridos e uma boa série de ferros curtos, bem rematados e aplaudidos pelo público marcam uma actuação de triunfo nesta sua passagem pela arena sobralense. Há que contar com ele. Deu volta com o forcado Vítor Epifânio que se fechou bem à primeira tentativa.

 

David Gomes mostrou estar preparado para o exame importante da alternativa. Esteve em bom plano na brega e encontrou as melhores soluções para a ferragem curta frente a um novilho que não deu facilidades. Foi uma boa actuação do cavaleiro da Malveira, premiada com volta á arena na companhia de Tiago Silva que fez boa pega à primeira.

 

E se no toureio a cavalo todos triunfaram, no toureio a pé destacaram-se Manuel Dias Gomes e o novilheiro João Silva “Juanito”…

 

Manuel Dias Gomes esteve francamente bem de capote, á verónica, mãos bastante baixas. O toureio de muleta foi de bom corte por ambos os pitóns, passes bem desenhados, alguns de muito boa nota mas com o novilho a não repetir como se exigia e apesar da sua nobreza, não teve transmissão.

 

Pablo Aguado substituiu o anunciado David Mora que “meteu” atestado médico.  Não teve sorte o matador espanhol já que o novilho não se prestou ao luzimento ao derrotar na muleta no final dos passes, um outro de melhor nota mas…

 

João Silva “Juanito” foi uma bela surpresa pela positiva, pela atitude que teve diante do novilho, impondo-se de forma clara quer nos lances de capote, algumas verónicas foram boas, quer na forma como desenhou  a faena de muleta com bons passes por ambos os pitóns, remates pintureros e algum improviso que caiu bem. Em bom momento.

 

Os novilhos-toiros de Falé Filipe estavam bem apresentados, com destaque para os 3 primeiros, nas casa dos 470 kg, cumprindo o primeiro, destacando-se o segundo com maior mobilidade e raça, mansote e tardo o terceiro. Foi nobre a suave o quarto, manso e complicado o quinto e enraçado e encastado a pedir uma varita o sexto.

 

Dirigiu bem João Cantinho assessorado pelo veterinário José Manuel Lourenço.

IMG_4016.JPG

 

IMG_4023.JPG

 

IMG_4065.JPG

 

IMG_4089.JPG

 

IMG_4132.JPG

 

IMG_4138.JPG

 

IMG_4169.JPG

 

IMG_4233.JPG

 

IMG_4266.JPG

 

Crónica e fotos: António Lúcio