Saltar para: Posts [1], Pesquisa [2]

BARREIRA DE SOMBRA

Desde 13.06.1987 ao serviço da Festa Brava

BARREIRA DE SOMBRA

Desde 13.06.1987 ao serviço da Festa Brava

ANÁLISE DA TEMPORADA 2018 DO "BARREIRA DE SOMBRA" - AS GANADARIAS: O TOIRO BRAVO- SOB O SIGNO PINTO BARREIROS E SÃO TORCATO

28.10.18 | António Lúcio / Barreira de Sombra

GANADARIAS.JPG

AS GANADARIAS: O TOIRO BRAVO- SOB O SIGNO PINTO BARREIROS E SÃO TORCATO

O toiro de lide é um animal excepcional: pela sua beleza, pelo seu carácter, pela sua forma de investir, por transmitir perigo (real) e emoção. Quantos deles vimos serem aplaudidos na entrada na arena e na recolha, prémio máximo ao toiro bravo em Portugal, com chamada á arena do ganadeiro ou do maioral pelo seu comportamento excepcional.

 

Há ainda a registar aqueles que venceram os prémios de bravura e apresentação em várias corridas concurso de ganadarias.  E nesta temporada de 2018 assistimos  a 4 corridas-concurso de ganadarias: Salvaterra de Magos, Arruda dos Vinhos, Moita e Vila Franca de Xira.

 

13/05/18 – Salvaterra de Magos – Veiga Teixeira (bravura e apresentação) - Duplamente premiada foi a ganadaria de Veiga Teixeira, pelo excelente comportamento do quarto da fria tarde (climatologicamente falando) em Salvaterra. Um toiro de extraordinária presença e trapio, que foi bravo, com mobilidade e com classe e que, justamente, foi premiado no que a apresentação e bravura diz respeito, em decisão unânime dos 3 elementos do júri: D. Francisco de Mascarenhas, António Vasco Lucas e José Luís Gomes, após uma lide soberba do clássico dos clássicos António Ribeiro Telles.

 

16/08/18 – Arruda dos Vinhos - Dos seis, destacou-se pela qualidade das suas investidas o que saiu em primeiro lugar e era de Santiago. Levou o prémio “Câmara Municipal de Arruda dos Vinhos para Melhor Toiro”.

 

14/09/18 – Moita - E como se tratava de corrida concurso de ganadarias, diga-se que bravura não abundou e que a apresentação de alguns toiros ficou aquém da expectativa( dois toiros eram bizcos do piton esquerdo…). Venceu os troféus “Bravura” e “Apresentação” o toiro com ferro e divisa do Engº Jorge Carvalho marcado com o nº 52 e com o peso de 565 kg

 

07/10/18 – Vila Franca de Xira - A corrida concurso de ganadarias do domingo 7 em Vila Franca teve na ganadaria de São Torcato no capítulo dos toiros e em Francisco Palha no dos cavaleiros, os grandes triunfadores. Uma tarde onde o toureio raiou a grande altura e onde  a bravura, a classe e codícia nas investidas do toiro nº3 14, de 460kg da ganadaria de São Torcato, os expoentes máximos logo seguidos de perto pela brilhante actuação de Luís Rouxinol jr no último da tarde e que na opinião do júri também mereceu o prémio de bravura (foi um manso encastado!), sendo o prémio de Apresentação para o primeiro toiro da corrida, da ganadaria de António Silva.

 

Mas houve outros toiros de nota destacada e curros que se destacaram na temporada onde Pinto Barreiros e São Torcato foram os grandes triunfadores no capítulo ganadeiro. Vejamos o que, ao longo da temporada fomos escrevendo sobre o comportamento dos toiros.

 

05/05/18 – Vila Franca de Xira - grande actuação de João d’Alva frente a um excelente erale de Falé Filipe, com o ganadeiro a dar volta com o jovem novilheiro e o público a ovacionar fortemente o erale no final da lide.

 

21/06/18 - Lisboa, Campo Pequeno - Este cartel tinha como principal aliciante o curro de toiros de Veiga Teixeira e que, á excepção do que tocou em segundo lugar a Marco José, deu bom jogo, com destaque para 1º, 4º e 6º da ordem, motivando a justa chamada do ganadeiro à arena após lide do sexto. Foram bons colaboradores para os toureiros que vieram a Lisboa em busca de uma oportunidade.

 

30/06/18 – Montijo - O curro de toiros de António Charrua, muito no tipo da ganadaria alentejana, teve bastante qualidade, destacando-se o bravo primeiro, com boa nota o segundo e cumprindo com nobreza e suavidade os restantes, justificando a chamada do maioral após a lide do quinto da ordem.

 

19/07/18 -Lisboa, Campo Pequeno - Falamos muitas vezes que o toiro é o eixo fundamental da Festa, que sem ele não existiriam as corridas e vice-versa. Queixamo-nos muitas vezes de que não sai o toiro com idade, peso e trapio, com bravura, casta, mobilidade que proporcionam a emoção nas bancadas e obrigam os toureiros a aplicarem-se a fundo. Na verdade, quando sai o toiro-toiro que reúne estes predicados nem todos têm argumentos para se impor ou apenas em contadas vezes em cada lide o são capazes de fazer. E ferros bons nesta noite no Campo Pequeno, os dedos das duas mãos chegam para os contar… Triunfo forte da ganadaria de Pinto Barreiros e de Joaquim Alves, ganadeiro experiente e conhecedor e que conseguiu recuperar os atributos que fizeram desta ganadaria um caso sério de sucesso no século passado. Dois toiros de elevada nota, segundo e quinto, nos quais deu volta com o cavaleiro e escutou fortes ovações, foram a cereja no topo do bolo de uma corrida muito bem apresentada, com boas condições de lide no geral e onde apenas o terceiro nos pareceu a menos na qualidade devido a prováveis problemas de visão que se foram acentuando ao longo da lide. Parabéns pelo magnífico curro apresentado em Lisboa.

 

28/07/18 – Caldas da Rainha - Os toiros de Fernandes de Castro cumpriram no geral e trouxeram emoção ao espectáculo. O ganadeiro deu volta á arena após a lide do 5º.

 

02/08/18 – Lisboa, Campo Pequeno -  Emoção não faltou com os toiros de São Torcato e o ganadeiro foi premiado com volta á arena após a lide do 5º da ordem.

 

05/08/18 – Abiul - E duas voltas á arena, justíssimas, para o ganadeiro Joaquim Grave após a lide dos bravos 4º e 6º da ordem, o primeiro muito bem lidado por Filipe Gonçalves e o segundo pelo matador Octávio Chacón.

 

15/08/18 – Caldas da Rainha - Os toiros de Dr. António Silva, muito bem apresentados e com trapio, deram condições de lide desiguais, encastados e a pedirem contas a cavaleiros e forcados, trouxeram emoção ás bancadas.

 

23/08/18 – Baião - A volta a praça de José Luís Gomes, após a lide do último da tarde, enquanto representante da ganadaria Fontembro, foi justa e merecida. Um bom curro merece ser destacado. (José Andrade)

 

24/08/18Lisboa, Campo Pequeno - O curro enviado pela ganadaria Murteira Grave estava muito bem apresentado, algumas estampas de toiro de lide, com trapio, e teve um comportamento díspar sendo os dois últimos claramente os melhores dos seis que se lidaram.

 

02/09/18Montemor-o-Novo - Montemor foi praça cheia e a ganadaria de Pinto Barreiros foi a grande triunfadora da tarde pela magnífica presença e trapio dos toiros e pela grande qualidade do primeiro e do sexto, este com honras de voltar para o campo. 

 

11/09/18 – Moita - Um bom curro de toiros que veio das alentejanas planícies do Redondo ostentando ferro e divisa da ganadaria Falé Filipe  veio a permitir o brilho dos três toureiros já que as qualidades que os toiros demonstraram, com destaque para o saído em segundo lugar, com uma investida de muita classe, sempre pro baixo e a perseguir os voos da muleta repetindo as investidas. Em termos de apresentação e trapio, nota superior para estes toiros.

 

22/09/18 – Elvas - Foram bons os dois toiros de Paulo Caetano.

 

A listagem final da nossa temporada quanto ás ganadarias que vimos lidar (43), ficou assim ordenada:

GANADARIAS

CORRIDAS

TOIROS

Falé Filipe

6

23

São Torcato

5

20

Murteira Grave

3

18

António Silva

6

16

Passanha

5

16

Veiga Teixeira

5

16

Canas Vigoroux

4

14

Pinto Barreiros

3

13

Fernandes de Castro

5

11

Palha

3

11

David Ribeiro Telles

2

10

Vinhas

2

10

António Charrua

2

9

Calejo Pires

2

7

Fontembro

2

7

Maria Guiomar Moura

2

7

Prudêncio

4

7

Santos Silva

2

7

El Parralejo

1

6

Manuel Cary

1

6

Mata o Demo

1

6

Paulino Cunha e Silva

1

6

Paulo Caetano

2

6

Vale Sorraia

1

6

Zalduendo

1

6

Jorge Carvalho

2

4

Rodolfo Proença

1

4

Silva Herculano

3

4

Varela Crujo

2

3

Santa Maria

2

2

Sociedade das Silveiras

1

2

Conde de la Maza

1

1

Cunhal Patrício

1

1

Dolores Aguirre

1

1

Higino Soveral

1

1

João Ramalho

1

1

José Luis Cochicho

1

1

Lopes Branco

1

1

Manuel Veiga

1

1

Miura

1

1

Passanha Sobral

1

1

Rio Frio

1

1

Santiago

1

1