Saltar para: Posts [1], Pesquisa [2]

BARREIRA DE SOMBRA 30 ANOS (1987/2017)

Desde 13.06.1987 ao serviço da Festa Brava

BARREIRA DE SOMBRA 30 ANOS (1987/2017)

Desde 13.06.1987 ao serviço da Festa Brava

ALGUNS NÚMEROS QUE DEVEM SER BEM LIDOS (DAS ESTATÍSTICAS DA IGAC)

29.01.17 | barreiradesombra

IMG_3362.JPG

 De acordo com os dados disponibilizados na passada semana pela IGAC e relativos à temporada de 2016, regista-se que se realizaram:

 

  • 158 espectáculos em praças fixas (82.72%)
  • 33 espectáculos em praças ambulantes (17.28%)

De onde resultaram, em termos de presença de espectadores (número calculado “à vista” pelos delegados técnicos tauromáquicos e tendo em conta a lotação oficial da praça):

 

  • 335057 espectadores nos 158 espectáculos em praça fixa – média de 2120.61
  • 27000 espectadores nos 33 espectáculos em praças ambulantes – média de 818.18

 

O que nos permite estabelecer que a média por espectáculo em 2016 foi de 1895.58 espectadores.

 

Se somarmos os valores referentes a espectadores na década 2007/2016, e ainda de acordo com o mapa publicado pela IGAC, teremos um total de 5 372 795 espectadores, o que dá uma média 2053.82 espectadores por espectáculo nessa década.

 

E quanto ao número total de espectáculos na década 2007/2016 eles foram 2616, o que dá uma média de 261.6 espectáculos por ano.

 

Se verificarmos, o maior número de espectáculos tauromáquicos realizados em Portugal corresponde ao período de 2007 a 2010, sendo que o decréscimo do número de espectáculos se acentua com a crise e a vinda da troika em 2011. Ou seja, quando os portugueses passaram a ter menos dinheiro disponível para gastar e onde tiveram de fazer as mais variadas opções, sendo que o espectáculo tauromáquico se viu bastante afectado por isso.

 

Contudo, e importa realçar este facto, o número médio de espectadores foi de 2053 na década e de 1896 em 2016.

 

Houve praças, como a do Campo Pequeno, cujas entradas de público cresceram, de 2015 para 2016, quase 6%, e no que se refere às praças com mais de 10 mil espectadores no total da temporada de 2016 temos:

 

  1. Campo Pequeno – 63291 espectadores – 14 espectáculos – média 4520.78
  2. Albufeira -  21946 – 22 espectáculos – média 997.54
  3. Nazaré – 17226 – 6 espectáculos – média 2871
  4. Vila Franca – 13984 – 6 espectáculos – média 2330.66
  5. Alcochete – 12945 – 5 espectáculos – média 2589
  6. Montijo – 12440 – 3 espectáculos – média 4146.66
  7. Évora – 12150 – 6 espectáculos – média 2025
  8. Moita – 11647 – 6 espectáculos – média 1941.16

 

Ou seja, as oscilações de espectáculos e de espectadores estão intimamente ligados com a crise económico-financeira que o País tem atravessado.

 

Realce-se, finalmente, que no ano de 2016 se deram espectáculos nos concelhos de  Alandroal, Alenquer, Castelo de vide, Ribeira de Pena, Seia e Vagos, que em 2015 não tinham realizado qualquer espectáculo tauromáquico. Albufeira, Lisboa e Évora foram os concelhos em que maior número de espectáculos se realizaram.

OLIVENZA: MÁXIMA CATEGORIA EM 5 ESPECTÁCULOS

29.01.17 | barreiradesombra

Olivenza 2017.jpg

Duas novilhadas, uma delas com a única presença portuguesa no certame - Juanito - e três corridas de toiros de máxima categoria, estão anunciadas para os dias 3, 4 e 5 de Março próximo em Olivenza.

A novilhada de dia 3 terá início pelas 16h30 (hora portuguesa) e a de sábado pelas 11h (hora portuguesa). As corridas à tarde terão lugar pelas 16h30 (hora portuguesa) à excepção da matinal de domingo que será às 11h.

Os cartéis são os seguintes:

Sexta-feira, 3 - Novilhos de El Parralejo para Pablo Aguado, Leo Valadez e Toñete.


Sábado, 4 - (matinal) - Novilhos de Fernando Peña para Andy Younes, "Juanito" e António Medina.


Sábado, 4 - (tarde) - Toiros de Garciogrande para António Ferrera, "El Juli" e Alejandro Talavante.


Domingo, 5 (matinal) - Toiros de Zalduendo para Miguel Ángel Perera, José Garrido e Ginés Marín.


Domingo, 5 (tarde) - Toiros de Victoriano del Rio para Morante de la Puebla, José Maria Manzanares e Roca Rey.

 

191 ESPECTÁCULOS EM 2016 EM PORTUGAL CONTINENTAL, SEGUNDO DADOS DA IGAC

26.01.17 | barreiradesombra

De acordo com os dados divulgados pela IGAC relativos à temporada tauromáquica de 2016 em Portugal continental, realizaram-se um totade de 191 espectáculos sendo que outros 15 se não realizaram por motivos diversos e que podem ser consultados no documento que a IGAC disponibiliza.

De acordo com as categorias de espectáculos elencadas no RET, a temporada de 23016 teve:

125 corridas de toiros

22 festivais tauromáquicos

16 corridas mistas

13 novilhadas populares

11 variedades taurinas

 4 novilhadas

 

Em termos de espectadores, a IGAC estima que estiveram presentes nestes 191 espectáculos um total de 362 057 pessoas, sendo que a praça de toiros que melhores lotações teve foi o Campo Pequeno.

 

Aceda ao relatório da IGAC em https://www.igac.pt/documents/20178/308118/Relatorio_Tauromaquia_ass_2016/a07d1281-743c-4e7f-8333-0d1c134a8dc5

 

ESTATÍSTICAS 2016 - OS NÚMEROS DA IGAC

26.01.17 | barreiradesombra

A IGAC divulgou os seus números relativos à temporada taurina de 2016, colocando-os no seu site oficial enquanto se aguarda que a Protoiro divulgue esses mesmos dados que, em tempos não muito longínquos nos eram fornecidos pelo Sindicato dos Toureitos, agora Associação Nacional de Toureiros. O Barreira de Sombra irá dar a conhecer os dados disponibilizados pela IGAC, lamentando que os representantes de classe ainda o não tenham feitoa, apesar das estruturas profissionais que os suportam.

Marcos Bastinhas mantém equipa para esta temporada

24.01.17 | barreiradesombra

O cavaleiro Marcos Bastinhas mantém o seu staff habitual para esta temporada de 2017.

Assim a quadrilha continuará a ser composta pelos peões de brega Ricardo Raimundo e  Gonçalo Veloso,  sendo  moço de espadas Hugo Cristiano e no apoderamento Fernando Silva.

Marcos Bastinhas mantém ainda Vasco Maldonado e Fabio Derreado como equitadores.

 

BullFest: bilhetes já à venda!

24.01.17 | barreiradesombra

Cartaz BULLFEST.png

Os bilhetes para o Festival Taurino estão já à venda

 

Lisboa, 23 de Janeiro – Falta menos de um mês para o Bullfest, e a marca Touradas acaba de pôr à venda os bilhetes para o Festival Taurino, a única componente paga do grande dia de actividades gratuitas.

No dia 18 de Fevereiro, às 17 horas, passarão pela arena do Campo Pequeno grandes nomes nacionais e espanhóis, num Festival que visa financiar a actividade da Protoiro em prol da tauromaquia nacional. Trata-se de um momento para todos afirmarem a sua aficion. Ao comprar o seu bilhete irá assistir a um grande espectáculo e ao mesmo tempo contribuir para a causa da Tauromaquia e da cultura portuguesa.

Os preços acessíveis começam nos 7,5€, para que todos possam vir até ao Campo Pequeno desfrutarem de um evento único e inédito. Há 4000 bilhetes abaixo de 20€, e os bilhetes estão a vender-se a grande ritmo. Os camarotes de 1ª ordem já estão esgotados.

Recordamos o cartel: na lide a cavalo, teremos três duplas, Rui Salvador / Manuel Manzanares; Luís Rouxinol / Filipe Gonçalves; Manuel Telles Bastos / Francisco Palha. Na lide a pé, El Fandi, António João Ferreira e Manuel Dias Gomes. As pegas serão entregues a uma selecção de 36 cabos de vários grupos liderados pelo cabo dos Amadores de Santarém João Grave. Para demonstrar a riqueza da diversidade tauromáquica em Portugal, haverá ainda espaço para os recortadores da Arte Lusa. Os toiros vêm das ganadarias Prudêncio, Pinto Barreiros, Murteira Grave, Manuel Veiga, Luís Rocha, Paulo Caetano, Romão Tenório, Falé Filipe e Torre de Onofre.

Como o dia é de celebração, depois do festival será possível descer à arena para conhecer e conversar com os artistas. A noite terminará com uma After Party no “Lust In Rio”, com o bilhete a dar entrada sem consumo até às 23h30.

FESTIVAL DE SOBRAL (25 DE ABRIL) HOMENAGEIA RICARDO CHIBANGA

23.01.17 | barreiradesombra

O tradicional festival taurino de 25 de Abril em Sobral de Monte Agraço terá este ano o aliciante, entre outros, da homenagem ao matador de toiros Ricardo Chibanga, que foi ídolo da afición sobralense.

 

O cartel, no que a matadores de toiros diz respeito, será encabeçado pelo andaluz Manuel Jesus El Cid, a par de Juan Leal (grande triunfador nessa praça em 2016), António João Ferreira e Manuel Dias Gomes, que lidarão, como os restantes actuantes, novilhos da ganadaria de Manuel Calejo Pires (triunfadora em Sobral 2016).

 

No que ao toureio a cavalo diz respeito, o cartel terá a presença de Manuel Ribeiro Telles Bastos e Luís Rouxinol Jr, e os Forcados serão os Amadores de Coruche.

Pág. 1/4