Saltar para: Posts [1], Pesquisa [2]

BARREIRA DE SOMBRA

Desde 13.06.1987 ao serviço da Festa Brava

BARREIRA DE SOMBRA

Desde 13.06.1987 ao serviço da Festa Brava

ANA RITA 4 ORELHAS E 1 RABO EM CAZALLA DE LA SIERRA. ACTUARAM OS FORCADOS DE ARRUDA

19.08.18 | António Lúcio / Barreira de Sombra

Cazalla de la Sierra (Sevilha) Toiros de Santiago Domecq. Ana Rita, 2 orelhas e 2 orelhas e rabo; Sebastián Fernández, orelha e 2 orelhas; e Alejandro Rodríguez, volta e orelha.

Actuaram os Forcados de Arruda dos Vinhos com pegas por intermédio de Nuno Pereira à primeira, Pedro Sabino à terceira a emendar João Ferreira e Rui Varelas à segunda tentativa.

FINAL DE AGOSTO COM MUITOS ESPECTÁCULOS TAURINOS

19.08.18 | António Lúcio / Barreira de Sombra

 

CAETANOS E BASTINHAS EM ELVAS A 22 DE SETEMBRO

19.08.18 | António Lúcio / Barreira de Sombra

A tradicional corrida de toiros integrada na festa do São Mateus em Elvas, realiza-se no próximo dia 22 de Setembro, pelas 22 horas, no Coliseu Rondão de Almeida. Comemorando os 10 anos de alternativa do cavaleiro Marcos Bastinhas, integram o cartel desta corrida os cavaleiros Paulo Caetano, Joaquim Bastinhas, João Moura Caetano e Marcos Bastinhas.

 

Serão lidados 2 toiros da ganadaria "Paulo Caetano" e 4 de "Rudolfo Proença", estando as pegas a cargo dos Grupos Forcados Amadores de Évora e Académicos de Elvas."

PAN ENVOLVIDO NA INVASÃO À PRAÇA DE TOIROS DE ALBUFEIRA

19.08.18 | António Lúcio / Barreira de Sombra

Ação levada a cabo por candidato pelo partido à câmara da Moita

 

O partido das Pessoas, dos Animais e da Natureza promove ações provocatórias e de alteração à ordem pública. Hélder Silva, um dos três invasores da Praça de Toiros de Albufeira, foi candidato pelo PAN à câmara municipal da Moita nas autárquicas do ano passado.

 

PróToiro – Federação Portuguesa de Tauromaquia reprova e considera inaceitável que um partido com assento parlamentar incentive ações provocatórias e ilegais, com o objetivo de desencadear uma reação e apresentar-se como bastião da moral e dos bons costumes.

 

O direito à manifestação não pode ser confundido com iniciativas orquestradas de ações criminosas de distúrbios públicos, que põem em causa a segurança e direitos dos cidadãos. 

 

PróToiro repudia e condena situações como as que se verificaram em Albufeira. Preocupada com o aumento do número de ações de destabilização da ordem pública, levada a cabo por movimentos antitaurinos e animalistas, a PróToiro exige alterações à legislação que efetivamente desencorajem a estas ações.

 

Perante o histórico de distúrbios públicos provocados por estes movimentos nacionais e internacionais, a PróToiro vai pedir ao Ministério da Administração Interna uma reunião de forma a alertar para estes problemas e salvaguardar a segurança pública e os direitos de todos os cidadãos, sejam eles pró ou antitaurinos. 

 

Nos últimos anos, são conhecidos os casos de vandalismo do património tauromáquico (praças e materiais publicitários), confrontos com aficionados (Viana do Castelo, 2012), confrontos entre manifestantes e PSP (Viana do Castelo, 2013) e Praia de Mira (2014), invasões de arenas no Campo Pequeno (2016 e 2017) e agora Albufeira, com as consequências lamentáveis que se conhecem.

ESTAVA EM ALBUFEIRA O ATIVISTA ANTITAURINO QUE FOI SUSPEITO DE QUERER MATAR A RAINHA BEATRIZ POR USAR PELES

19.08.18 | António Lúcio / Barreira de Sombra

A Prótoiro remete-nos para uma noticia do Dn onde se explicita a índole e tipo de actuações criminosas que o antitaurino responsável pela invasão da arena de Albufeira já cometeu. 

 

É muito importante que os aficionados e sociedade em geral saibam de que tipo de pessoas se está a falar, pelo que aqui vos deixamos o link da notícia

 

https://www.dn.pt/pais/interior/o-ativista-que-foi-suspeito-de-querer-matar-a-rainha-beatriz-por-usar-peles-9725780.html