Saltar para: Posts [1], Pesquisa [2]

BARREIRA DE SOMBRA

Desde 13.06.1987 ao serviço da Festa Brava

BARREIRA DE SOMBRA

Desde 13.06.1987 ao serviço da Festa Brava

rb´pres.JPG

Esta tarde, a arena do Campo Pequeno foi palco da apresentação oficial dos cartéis e das datas para a temporada de 2019. A conferência de imprensa foi aberta com um interessante e importante discurso da Drª Paula Resende, administradora da Sociedade Campo Pequeno, que referiu a importância do aumento em 13% do total dos espectadorse no campo Pequeno, da garnde exposição mediática da festa aquando do debate do orçamento de Estado e das declarações infelizes da Ministra da Cultura e da vitória para a festa brava que foi o IVA voltar aos 6% do tempo pré-troika, frisando do importante que é o trabalho da Prótoiro na defesa da cultura tauromáquica; depois foi tempo para que Rui Bento, director de actividades tauromáquicas, falasse sobre a baixa de preços motivada pela baixa do IVA,  do enorme êxito que foi o Dia da TAruomaquia e nos apresentasse os primeiros cartéis já rematados da temporada e deixasse algumas notas sobre os cartéis ainda em aberto.

 

A temporada arranca a 11 de Abril com um curro de toiros de Dr. António Silva, ganadaria que comemora os seus 75 anos, e que será lidado por António Telles, Rui Fernandes e Duarte Pinto, com as pegas a cargo dos Forcados Amadores de Montemor e de Vila Franca.

 

A  16 de Maio terá lugar a segunda corrida do abono, com os cavaleiros Luís Rouxinol, Pablo Hermoso de Mendoza e João Moura Jr, com toiros de Romão Tenório e os Forcados Amadores de Lisboa e Évora.

 

18 de Maio terá lugar a novilhada de promoção de novos valores. Actuarão Mara Pimenta, Soraia Costa e Joaquim Brito Paes, e sendo segura já a participação do novilheiro Leonardo Passareira, estando em aberto os outros dois nomes e os Grupos de Forcados. Os novilhos serão de Passanha, Romão Tenório, Brito Paes, Murteira Grave, Varela Crujo e Calejo Pires.

 

A 8 de Junho regressará ao Campo Pequeno a Capeia Arraiana.

 

A 11 de Julho terá lugar a corrida de homenagem à Região Autónoma dos Açores e concurso de pegas. Actaurão os cavaleiros Ana Batista, Filipe Gonçalves, Tiago Pamplona, Manuel Telles Bastos, Miguel Moura e João Salgueiro da Costa. Forcados Amadores da T.T.Terceirense, Ramo Grande e Beja. Lidam-se toiros o Engº Jorge Carvalho que comemora 50 anos e debuta nesta praça.

 

A 25 de Julho lidam-se toiros de Murteira Grave, ganadaria que comemora 75 anos de existência. Cavaleiros: João Ribeiro Telles, Francisco Palha e Luís Rouxinol Jr. Forcados Amadores e Santarém e Coruche.

As restantes datas serão:

8 de Agosto, Corrida do Emigrante e comemorativa dos 35 anos de alternativa de Rui Salvador.

23 de Agosto, apresentação da ganadaria Calejo Pires.

5 de Setembro, apresentação de Guillermo Hermoso de Mendoza.

27 de Setembro, 75º aniversário do Grupo de Forcados Amadores de Lisboa, Pegam a corrida em solitário.

10 de Outubro, Corrida de Gala à Antiga Portuguesa.

Uma nota interessante: a nova imagem dos cartéis é uma agradável surpresa. Em cada corrida há um local histórico/emblemático da cidade de Lisboa a servir de pano de fundo.

 

tenta falé - grupo.JPGO ganadeiro Carlos Falé Filipe encerrou 6 novilhas para serem tentadas pelo matador de toiros Alberto Lamelas e pelos novilheiros Garcia Navarrete e Diogo Peseiro, sendo picador Dionísio Grilo.

 

O tentadero acabou por ser de grande nível, com uma novilha excelente e outras duas de muito boa nota, cumprindo as restantes e permitindo que os toureiros, embora sempre despertos e muito atentos, pudessem desfrutar com as suas boas e humilhadas investidas.

 

Essa excelente novilha tocou ao matador de toiros Alberto Lamelas que esteve em grande plano, e os dois novilheiros também se mostrarm em boa forma, com Garcia Navarrete a aproveitar muito bem a quinta novilha e Diogo Peseiro em grande plano na lide da que foi a última do tentadero.

 

E em cada lide de cada novilha, uma aula de toureio, pedagogia pura, a cargo do Maestro Tomás Campuzano.

 

Amanhã não perca a reportagem fotográfica desta excelente tenta e da camada para 2019.

Texto e foto: António Lúcio

 

O Cavaleiro Parreirita iniciou a sua temporada estreando-se em França no passado domingo e também num espectáculo à espanhola. Não poderia ter corrido melhor tendo saído em ombros com o corte de duas orelhas  e ficando já contratado para mais três corridas em França estando neste momento a organizar a sua temporada em Espanha. O "duende gitano" funcionou em pleno tendo estreado três cavalos novos na sua quadra e toureou com arte e emoção.
 
Foi em Arzacq, nos Pirinéus Atlanticos,uma espectacular praça onde se respira e vive aficion ,frente a novilhos de Antonio San Roman alternou com os Novilheiros Leandro Gutierrez ( 1 orelha), Manuel Vera ( 1 orelha), Cristian Parejo ( duas orelhas) e Clement Hargous ( silêncio).

 

CORTESIAS E HOMENAGENS

ANTÓNIO TELLES/JOÃO TELLES

1ª PEGA

RUI SALVADOR/FRANCISCO PALHA

2ª PEGA

ANTÓNIO JOÃO FERREIRA

NUNO CASQUINHA

MANUEL DIAS GOMES

LUÍS ROUXINOL/FILIPE GONÇALVES

3ª PEGA

RUI FERNANDES/JOÃO MOURAJR

4ª PEGA

 

FORCÃO DO SABUGAL

RECORTADORES

GILBERTO FILIPE E ANTÓNIO PINTO BASTO

 

DEMONSTRAÇÃO DE TOUREIO A CAVALO

DEMONSTRAÇÃO DE TOUREIO A PÉ

SEVILHANAS

 

EXTERIOR E SOCIAL

EXPOSIÇÃO DE TRAJES DE TOUREIO

EXPOSIÇÃO O TOIRO E O HOMEM

 

 

Depois do êxito do ano passado, voltará a haver um circuito de 3 eliminatórias deste concurso de toureio de salão e onde os jovens se podem inscrever nas modalidades de toureio de capote, bandarilhas e muleta.

Estarão divididos em grupos dos 6 aos 13 e dos 14 aos 18 anos e disputarão as eliminatórias nos dias 30 de Março no Montijo, de manhã, na Chamusca a 6 de Abril e em Alter do Chão a 7 de Abril. A final terá lugar no Campo Pequeno a 18 de Maio, dia da novilhada.

 

Esta 2ª edição do “Vem Tourear” conta com o apoio da Escola de Toureio do Montijo, Academia do Campo Pequeno e Clube Taurino da Chamusca, da Associação Nacional de Toureiros.

O festival taurino, de cuja análise nos ocuparemos noutro lugar, teve como momentos mais fortes, a homenagem dos toureiros a Joaquim Bastinhas , levando uma foto do mesmo que colocaram no centro da arena, sob fortíssima ovação, toureiros e forcados a fazerem um círculo em torno dessa imagem e com o público a ovacionar com força o texto que Miguel Vital leu sobre o toureiro.

A ANGF entregou ao Museu do Campo Pequeno o troféu Prestígio que havia ganho em 2017 e ainda um forcado que simbolizava todos os forcados que morreram em praça ou em consequência de uma pega.

IMG_8726.JPG

 

IMG_8729.JPG

 

IMG_8730.JPG

 

IMG_8556.JPG

Ao início da tarde teve lugar a demonstração de uma arte única no nosso País, talvez única no Mundo, que é a do forcão do Sabugal, zona interior do País onde esta forma de tauromaquia já é considerada Património Cultural Imaterial e que movimenta largas dezenas de milhar de pessoas em especial no mês de Agosto, em que todos os dias há encierros e capeias, comos emigrantes a patrocinarem muitos dos acontecimentos.

Momentos de destreza no manejo do forcão por parte de cerca de 30 homens, procurando esquivar e “lidar” as investidas do toiro, acabando depois com os pegadores do forcão a imobilizarem o toiro.

IMG_8600.JPG

Os Recortadores, que conhecem grande expressão no país vizinho, exibiram-se com cortes, quiebros e saltos frente a um bom toiro de Veiga Teixeira e tal como os pegadores do forcão, foram fortemente ovacionados, com as bancadas preenchidas em quase metade da lotação.

 

O cavaleiro Gilberto Filipe, campeão do Mundo de Equitação de trabalho exibiu-se de seguida em momentos magníficos de quitação, acompanhado pelo fadista António Pinto Basto e, no final, numa

IMG_8702.JPGmagnífica coreografia com uma bailarina e que fez as delícias do público.

Antes houve um curto apontamento de sevilhanas.

IMG_8630.JPG

 

Pág. 1/5