Saltar para: Posts [1], Pesquisa [2]

BARREIRA DE SOMBRA

Desde 13.06.1987 ao serviço da Festa Brava

BARREIRA DE SOMBRA

Desde 13.06.1987 ao serviço da Festa Brava

AS FOTOS DO FESTIVAL DE 25 DE ABRIL EM SOBRAL DE MONTE AGRAÇO

26.04.17 | António Lúcio / Barreira de Sombra

HOMENAGEM  A RICARDO CHIBANGA E CORTESIAS

MANUEL RIBEIRO TELLES BASTOS

LUÍS ROUXINOL JR

FORCADOS AMADORES DE CORUCHE

MANUEL JESUS "EL CID"

ANTÓNIO JOÃO FERREIRA

 JUAN LEAL

 MANUEL DIAS GOMES

 ELES ESTIVEM EM SOBRAL...

 

 

 

RICARDO CHIBANGA: UM ÍDOLO DE ONTEM, DE HOJE E DE SEMPRE EM SOBRAL DE MONTE AGRAÇO

25.04.17 | António Lúcio / Barreira de Sombra

Praça de Toiros de Sobral de Monte Agraço – 25.04.17 – Festival Taurino

Director: Rogério Jóia – Veterinário: José M. Lourenço – Lotação: meia casa forte

Cavaleiros: Manuel R. Telles Bastos – Luís Rouxinol Jr

Forcados: Amadores de Coruche

Matadores: Manuel Jesus “El Cid”, António João Ferreira, Juan Leal, Manuel Dias Gomes

Ganadaria: Calejo Pires

IMG_6081.JPG

RICARDO CHIBANGA: UM ÍDOLO DE ONTEM, DE HOJE E DE SEMPRE EM SOBRAL DE MONTE AGRAÇO

Muitos dos que, como eu, são hoje aficionados, viram tourear Ricardo Chibanga em Sobral de Monte Agraço, a nossa terra, e desde sempre o fascínio de ver um matador de toiros africando, negro, de traje de luces a brilhar, e o seu olhar penetrante, faiscante, assim como o seu toureio arrojado. Levava gente à praça na corrida mista de segunda-feira das Festas e Feira de Verão. Hoje, com 74 anos, foi dia de homenagem a todo um trajecto que honra e orgulha a festa brava. Olé maestro Ricardo Chibanga.

 

O festival taurino que habitualmente tem lugar nesta data e nesta praça, congregou uma vez mais uma plateia em número interessante mas, mesmo assim, abaixo do que o cartel exigia. Um espectáculo que teve alguns momentos de bom toureio e que, uma vez mais, marcará a temporada sobralense.

 

Luís Rouxinol lidou o seu novilho por diante de Manuel Ribeiro Telles Bastos  que viu o primeiro da tarde devolvido por ter rasgado a embola direita. Rouxinol Jr abriu os quarteios um pouco cedo demais em algumas sortes, retirando impacto ao momento do ferro. O segundo comprido, respeitando as regras, foi de boa execução. Na ferragem curta, houve alguns toques desnecessários, e os deixados em segundo e quarto lugares foram, quanto a nós, os melhores.

 

Manuel Ribeiro Telles Bastos cravou um bom primeiro comprido, em tira bem desenhada. E na série de curtos procurou os melhores terrenos para deixar a ferragem da ordem, vindo a destacar-se nos primeiro e quinto curtos, ambos bem apontados e com as sortes bem desenhadas permitindo boas reuniões.

 

Os Forcados Amadores de Coruche, com muita rapaziada nova, consumaram ambas as pegas de caras à terceira tentativa, por intermédio de Miguel Lucas e Vasco Gonzaga.

 

No capítulo do toureio a pé, “El Cid” esteve bem de capote a receber o terceiro da tarde com boas verónicas rematadas com 2 meias. A faena de muleta teve momentos de muito interesse, de joelho flectido nos primeiros muletazos bem desenhados por ambos os pitóns. Toureou bem, com gosto e foi em meia dúzia de naturais de muita qualidade que deleitou os aficionados.

 

António João Ferreira recebeu o quarto da ordem com uma larga afarolada d ejoelhos seguida de verónicas. O novilho revolvia-se rápido, algo pegajoso, e a faena de muleta foi para cumprir a papeleta, dando a cara, procurando o êxito que o novilho não permitia. Esforçou-se para sacar os muletazos e em agradar, o que foi sublinhado com palmas.

 

Juan Leal nada fez de capote digno de registo. Mas com a muleta rapidamente colocou o novilho no sítio e o obrigou a seguir os voos da muleta. Uma muleta muito bem construída, ensinado a rês a investir, e depois, com temple e com mando, sacou belas tandas de muletazos, de onde se destacaram os naturais, e a terminar a faena num toureio mais encimista sacando mais uns quantos circulares e passes pelos dois pitóns que fizeram soar ovações.

 

Para encerrar praça Manel Dias Gomes recebeu o seu novilho por verónicas, com este a mostrar alguma debilidade de remos e a complicar os remates. O jovem matador porfiou bastante na muleta para sacar meritórias tandas, aguentando quando o novilho se ficava curto e revolvia rápido, mostrando raça e determinação. Alguns bons naturais a somar a uma meritória actuação.

 

Os novilhos de Calejo Pires tiveram diversas condições de lide, com o quinto a ser o melhor também pelo entendimento que o matador teve das suas características.

 

Dirigiu o espectáculo Rogério Jóia assessorado pelo veterinário José Manuel Lourenço, tendo sido guardado um minuto de silêncio em memória do matador de toiros Palomo Linares e no final das cortesias a Câmara Municipal de Sobral de Monte Agraço homenageou também o matador de toiros Ricardo Chibanga.

 

Texto e foto: António Lúcio

AMANHÃ: SOBRAL DE MONTE AGRAÇO HOMENAGEIA RICARDO CHIBANGA

24.04.17 | António Lúcio / Barreira de Sombra

Festival de Figuras para homenagear um grande toureiro que teve muitos seguidores em Sobral de Monte Agraço: maestro Ricardo Chibanga.

A cavalo: Manuel Telles Bastos e Luís Rouxinol Jr. Forcados Amadores de Coruche. Matadores: Manuel Jesus "l Cid, Juan Leal, António João Ferreira e Manuel Dias Gomes. Novilhos de Calejo Pires.

 

1 DE MAIO EM ARRUDA, A TAUROMAQUIA SOLIDÁRIA

24.04.17 | António Lúcio / Barreira de Sombra

A festa brava volta a mostrar o seu cariz solidário no próximo dia 1 de Maio em Arrruda dos Vinhos. Integrada nas comemorações dos 500 anos do foral de Arruda terá lugar pelas 17h uma aula prática de toureio e treino de forcados em com parte das receitas em benefício de Bruno Carvalho.

A festa começa pelas 14h30 com uma visita a parte da ganadaria do Engº Jorge Carvalho (Antas - Arruda dos Vinhos) e h, prossegue na praça de toiros a partir das 17 horas, conforme programa.

1 MAIO - ARRUDA.jpg

 

TENTADERO EM ARRUDA DOS VINHOS - GANADARIA JORGE CARVALHO

22.04.17 | António Lúcio / Barreira de Sombra

Fotos de Fernando Clemente