Saltar para: Posts [1], Pesquisa [2]

BARREIRA DE SOMBRA

Desde 13.06.1987 ao serviço da Festa Brava

BARREIRA DE SOMBRA

Desde 13.06.1987 ao serviço da Festa Brava

PALHAS NUM INÉDITO E HISTÓRICO MANO A MANO EM CORUCHE!

12.03.18 | António Lúcio / Barreira de Sombra

A Empresa De Caras, Tauromaquia, Lda. Anuncia o regresso dos Palhas a Coruche num mano a mano Inédito! A Ganadaria Triunfadora da temporada 2017 na Praça de Toiros de Coruche regressa para um mano a mano inédito entre os dois principais triunfadores da corrida de Setembro passado! Francisco Palha e Luís Rouxinol Jr! Os dois jovens que mais se destacaram na última corrida aceitaram o desafio da empresa De Caras, Tauromaquia, Lda., para o confronto mais importante das suas vidas, um mano a mano diante da mais temida ganadaria portuguesa, um confronto que os pode catapultar definitivamente para o estrelato na arte de marialva! Na cara dos poderosos e temíveis Palhas, os Grupos de Forcados Amadores de Lisboa e Coruche, os comandados de Pedro Maria Gomes e José Macedo Tomas irão ter a sua prova de fogo diante da centenária Ganadaria Palha!

Domingo 27 maio 2018 em Coruche o mano a mano inédito, senão mesmo histórico para a afición Portuguesa!

Desconhecimento e demagogia na Associação Académica de Coimbra

12.03.18 | António Lúcio / Barreira de Sombra

Movimento ‘Coimbra dos Estudantes’ critica argumentação de Alexandre Amado,
a quem acusa de tentar impor gostos pessoais à academia coimbrã

Na véspera da realização do referendo à continuidade da Garraiada na Queima das Fitas, um dos momentos mais marcantes da academia coimbrã, Ricardo Marques, presidente do movimento ‘Coimbra dos Estudantes’, vem qualificar como demagógicas as declarações de Alexandre Amado, presidente da Associação Académica de Coimbra.

“Está a usar o cargo que ocupa para impor os seus gostos pessoais a toda a comunidade estudantil de Coimbra. Toda a argumentação apresentada revela um total desconhecimento do que acontece neste momento importante na vida dos estudantes”, afirma Ricardo Marques, concretizando: “Na Garraiada de Coimbra não é provocado qualquer dano ao animal. É uma brincadeira, com acrobacias e pegas”.

Para reforçar o respeito pela vida do animal, respeito esse colocado em causa pelas declarações de Alexandre Amado, o presidente do movimento ‘Coimbra dos Estudantes’ realça a presença de uma equipa veterinária no recinto: “Há sempre um veterinário a acompanhar a Garraiada, para garantir as condições de bem-estar animal. Mais, no final da festa, o toiro é devolvido a casa, voltando para o campo de onde veio”.

Além da questão do bem-estar, Ricardo Marques critica o recurso à demagogia quando Alexandre Amado considera que a garraiada dá prejuízo: “Nessa linha de raciocínio, então é melhor acabar já com a própria ‘Queima das Fitas’, pois praticamente nenhuma atividade da Queima é lucrativa”.