Saltar para: Posts [1], Pesquisa [2]

BARREIRA DE SOMBRA

Desde 13.06.1987 ao serviço da Festa Brava

BARREIRA DE SOMBRA

Desde 13.06.1987 ao serviço da Festa Brava

A 1ª. GRANDE GALA TAURINA DOS AFICIONADOS DO NORTE… FOI MESMO UM SUCESSO!

02.12.19 | António Lúcio / Barreira de Sombra

Eu agradecendo premio-5

Era esperada como uma das mais emblemáticas realizações dos Aficionados Tauromáquicos do Norte. E foi mesmo um sucesso.

Aqui a expectação não redundou em frustração.

Aguardada com expectativa, e curiosidade, por vários quadrantes sociais e não só, a 1*. Gala dos Aficionados Tauromáquicos do Norte, conseguiu tudo o que dela se esperava, e muito mais. Que o testemunhem os Toureios, Cavaleiros, ganadeiros e alunos convidados e que ali marcaram presença, vem como os cerca de uma centena de aficionados que encheram o Salão Nobre desta vetusta centenária instituição do lado Norte do Porto de Leixões.

O Clube de Leça, em Leça da Palmeira, Matosinhos a partir das 19 horas do dia 29 de Novembro, voltou aos tempos áureos da sua já longa vida associativa, e recebeu e acolheu os convivas e seus convidados. Era a Festa dos Toiros em Gala dos Aficionados Tauromáquicos do Norte. Esta a Festa de balanço da temporada de 2019 de um grupo de Amigos do Norte, aficionados, pela graça de Deus e gosto pela Arte de lidar toiros, a pé e a cavalo, que vibra com Coragem e o Valor dos Forcados, e tem pela ganadaria de toiros de lide um enorme e profundo respeito.

Mas como em toda a ‘tourada’ que se preze, nas cortesias, para abrir o apetite, sob o comando ‘inteligente’ de Joaquim Mesquita, assessorado na parte artistica pelo Fernando Sousa, e tendo como avisador, Frederico Santos Carvalho, atento e atencioso, aos aficionados, convidados ao passeo na ‘arena’, foram brindados, e puderam deliciar-se em capoteios de aquecimento, estomacal, experimentando, diversificados e apelativos mostras de iguarias. E como o exercício trás a sede, não faltou a presença obrigatória nestes trasteios, líquidos puros ou devidamente classificados como tal, uma variedade disposta a satisfazer os mais requintados.

Repostos e alisados os ‘terrenos’, gustativos, e já com o ‘público’ devidamente sentados nos ‘tendidos’, os ‘artistas convidados’. Maestro Vitor Mendes, Matador Nuno Casquinha, Cavaleiros, Rui Salvador, João Salgueiro da Costa e Soraia Costa, tomaram os seus lugares na mesa onde enfrentariam as perguntas que a ‘concorrência’ colocaria. Um ‘mano-a-mano’ entre a curiosidade dos interrogantes, e a arte de bem responder dos artistas.

O Maestro Vitor Mendes abriu praça. Com elegância, enfrentou o desejo indiscreto de saber, cativando pela simplicidade de transformar momentos dificeis passados, em esperançosos passes futuros. Traços de uma vida, pessoal e profissional, nem sempre conhecida, e muito menos, reconhecida. Uma lenda viva, activa – é presentemente professor na Escola Tauromáquica de Vila Franca de Xira – um manancial de profissionalismo, pessoa de valores e, simplicidade. Foi para ele o Prémio Carreira desta 1ª. Gala Taurina do Norte.

Rui Salvador, o ‘cavaleiro dos ferros impossíveis’, tirou no Porto a sua licenciatura de Arquitectura, deixando claro que ‘esta gente do Norte, tem um lugar no seu percurso’, pois recordou as muitas actuações em arenas em redor do Porto, e a da Póvoa de Varzim, onde teve alguns dos seus bons momentos de triunfo e carinho.

Salgueiro da Costa, jovem cavaleiro de dinastia, simples no relacionamento, elegante no trato, tem também com o Norte uma ligação especial, a esposa é de Barcelos, mas isso não o condicionou em recordar o seu triunfo e actuações na Póvoa. ‘A ida de cavaleiro profissional é uma vida de entrega e sacrifícios, onde a glória se joga em frente ao toiro, em pouco mais de vinte minutos’.

Quem teve de jogar a vida, e o amor, pela arte de lidar toiros, longe deste nosso surreal país, foi, e é, Nuno Casquinha. Jovem matador, Nuno Casquinha, que foi eleito o Melhor Matador Português de 2019, prémio que recebeu no decurso desta Gala, tem andado pelo Perú, lidando e trasteando toiros, porque no seu país, as oportunidades são poucas, quase nada, e os escolhos, muitos, busca agora com um recente apoderamento, uma oportunidade também em Espanha. Um jovem lutador, simples e reconhecido.

Soraia Costa, a madrinha deste grupo de aficionados do Norte, emocionou-se e emocionou. Graciosa como pessoa, simpática, recordou como foi acolhida e sempre acarinhada pelos aficionados, principalmente deste grupo onde Joaquim Mesquita é o agregador, agradeceu o carinho, e pediu desculpe se apesar do seu empenho e esforço, algo não resultar. Como dizia um dos convivas senhor de farto bigode, ‘a nossa menina vai triunfar’, ‘tem de triunfar’.

E cumprido que foi o primeiro tércio, a indicação do ‘inteligente’, passou-se à fase das bandarilhas, com todos a arrimarem-se. Com gosto e muito jeito, pela direita, ou pela esquerda, o ‘hastado’ de madeira, viu a carne tenra, encoberta com bacon, devidamente acompanhado de um saboroso arroz com passas, batatas fritas palha e legumes diversos, receber pares para todos os gostos, onde os doces, diversos e convidativos, antecederam os capotazos de colocação para a lide final. E aí, tivemos mais uma vez, a competência do director de corrida, convidando os alunos da Escola de Toureio de Vila Franca de Xira, sob a orientação do Maestro Vitor Mendes, exemplificando com muita entrega e boa preparação, laces de capote e passes de muleta. Uma delicia para saborear ao pormenor, feita por meninos que a quem a estupidez adulta cria desde muito jovem segregação por gosto.

E, como a festa era de gente que gosta de toiros, de salero, a exibição do par de bailarinos, ‘sevilhanas’, em flamengo de fazer tremer o mais sólido dos tablados, foi gasolina sobre fogo, dando o mote para a entrega dos troféus anunciados.

E os troféus de 2019 foram assim atribuídos:

Critico Tauromáquico 2019   -   Pedro Pina Queiróz

Cronista 2019   -   José Andrade

Site tauromáquico / apoio de logística e transportes   -   Frederico Santos Carvalho

Delegação Aficionados do Norte 2019   -   Santo Tirso (repr Bento Miranda)

Fotógrafo e designer ano 2019   -   Miguel Vilaça Carneiro

Praça portuguesa 2019   -   Santarém (repr Pedro Furtado De Mendonça)

Praça espanhola 2019   -   Salamanca (repr Miguel Castro)

Mesa taurina 2019   -   Restaurante Monteiro (repr Fernando T Sousa)

Bar taurino 2109   -   Pontevedra (A Lencastre

Organização aficionados do norte 2019   -   Baldo (repr Joaquim M Teixeira de Sousa)

Preservação da Arte taurina   -   Marco Gomes (Alter Chão)

Director corrida 2019   -   Sandra Strech

Ganadaria 2019  -   Sâo Torcato (repr João Semedo)

Banda Musical 2019   -   Banda Samouco (Repr Francisco Pacheco)

Grupo forcados 2019   -   Amadores de Lisboa (repr António Costa)

Prémio "Brio e dedicação” 2019   -   Rui Salvador

Jovem Promessa 2019   -   Francisco Núncio

Cavaleiro ano 2019   -   João Salgueiro da Costa

Cavaleiro praticante 2019   -   Soraia Costa

Prémio Carreira   -   Vítor Mendes

Matador ano 2019   -   Nuno Casquinha

Figura tauromáquica do ano 2019   -   Joaquim Filipe Mesquita

Criada como Festa daqueles que gostam da Festa dos Toiros, a 1ª. Gala Taurina dos Aficionados Norte, foi um passo. Para 2020, já outros passos se preparam. Mas os ecos desta Gala não se esgotam aqui e agora. Voltaremos ao tema e ao assunto. Que foi um sucesso…

Texto e fotos: José Andrade

Nota: não perca, mais adiante, as fotos do evento

Pág. 3/3