Saltar para: Posts [1], Pesquisa [2]

BARREIRA DE SOMBRA

Desde 13.06.1987 ao serviço da Festa Brava

BARREIRA DE SOMBRA

Desde 13.06.1987 ao serviço da Festa Brava

ANÁLISE DA TEMPORADA DE 2017 DO BARREIRA DE SOMBRA - OS NOSSOS NÚMEROS DA TEMPORADA

04.11.17 | António Lúcio / Barreira de Sombra

ABERTURA 2017.JPGOs números da temporada do “Barreira de Sombra”

Tal como nos anos anteriores, apenas iremos analisar a temporada do “Barreira de Sombra, ou seja, os espectáculos em que estivemos presentes. Fazemos a nossa análise ao que vimos, vivemos e sentimos no decurso da temporada iniciada em Mourão a 1 de Fevereiro e terminada a 28 de Outubro em Azambuja, num total de 61 espectáculos tauromáquicos, dos quais 3 de recortadores, modalidade não supervisionada pela IGAC e não incluída no actual Regulamento do Espectáculo Tauromáquico.

 

Começamos por dar a conhecer o tipo de espectáculos a que assistimos, em que praças, que toureiros e forcados vimos lidar e pegar, de que ganadarias vimos lidar toiros e novilhos, quem foram os directores de corrida e veterinários.

 

Depois iremos analisar a temporada das 3 praças onde maior número de espectáculos vimos lidar. E, posteriormente a análise aos toureiros por categoria.

 

  1. Espectáculos

Assim, os espectáculos a que assistimos em 2017 foram divididos pelas seguintes categorias e valores absolutos e percentuais:

 

TIPO DE ESPECTÁCULO

QUANTIDADE

%

Corrida à Portuguesa

26

42,62

Corrida Mista

15

24,59

Novilhada

9

14,75

Festival

8

13,11

Recortadores

3

4,92

Totais

61

100

  1. Praças de Toiros

Estivemos presentes em 22 praças de toiros (apenas 3 desmontáveis), sendo que a respectiva classificação ficou assim ordenada (em total de espectáculos assistidos)

 

PRAÇA

Total

Campo Pequeno

14

Vila Franca

8

Moita

6

Montijo

3

Sobral de Monte Agraço

3

Alcochete

2

Arruda dos Vinhos

2

Cabo da Lezíria

2

Caldas da Rainha

2

Figueira da Foz

2

Mourão

2

Póvoa de Varzim

2

Santarém

2

Abiul

1

Azambuja

1

Baião

1

Cartaxo

1

Chamusca

1

Coruche

1

Évora

1

Ponte de Lima

1

Salvaterra de Magos

1

Vila Boim

1

Vila Viçosa

1

  1. Cavaleiros de Alternativa

CAVALEIROS DE ALTERNATIVA

CORRIDAS

TOIROS

António Telles

15

26

Luis Rouxinol

12

23

Francisco Palha

12

19

Filipe Gonçalves

11

18

Manuel Telles Bastos

10

14

João Ribeiro Telles

6

12

João Moura Jr

6

10

Luís Rouxinol Jr

8

10

Ana Batista

7

9

Diego Ventura

4

9

João Moura

5

9

Rui Salvador

7

9

João Moura Caetano

5

8

Marcos Bastinhas

5

8

Rui Fernandes

5

8

Miguel Moura

4

7

João Maria Branco

2

3

Leonardo Hernandez

2

3

Pablo Hermoso de Mendoza

1

3

Parreirita Cigano

3

3

Duarte Pinto

2

2

Jacobo Botero

2

2

João Salgueiro Jr

1

2

Brito Paes

1

1

Francisco Cortes

1

1

Manuel Manzanares

1

1

Manuel Jorge Oliveira

1

1

Paulo Jorge Santos

1

1

Tito Semedo

1

1

  1. Cavaleiros Praticantes e Amadores

CAVALEIROS PRATICANTES

CORRIDAS

TOIROS

Francisco Correia Lopes

6

6

Luís Rouxinol Jr

3

5

Manuel Oliveira

4

4

Soraia Costa

3

4

David Gomes

1

2

Ricardo Cravidão

2

2

António Prates

1

1

Francisco Núncio

1

1

José Moreira

1

1

CAVALEIROS AMADORES

CORRIDAS

TOIROS

António Ribeiro Telles filho

3

3

Joaquim Brito Paes

2

2

  1. Grupos de Forcados Amadores

GRUPO DE FORCADOS

CORRIDAS

TOIROS

Vila Franca

9

28

Alcochete

7

23

Santarém

8

23

Montijo

6

16

Ap. Moita

5

15

Coruche

4

15

Évora

6

15

Lisboa

5

13

Montemor

4

12

Ap. Chamusca

3

7

Ribatejo

3

7

Azambuja

2

6

Caldas daRainha

2

6

T T Montijo

2

6

Arruda dos Vinhos

2

5

Cartaxo

2

5

Chamusca

2

4

Moita

2

4

Monsaraz

2

4

Tert. Taur. Terceirense

1

4

Arronches

1

3

Coimbra

1

3

Póvoa São Miguel

2

3

Selecção Cabos ANGF

1

3

Turlock

1

3

ABV Alcochete

1

2

Acad. Elvas

1

2

São Manços

1

2

Tomar

1

2

  1. Matadores de Toiros

MATADORES

CORRIDAS

TOIROS

Manuel Dias Gomes

8

11

Juan José Padilla

4

8

António João Ferreira

5

7

Roca Rey

2

5

Juan Leal

3

4

El Fandi

2

3

José Maria Manzanares

1

3

Juan del Álamo

2

3

Antonio Ferrera

1

2

El Juli

1

2

Manuel Escribano

1

2

Morante de la Puebla

1

2

Nuno Casquinha

1

2

Paco Velásques

1

2

Sebastian Castella

1

2

Curro Diaz

1

1

El Cartujano

1

1

El Cid

1

1

Morenito de Aranda

1

1

Paco Ureña

1

1

Uceda Leal

1

1

Vitor Mendes

1

1

  1. Novilheiros

NOVILHEIROS

CORRIDAS

TOIROS

João D'Alva

8

8

Luís Silva

5

5

Joaquim Ribeiro Cuqui

3

4

Paula Santos

4

4

Carlos Dominguez

2

2

Diogo Peseiro

2

2

Rui Jardim

2

2

Alvaro Pasalacqua

1

1

Clemente Jaomes

1

1

Ivan Valadares

1

1

João Carranca (amador)

1

1

Jorge Molina

1

1

Juan Pablo Llaguno

1

1

Juanito

1

1

Lucas Miñana

1

1

Manuel Perera

1

1

Pablo Aguado

1

1

Sérgio Nunes

1

1

  1. Ganadarias

GANADARIA

CORRIDAS

TOIROS

Murteira Grave

10

26

Calejo Pires

5

19

Falé Filipe

7

18

Manuel Veiga

6

18

David Ribeiro Telles

9

17

Veiga Teixeira

6

16

Canas Vigoroux

5

15

Vinhas

7

14

Passanha

5

13

Prudêncio

6

13

Gregório OLiveira

5

12

Irmãos Moura Caetano

2

12

Mata o Demo

3

10

Paulo Caetano

4

9

Pinto Barreiros

4

9

Cunhal Patricio

2

8

António Charrua

2

7

Guiomar Moura

4

7

Jorge Carvalho

4

7

J L V e Souza d'Andrade

1

6

Vale Sorraia

1

6

Fernandes de Castro

5

5

Fontembro

2

5

Herdade de Camarate

1

5

Lopes da Costa

1

5

Manuel Dias

1

5

Varela Crujo

2

5

António Silva

4

4

Juan Pedro Domecq

2

4

Luis Rocha

4

4

Monte Cadema

1

4

Palha

4

4

Pontes Dias

2

4

Rodolfo Proença

1

4

Casa Avó

1

3

José Luis Pereda

1

3

Santa Maria

1

3

São Torcato

2

3

Branco Núncio

2

2

Diego Ventura

2

2

Garcigrande

1

2

La Dehesa

1

2

Nuñez del Cuvillo

1

2

Oliveira Irmãos

2

2

Romão Tenório

2

2

Santiago

2

2

Ascensão Vaz

1

1

Benjumea

1

1

Brito Paes

1

1

Charrua

1

1

Condessa de Sobral

1

1

El Capea

1

1

Hermanos Garcia Jiménez

1

1

João Ramalho

1

1

José Luis Cochicho

1

1

LA Rosaleda

1

1

Lampreia

1

1

Lopes Branco

1

1

Miura

1

1

Nuno Casquinha

1

1

Torre de Onofre

1

1

  1. Directores de Corrida

DIRECTOR

CORRIDAS

Rogério Jóia

10

Manuel Gama

9

João Cantinho

8

Francisco Calado

7

Pedro Reinhardt

6

Tiago Tavares

6

Lourenço Luzio

5

Sem director

5

Agostinho Borges

3

Marco Gomes

2

  1. Veterinários

VETERINÁRIO

CORRIDAS

Jorge Moreira da Silva

15

José Manuel Lourenço

13

Carlos Santos

10

José Luis Cruz

9

sem veterinário

5

Hugo Rosa

4

Ana Gomes

1

João Infante

1

Matias Guilherme

1

Vila Boim

1

Vila Viçosa

1

ANÁLISE DA TEMPORADA DE 2017 DO BARREIRA DE SOMBRA - UMA BREVE ABORDAGEM

03.11.17 | António Lúcio / Barreira de Sombra

20170401_131200.jpg

 Na temporada comemorativa dos 30 anos de crítico tauromáquico, decidi acompanhar um maior número de espectáculos tauromáquicos, em especial os que tinham toureio a pé, aproveitando para ver em acção jovens e veteranos, novilheiros e matadores, alguns dos quais grandes figuras da tauromaquia.

 

Houve cartéis de grande categoria na sua montagem e aos quais o grande público não reagiu com a sua passagem nas bilheteiras, situação sobre a qual importa reflectir pois os empresários que apostaram nessas corridas perderam somas consideráveis de dinheiro e alguns dos espectáculos não tiveram importância artística transcendente que se julgava pudessem vir a ter.

 

Houve ilusões no princípio da temporada (como sempre) e que se foram esfumando (como sempre) ao longo do ano. E houve espectáculos como os dos recortadores que foram uma interessante lufada de ar fresco, culminando com uma lotação esgotada em Vila Franca de Xira na final do Ciclo que teve lugar na Feira de Outubro.

 

Feira de Outubro de Vila Franca que acabou por ser um final pouco feliz na temporada da “Palha Blanco” com todos os problemas motivados pelos toiros e pela falta de público e pelas condicionantes existentes no local devido às esperas e largadas de toiros. E se em Vila Franca a tradição manda muito, há também muito que mudar. Disso falaremos mais adiante quando analisarmos a temporada da praça vila-franquense.

 

Mas já em Junho, em Santarém, e com dois cartéis recheados de figuras de nível mundial, a 10 e 17, faltou público e não fossem a entrega de El Juli e de Padilla e o fiasco teria sido ainda maior. Desligada da Feira do Ribatejo há muitos anos, é necessário criar uma âncora importante, seja de novo um programa de rádio ou de televisão de grande audiência, como era o «Despertar» da Rádio Renascença de Sala e da amiga Olga, ou um grande patrocinador, uma grande marca, para que Santarém possa voltar a encher. O público não é o mesmo, a região vai-se despovoando, as oferta do CNEMA (que nunca quis entender-se e criar uma parceria com as empresas da praça “Celestino Graça”) na feira são muitas e a um preço quase simbólico, e há toureiros que dizem pouco na capital do Ribatejo.

 

Em Agosto, a Feira taurina de Alcochete marcou o contraponto, teve gente, teve qualidade e bons espectáculos mantendo-se fiel ao lema do toiro-toiro. A lotação da bonita e bem cuidada praça é curta mas os êxitos foram grandes e assim se mantém há muitos anos.

 

Depois, a Moita do Ribatejo. O grande público não aderiu à renovação de cartéis que a empresa propôs e o fracasso de bilheteira foi grande. Houve toiros, houve toureiros, falharam os Forcados do Aposento da Moita e há ainda a registar o episódio dramático e infeliz que foi a morte do forcado Fernando Quintella dos Amadores de Alcochete.

 

O Campo Pequeno comemorou 125 anos de existência. Teve cartéis bons, outros assim-assim, teve toiros que não deviam pisar a arena de Lisboa, deixou toureiros importantes de fora. Teve 3 lotações esgotadas e editou um livro que fica para a história com momentos marcantes da história da praça de toiros de Lisboa.

 

No aspecto ganadeiro há vários momentos para recordar e deles falaremos detalhadamente quando analisarmos as ganadarias que vimos lidar. Resumidamente, a ganadaria Murteira Grave triunfou claramente, seguida pela de Prudêncio com os novos produtos da linha Campos Peña a darem bons resultados. Veiga Teixeira manteve o interesse, tal como os toiros de Jorge Carvalho e os novilhos de Calejo Pires.

 

No toureio a cavalo assistimos a uma temporada onde António Telles consolidou a sua posição de mestre desta arte. Luís Rouxinol teve alguns bons momentos numa temporada algo atípica, dividindo alguns espectáculos com o seu filho que tirou a alternativa em Lisboa e se foi afirmando no decurso da temporada. Diego Ventura mostrou o seu poderio e classe no Montijo frente aos toiros de Canas Vigoroux e em Vila Franca no festival de encerramento da temporada frente a um bravo Prudêncio.

 

Dos mais novos, Moura Caetano marcou pontos tal como João Telles Jr e Francisco Palha para além dos irmãos Moura. Para ver e rever, esperando-se que “se piquem” mais e com outros toiros e que o público marque presença nessas corridas em que se anunciem.

 

Forcados, os eternos românticos da Festa, os que, em Portugal, pagam esse romantismo, essa forma de abrir os braços, de peito aberto, desafiando os toiros, com a própria vida. Pedro Primo e Fernando Quintella foram os heróis que perderam a vida nas arenas e por quem os aficionados choraram nesta temporada.

 

Grandes pegas de caras, momentos emotivos, a par de outros de claro falhanço por falta de ajudas, por deficientes colocações dos toiros para as pegas, de desconhecimento da técnica necessária para bem ajudar os forcados de cara. Destacaremos também as grandes pegas ou actuações de conjunto quando nos detivermos no capítulo relativo à forcadagem.

 

No toureio a pé, Lisboa foi de extremos: da idolatria à vaia a Padilla, ninguém poupou o matador de Jerez pela sua fraquíssima prestação na sua última passagem por Lisboa depois de dali ter saído em ombros, Saída que foi forçada em Santarém e em Vila Franca como em devido tempo escrevemos. Manzanares toureou de sonho em Lisboa, tal como Dias Gomes o viria a fazer ao passo que Casquinha o fez também no seu regresso a Vila Franca. Santarém teve El Juli em grande e Morante em tom menos que menor. Roca Rey e Castella estiveram na Moita com bons momentos e muitas interrogações se colocam para 2018 onde os jovens João D’Alva e Luís Silva espreitam oportunidades.

 

Nestas notas iniciais da nossa análise ao que vimos na temporada de 2017, uma palavra quando ao público, Contestam claramente a repetição dos cartéis, com toureiros mais veteranos e, ao mesmo tempo, pasme-se, não marcam presença nos cartéis com os jovens toureiros ou, mesmo naqueles que são claramente diferentes como nas mistas ou em corridas em que estão presentes grandes figuras do toureio mundial.

 

O grande público conhece seguramente quase ou mesmo todos os nomes, todos os toureiros de a pé que actuaram em 2017 em Portugal. Poderá haver um ou outro toureiro que não seja tanto mas nos locais onde se trabalhou bem ao longo dos anos, os resultados estão â vista (Abiúl é o exemplo).

 

Dizer que um cartel com Ventura, Morante e Juli não tem interesse, ou o mesmo por Ventura/Roca Rey, ou ainda Fandi/Del Álamo, etc, não me parece minimamente justo. Até porque muitas corridas só com cavaleiros também não tiveram grande adesão de público.

 

Será que o custo de vida, o custo de cada bilhete (e alguns cartéis eram bem caros e tinham bilhetes a 15 euros), o grande número de espectáculos concentrados em poucos dias de uma semana, obrigam as pessoas a escolhas mais apertadas? Creio seguramente que sim. Mas também se houvesse um toureiro português capaz de enlouquecer as pessoas…

 

Mas também acredito que se a RTP tivesse um papel dinâmico na promoção e divulgação da corrida de toiros e não se limitasse a uma mísera transmissão de 3 espectáculos na temporada, outro galo cantaria.

 

Teremos, seguramente, tempo durante este defeso para abordarmos, serenamente como se impõe, todas estas questões.

(CONTINUA)

FEIRA NACIONAL DO CAVALO – GOLEGÃ 2017 – O PROGRAMA

03.11.17 | António Lúcio / Barreira de Sombra

Golegã-cartaz_2017.jpg

03 de Novembro

08:00 Concurso Nacional Especial de Saltos de Obstáculos | Show Jumping (Hippos Centro de Alto Rendimento de Desportos Equestres)
14:00 Taça de Portugal de Equitação de Trabalho – Prova de Ensino | Portuguese Cup Working Equitation (Largo do Arneiro)
15:30 CAN Concurso de Atrelagem Nacional 2* – Prova de Ensino | Horse Driving National Competition (Hippos Centro de Alto Rendimento de Desportos Equestres)
22:00 Espetáculo Equestre | Equestrian Show (Largo do Arneiro)

 

04 de Novembro

09:00 Concurso Nacional Especial de Saltos de Obstáculos | Show Jumping (Hippos Centro de Alto Rendimento de Desportos Equestres)
09:00 Concurso de Resistência Equestre – Partida | Departure Endurance Competition (Largo do Arneiro)
09:00 Taça de Portugal de TREC – POR – Prova de Orientação – Partida | TREC Guidance Portuguese Cup (Largo do Arneiro)
09:00 XX Open Golegã FNC | Tennis Open (Campo de Ténis)
11:00 CAN Concurso de Atrelagem Nacional 2* – Prova de Maratona | Horse Driving Competition – Marathon (Quinta da Labruja)
14:00 Taça de Portugal de Equitação de Trabalho – Prova de Maneabilidade | Portuguese Cup Working Equitation (Largo do Arneiro)
19:00 Entrega de Prémios do Concurso de Resistência Equestre | Endurance Competition Prize Giving (Largo do Arneiro)
21:00 Concurso Nacional Especial de Saltos de Obstáculos – Potência (Prova das 6 barras) II Troféu Pedro Faria | Show Jumping (Largo do Arneiro)

 

05 de Novembro

09:00 Concurso Nacional Especial de Saltos de Obstáculos | Show Jumping (Hippos Centro de Alto Rendimento de Desportos Equestres)
09:00 Taça de Portugal de TREC – MA (Medição de Andamentos) | TREC Measurement and Movements Portuguese Cup (Quinta da Labruja)
09:00 XX Open Golegã FNC | Tennis Open (Campo de Ténis)
11:00 Taça de Portugal de TREC – PTV (Percurso em terreno variado) | TREC Portuguese Cup (Quinta da Labruja)
11:30 Concurso de Atrelagem Nacional 2*– Prova de Cones | Horse Driving Competition (Largo do Arneiro)
12:30 Entrega de Prémios do CAN 2* | Prize Giving (Largo do Arneiro)
15:00 Taça de Portugal de Equitação de Trabalho – Prova de Velocidade | Dressage of Working Equitation Portuguese Cup (Largo do Arneiro)

 

06 de Novembro

09:00 IV Campeonato Nacional Inter Escolar de Equitação (I Jorn.) – Prova de Ensino | Championship Schools Equitation (Largo do Arneiro)
21:00 IV Campeonato Nacional Inter Escolar de Equitação (I Jorn.) – Prova de Volteio por Equipas | Championship Schools Equitation (Picadeiro Lusitanus)

 

7 de Novembro

09:00 Concurso de Dressage Nacional – Prova P2, E2 e M2 | National Dressage Competition (Hippos Centro de Alto Rendimento de Desportos Equestres)
10:00 IV Campeonato Nacional Inter Escolar de Equitação (I Jorn.) – Prova de Saltos de Obstáculos | Championship Schools Equitation (Largo do Arneiro)
15:00 Concurso de Dressage Nacional – Prova C2 | National Dressage Competition (Hippos Centro de Alto Rendimento de Desportos Equestres)
15:00 IV Campeonato Nacional Inter Escolar de Equitação (I Jorn.) – Prova de Cross por Equipas | Championship Schools Equitation (Quinta da Labruja)
16:00 Prova de Cross por Equipas | Team Cross (Quinta da Labruja)
19:00 IV Campeonato Nacional Inter Escolar de Equitação (I Jorn.) – Entrega de Prémios | Championship Schools Equitation (Largo do Arneiro)

 

08 de Novembro

09:30 V Jornadas do Grupo de Trabalho de Investigação em Equídeos | Journeys of the Working Group of Equidae Research
10:00 Concurso de Dressage Nacional – Prova P3, E3 e M3 | National Dressage Competition (Hippos Centro de Alto Rendimento de Desportos Equestres)
15:00 Concurso de Dressage Nacional – Prova C3 e S. Jorge | National Dressage Competition (Hippos Centro de Alto Rendimento de Desportos Equestres)
15:00 Prova de Equitação à Portuguesa – Prova Nível B e A | Portuguese Equitation Tests (Hippos Centro de Alto Rendimento de Desportos Equestres)
20:30 Troféu Marquês de Marialva – Concurso de Dressage Nacional – Prova livre com música – Nível Internacional (Free-Style) | National Dressage Competition (Largo do Arneiro)
22:30 Espetáculo Equestre – Centro Equestre da Lezíria Grande | Horse Show (Largo do Arneiro)

 

9 de Novembro

09:00 XX Open Golegã FNC | Tennis Open (Campo de Ténis)
10:00 LVII Concurso Nacional de Apresentação do Cavalo de Sela FNC e XIX Concurso Nacional de Apresentação do Cavalo de Sela da Feira Internacional do Cavalo Lusitano (Largo do Arneiro)
10:00 Poldros de 3 anos, apresentados à mão | 3 Yr. Old Horses (Presented By Hand) (Largo do Arneiro)
14:00 Cavalos de 4 anos, apresentados montados | 4 Yr. Old Horses (Presented Under Saddle) (Largo do Arneiro)
16:00 Cavalos de 5 anos ou mais, apresentados montados | Stallions (Presented Under Saddle) (Largo do Arneiro)
22:00 Espetáculo Equestre | Equestrian Show (Largo do Arneiro)

 

10 de Novembro

09:00 XX Open Golegã FNC | Tennis Open (Campo de Ténis)
15:00 Final do Campeonato Combinado de Maratona – 1ª Mão | Horse Driving Combined, Marathon Competition (Hippos Centro de Alto Rendimento de Desportos Equestres)
18:30 Apresentação do Livro de Béatrice Bulteau | Book Presentation (Largo do Arneiro)
19:00 Apresentação da Raça Sorraia, Escola Superior Agrária de Santarém (ESAS) | Presentation (Largo do Arneiro)
20:00 Baile da Jaqueta | Traditional Portuguese Equestrian Costume Ball (Quinta dos Álamos)
21:30 Recordar João Trigueiros de Aragão | Tribute (Largo do Arneiro)
22:00 Apresentação da Escola Portuguesa de Arte Equestre (EPAE) | Presentation (Largo do Arneiro)

 

11 de Novembro – Dia de São Martinho

09:00 XX Open Golegã FNC | Tennis Open (Campo de Ténis)
11:00 Final do Campeonato Combinado de Maratona – 2ª Mão | Horse Driving Combined, Marathon Competition (Largo do Arneiro)
12:00 Cerimónia de Entrega de Prémios do Campeonato Combinado de Maratona | Prize awards Horse Driving Combined, Marathon Competition (Largo do Arneiro)
12:30 Partida do Cortejo dos Romeiros de São Martinho | Procession of Saint Martin’s Pilgrims (Porta de Fernão Lourenço)
13:00 Bênção dos Romeiros de São Martinho | Blessing of the Saint Martin’s Pilgrims (Igreja Matriz)
13:30 Chegada do Cortejo dos Romeiros de São Martinho | Arrival of Saint Martin’s Pilgrims (Largo do Arneiro)
15:30 Cerimónia de Entrega de Prémios da Feira de S. Martinho, XLII Feira Nacional do Cavalo e da XIX Feira Internacional do Cavalo Lusitano – Campeões de Raça | Official Award Ceremony of the 2017 Fair – Breed Champions (Largo do Arneiro)
16:00 Homenagem ao Presidente de Honra do LVII Concurso Nacional de Apresentação do Cavalo de Sela FNC e XIX Concurso Nacional de Apresentação do Cavalo de Sela da Feira Internacional do Cavalo Lusitano | Tribute (Largo do Arneiro)
16:00 Taça de Portugal de Horseball (Meias Finais Seniores) | Horseball Portuguese Cup (Hippos Centro de Alto Rendimento de Desportos Equestres)
19:00 Prémios Golegã – Distinção à Excelência Equestre | Golegã Prizes – Distinction of Equestrian Excellence (Largo do Arneiro)
22:00 Cavalhadas – Prova de Perícia e Destreza | Mounted Games – Skill and Expertise Test (Largo do Arneiro)

 

12 de Novembro - Encerramento

14:00 XX Open Golegã FNC | Tennis Open (Campo de Ténis)
18:00 Horseball – Final da Challenge Cup (Sub 16 Anos) (Largo do Arneiro)
18:45 Horseball – Final da Taça de Portugal (Seniores) (Largo do Arneiro)
20:15 Horseball – Cerimónia de Entrega de Prémios da Taça de Portugal | Prize awards (Largo do Arneiro)

Pág. 4/4