Saltar para: Posts [1], Pesquisa [2]

BARREIRA DE SOMBRA

Desde 13.06.1987 ao serviço da Festa Brava

NOVILHADA DE PROMOÇÃO ABRE FIM-DE-SEMANA TAURINO NA PALHA BLANCO

02.05.19 | António Lúcio / Barreira de Sombra

A segunda edição da Feira das Tertúlias de Vila Franca de Xira arranca na próxima 6ªfeira, e no decurso do fim-de-semana muitas serão as iniciativas que decorrerão.

Na arena da Palha Blanco os jovens artistas da nossa tauromaquia também terão uma palavra a dizer, numa novilhada de promoção que decorrerá sábado, dia 4 pelas 16:00 horas com entrada gratuita para o público.

Atuam a cavalo os jovens Francisco Núncio e Ricardo Cravidão, os forcados amadores de Vila Franca de Xira e os espadas Alejandro Rivero, Júlio Alguiar, Filipe Martinho e Duarte Silva. Lidam-se novilhos de Falé Filipe.

Venha apoiar os jovens valores da Tauromaquia!

040519 vila franca (1).jpg

 

RUI SALVADOR É BAIXA PARA VILA FRANCA DE XIRA

02.05.19 | António Lúcio / Barreira de Sombra

Após a receção do atestado médico que impossibilita a presença do cavaleiro Rui Salvador no próximo domingo, dia 5, na Palha Blanco, a empresa comunica que o mesmo será substituído pelo cavaleiro revelação António Prates.

Deseja a empresa ao cavaleiro Rui Salvador uma pronta recuperação, e os votos de grandes sucessos para António Prates que acedeu ao desafio que lhe foi proposto de lidar duas das seis mais emblemáticas ganadarias ibéricas – Saltillo, Miura, Palha, Pinto Barreiros, Dr. António Silva e Dolores Aguirre.

atestdo rui salvador.jpg

 

TELLES BASTOS E PARREIRITA, OS TRIUNFADORES DA TARDE. MELHOR PEGA PARA BERNARDO BORGES (CHAMUSCA)

01.05.19 | António Lúcio / Barreira de Sombra

Praça de Toiros do Cartaxo – 01/05/19 – Corrida de Toiros

Director: Marco Gomes - Veterinário: Hugo Rosa – Lotação: 75%

Cavaleiros: Ana Batista, Manuel Telles Bastos, Paulo Jorge Santos, Parreirita Cigano, David Gomes, Verónica Cabaço

Forcados Amadores: Ribatejo, Chamusca, Caratxo

Ganadaria: José Luís Vasconcellos e Souza D’Andrade

coretsias.JPGTELLES BASTOS E PARREIRITA, OS TRIUNFADORES DA TARDE. MELHOR PEGA PARA BERNARDO BORGES (CHAMUSCA)

Boa corrida de toiros aquela a que assistimos no 1º de Maio na Praça de Toiros do Cartaxo que comemora 145 anos de existência. E há a registar um primeiro triunfo da empresa que conseguiu uma lotação a rondar os ¾ de casa; depois os dos toureiros Manuel Telles Bastos e Parreirita Cigano secundados por Ana Batista. E no capítulo dos Forcados duas grandes pegas foram candidatas ao prémio, saindo vencedor, justamente, Bernardo Borges dos Amadores da Chamusca e com a outra grande pega cargo de Ricardo Regueira (Ribatejo).

 

Ana Batista abriu praça com uma interessante actuação frente a um toiro mansote que se adiantava e carregava forte. Esteve bem a lidar e deixou dois bons curtos, nomeadamente o primeiro e o quarto, neste com o toiro a tapar-se na reunião, de cara no ar.

 

Manuel Telles Bastos teve uma actuação em crescendo, com bons momentos e três curtos de muito mérito, com batidas ao pitón contrário bem executadas montando o “Egípcio”. Rematou a sua boa e triunfadora actuação com um ferro de palmo.

 

Paulo Jorge Santos cumpriu na sua passagem pela arena do Cartaxo, não tendo sorte com o toiro que lhe tocou. Prestação regular rematada com dois violinos e dois palmitos que empolgaram o público.

 

Triunfo forte o de Parreirita Cigano. Uma actuação com interesse frente a um toiro manso que procurava tábuas. O segundo e o terceiro curto foram de boa nota, havendo a registar toques no primeiro e no quarto. Mas, logo a seguir, vieram os momentos mas impactantes da tarde. O quinto e o sexto curto, este de fazer parar a respiração, muito em curto e aguentando uma barbaridade para deixar um ferro que fez o público levantar-se nas bancadas e aplaudir com imensa força. O melhor da tarde.

 

David Gomes também cumpriu na lide do quinto da ordem, que não foi mau nem bom. Uma lide com altos e baixos e que foi rematada com um bom par de bandarilhas com o toiro nos tércios.

 

Encerrou praça a cavaleira Verónica Cabaço com uma lide de altos e baixos, cravando um ferro em sorte de violino para terminar a sua passagem por esta corrida frente a um toiro que cedo se fixou em tábuas.

 

Disputava-se um concurso de pegas entre os Forcados Amadores do Ribatejo, Chamusca e Cartaxo. Sagrou-se vencedora a pega de Bernardo Borges dos Amadores da Chamusca realizada ao quinto da ordem, pega onde esteve bem a citar, a recuar e a fechar-se e com o o grupo a ajudar bem. Também a pega de Ricardo Regueira (Ribatejo) efetuada ao quarto da ordem, que bateu forte e onde o grupo teve alguma dificuldade em fechar foi de muito boa nota. Ainda pelos Amadores do Ribatejo e frente ao primeiro toiro esteve Ricardo Jorge que consumou á terceira tentativa. Pelos Amadores da Chamusca a pega ao segundo da tarde foi consumada por Hélder Delgado á primeira. Pelos Amadores do Cartaxo Fábio Beijinho apenas à 4ª tentativa e a sesgo consumou, e no que encerrou praça, esteve bem e consumou ao primeiro intento, o forcado José Ribeiro.

 

Os toiros de José Luís Vasconcellos e Souza d’Andrade estavam bem apresentados mas saíram mansos em diversos graus, com querenças uns, adiantando-se outros. Não se entende a volta à arena do ganadeiro após a lide do quarto da ordem.

 

Na direcção da corrida esteve Marco Gomes – incompreensível a volta do ganadeiro e a música logo ao primeiro curto para Verónica Cabaço – assessorado pelo veterinário Hugo Rosa.

Texto e foto: António Lúcio

Pág. 6/6