Saltar para: Posts [1], Pesquisa [2]

BARREIRA DE SOMBRA

Desde 13.06.1987 ao serviço da Festa Brava

BARREIRA DE SOMBRA

Desde 13.06.1987 ao serviço da Festa Brava

AMANHÃ NA RTP 1 – PRÓS E CONTRAS DEBATE A TAUROMAQUIA

18.11.18 | António Lúcio / Barreira de Sombra

As touradas e os Valores civilizacionais.
O espetáculo cumpre os atuais valores da civilização?
A política fiscal deve refletir esses princípios?
Os constrangimentos políticos, sociais e culturais.
Autarcas e cidadãos, juntos no maior debate da televisão portuguesa.
Prós e Contras, 2ª feira à noite na RTP1.

Veja o vídeo promocional do programa em: https://www.facebook.com/prosecontras/videos/266544467270087/?t=10

 

MANUEL ALEGRE AO JORNAL ONLINE OBSERVADOR

18.11.18 | António Lúcio / Barreira de Sombra

 “Quem não percebe a corrida também não percebe a poesia, não percebe a literatura”

O histórico socialista e escritor de reconhecidos méritos volta a defender a tauromaquia. Leia a notícia completa em https://observador.pt/2018/11/18/quem-nao-percebe-a-corrida-tambem-nao-percebe-a-poesia-nao-percebe-a-literatura/?fbclid=IwAR0reBGv2MJvF_lLIZDBjlHJETdTY8APvg5eyYgDSuMaEQ-lxr2Qjzo8HZs

MAIS DE 44% SÃO A FAVOR DE BAIXAR O IVA DAS TOURADAS PARA 6% - SONDAGEM EUROSONDAGEM/EXPRESSO

18.11.18 | António Lúcio / Barreira de Sombra

No seguimento da polémica quanto á taxa de IVA aplicável aos espectáculos tauromáquicos, o jornal Expresso deu a conhecer uma sondagem realizada pela Eurosondagem onde se ervela que  a maioria dos inquiridos são a favor do IVA mais reduzido.

Á pergunta "Acha que no âmbito do Orçamento de Estado os bilhetes para as touradas devem ver o IVA reduzido, como os outros espetáculos, de 13 para 6%", 44,1% respondem que sim e apenas 36,2% consideram que não.

Os que não sabem ou não respondem são 19,7%.

FICHA TÉCNICA Estudo de Opinião efetuado pela Eurosondagem S.A. para o Expresso e SIC, de 7 a 14 de NOVEMBRO de 2018. Entrevistas telefónicas, realizadas por entrevistadores selecionados e supervisionados. O Universo é a população com 18 anos ou mais, residente em Portugal Continental e habitando em lares com telefone da rede fixa. A amostra foi estratificada por Região (Norte – 20,4%; A.M. do Porto – 14%; Centro – 29,1%; A.M. de Lisboa – 26,5%; Sul – 10%), num total de 1.018 entrevistas validadas. Foram efetuadas 1.188 tentativas de entrevistas e, destas, 170 (14,3%) não aceitaram colaborar Estudo de Opinião. A escolha do lar foi aleatória nas listas telefónicas e o entrevistado, em cada agregado familiar, o elemento que fez anos há menos tempo, e desta forma aleatória resultou, em termos de sexo, (Feminino – 51,9%;0 Masculino – 48,1%) e, no que concerne à faixa etária, (dos 18 aos 30 anos – 16,7%; dos 31 aos 59 – 51,1%; com 60 anos ou mais – 32,2%). O erro máximo da Amostra é de 3,07%, para um grau de probabilidade de 95%. Um exemplar deste Estudo de Opinião está depositado na Entidade Reguladora para a Comunicação Social.

“SE SE PROIBISSEM OS TOIROS, O DESASTRE ECOLÓGICO SERIA BESTIAL”- FRANK CUESTA ACTVISTA ANTI-TAURINO

18.11.18 | António Lúcio / Barreira de Sombra

Reproduzimos, com a devida vénia, o texto publicado em torosyfaenas.com.mx sobre os documentários televisivos realizados por Frank Cuesta, conhecido animalista e anti-taurino e onde este se rende á tauromaquia após ter vivido por dentro o fenómeno taurino desde a herdade onde se criam os toiros e a lide em praça.

Clique  no link e leia http://torosyfaenas.com.mx/si-se-prohibieran-los-toros-el-desastre-ecologico-sera-bestial-frank-cuesta-reconocido-antitaurino/?fbclid=IwAR1cGkzZ-G8y7LadHVvFZkCOuhR-cPBicPZTZjql0-yGC2sn6V9FoJxK_FA