Saltar para: Post [1], Pesquisa e Arquivos [2]

BARREIRA DE SOMBRA

Desde 13.06.1987 ao serviço da Festa Brava

BARREIRA DE SOMBRA

Desde 13.06.1987 ao serviço da Festa Brava

ANÁLISE DA TEMPORADA 2011 DO «BARREIRA DE SOMBRA - AS EMPRESAS QUE ORGANIZARAM OS ESPECTÁCULOS EM 2011

14.11.11 | António Lúcio / Barreira de Sombra

Nesta nossa análise, contabilizamos apenas e só os espectáculos a que assistimos e as empresas que organizaram 4 ou mais espectáculos dos 52 que marcaram a nossa temporada de 2011.

 

A construção dos êxitos ou da sua falta assenta na responsabilidade das empresas: os mais competentes, os que levam mais gente às praças, as melhores ganadarias para cada tipo de espectáculo, o cuidado planeamento dessas contratações, só cabe a quem tem a gestão das praças, ainda que em muitas  situações sejam completamente ultrapassados e estejam dependentes de factores alheios e inesperados como o tempo ou a falta de cuidado dos “gestores” das carreiras dos toureiros que aceitam todo o tipo de corridas e em qualquer praça. É da cuidada estratégia de promoção dos espectáculos que depende o bom desenrolar da temporada e a adesão do grande público a esses espectáculos tauromáquicos.

 

Durante esta temporada, e nos espectáculos que acompanhámos, há a referir 4 empresas que se destacaram pela qualidade dos cartéis apresentados e pelos resultados em termos de público e de promoção das suas praças e ds cartéis apresentados. Representaram cerca de 58% dos espectáculos a que assistimos.

 

  1. Sociedade Campo Pequeno (Lisboa, Arruda dos Vinhos, Nazaré e Figueira da Foz);
  2. Aplaudir (Santarém, Montijo, Setúbal e Azambuja);
  3. Tauroleve (Vila Franca de Xira);
  4. Toiros&Cultura (Caldas da Rainha e Sobral de Monte Agraço)

 

Deste conjunto de 4 empresas, a Sociedade do Campo Pequeno organizou 8 espectáculos com toureio a pé; a Tauroleve organizou 3 e a Aplaudir duas corridas mistas. Matadores e novilheiros tiveram algumas oportunidades mas o grosso da coluna foi preenchida pelos cavaleiros, conforme se poderá verificar de seguida:

 

 

Sociedade Campo Pequeno

 

Actuantes

Postos ocupados

Cavaleiros

29

57

Matadores e Novilheiros

13

17

Grupos de Forcados

21

32

Ganadarias

19

 

 

Se verificarmos por categorias, os cavaleiros que mais vimos tourear nas praças da Sociedade Campo Pequeno foram Marcos Bastinhas e Luis Rouxinol (ambos em 4 vezes), seguidos de Joaquim Bastinhas, Manuel Telles Bastos, Duarte Pinto, Rui Salvador, João Telles Jr e Rui Fernandes, todos com 3 actuações.

 

Quantos aos Grupos de Forcados, os que somaram mais actuações foram Vila Franca de Xira, Aposento da Moita e Amadores da Chamusca, todos com 3 actuações.

 

No capítulo do toureio a pé foi Antonio Ferrera o que veze svimos actuar (4) seguido de Vítor Mendes com 2 ctuações, tal como o novilheiro Tiago Santos.

 

No capítulo ganadeiro foi a ganadaria de Pinto Barreiros a ficarna frente, com 13 reses, seguida da de Veiga Teixeira com 10, Rego Botelho, Falé Filipe e Vinhas, estas com 7 reses lidadas.

 

 

Tauroleve

 

Actuantes

Postos ocupados

Cavaleiros

12

15

Matadores e Novilheiros

8

8

Grupos de Forcados

4

8

Ganadarias

6

 

 

Das organizações da Tauroleve apenas presenciámos espectáculos em Vila Franca de Xira. Três foram os cavaleiros que vimos em partida dupla: Luis Rouxinol, Vitor Ribeiro e Marcelo Mendes, enquanto que matadores e novilheiros não repetiram em Vila Franca. Quanto aos Grupos de Forcados foi Vila Franca o único que somou mais do que uma actuação (foram 5) e nas ganadarias apenas a de Falé Filipe lidou duas corridas.

 

 

Aplaudir

 

Actuantes

Postos ocupados

Cavaleiros

19

32

Matadores e Novilheiros

2

2

Grupos de Forcados

8

16

Ganadarias

9

 

 

A Aplaudir voltou a apostar na corrida à portuguesa e apenas deu duas oportunidades aos matadores. Nos cavaleiros, os que mais vimos actuar nas suas praças foram João Moura, Tomás Pinto e Moura Caetano, todos com 3 actuações, e nos Forcados foram os grupos de Alcochete com 5 actuações e Santarém com 3, os que mais vimos pegar. Quanto às ganadarias foram as de Maria Guiomar Moura com 12 reses e a de António Silva com 8 as que mais vims lidar.

 

 

Toiros & Cultura

 

Actuantes

Postos ocupados

Cavaleiros

11

12

Matadores e Novilheiros

1

1

Grupos de Forcados

6

8

Ganadarias

4

 

 

Sobral de Monte Agraço, com uma corrida televisionada, e Caldas da Rainha foram as duas praças onde estivemos presentes. Apenas uma corrida com toureio a pé, o 15 de Agosto em Caldas da Rainha e com excelente entrada de público, num conjunto de espectáculos onde apenas António Telles bisou actuações. Os Grupos de Forcados da Chamusca e Caldas da Rainha também actuaram por 2 vezes e a ganadaria que mais lidou foi a de Jorge Carvalho com 7 reses.