Saltar para: Posts [1], Pesquisa [2]

BARREIRA DE SOMBRA

Desde 13.06.1987 ao serviço da Festa Brava

BARREIRA DE SOMBRA

Desde 13.06.1987 ao serviço da Festa Brava

FESTIVAL ENTRETIDO EM VILA BOIM. DESTACARAM-SE FRANCISCO PALHA, DIAS GOMES E MEDINA. GRANDE PEGA DE LUIS VALÉRIO (MONTEMOR)

16.10.16 | António Lúcio / Barreira de Sombra

Praça de Toiros de Vila Boim (Elvas) – 15.10.16 – Festival Taurino

Director: Marco Gomes – Veterinário: José Miguel Guerra – Lotação: cheia

Cavaleiros: Francisco Palha, João Maria Branco, António Núncio

Forcados de Montemor e Évora

Espadas: Luis Reina, Manuel Dias Gomes, António Medina (N), Paula Santos (N)

Ganadarias: Falé Filipe (1º, 3º e 6º), Manuel Veiga (2º), Passanha (4º), Canas Vigoroux (5º), Luís Rocha (7º)

 

FESTIVAL ENTRETIDO EM VILA BOIM. DESTACARAM-SE  FRANCISCO PALHA, DIAS GOMES E MEDINA. GRANDE PEGA DE LUIS VALÉRIO (MONTEMOR)

 

Em final de temporada realiza-se um festival taurino em Vila Boim, localidade do concelho de Elvas, organizado por um grupo de bons aficionados e, este ano, uma vez mais deram voz aos anseios do público que encheu a simpática praça e assistiu a um bom espectáculo de toiros.

 

Francisco Palha foi o triunfador no que ao toureio a cavalo diz respeito. Esteve bem a lidar, procurando os melhores terrenos para cravar a ferragem a um novilho de Falé Filipe que cumpriu. Muito bom foi o primeiro comprido em sorte de gaiola. Nos curtos, segundo, quarto e sexto foram de muito boa nota, dois deles bem de frente e o último num quiebro.

 

João Maria Branco lidou um Passanha que mostrou qualidade. Uma lide irregular e onde houve dois bons curtos, primeiro e terceiro. Esteve bem na brega.

 

António Núncio teve por diante um cinquenho de Canas Vigoroux que cedo se parou e foi manso. O jovem cavaleiro esteve decidido para cravar a ferragem da ordem, destacando-se no terceiro e quinto curtos.

 

Os Forcados Amadores de Montemor pegaram o primeiro novilho por intermédio de João Câmara à primeira a emendar Vasco Carolino que se lesionou na única tentativa que fez e por Luís Valério (num misto dos dois grupos) este na pega da tarde, rija e difícil com o toiro a bater no final da viagem. Pelos Amadores de Évora foi cara Rui Bento, com facilidade à primeira.

 

No toureio a pé abriu a tarde o veterano matador espanhol Luís Reina que se enfrentou com um novilho de Falé Filipe que apertava um pouco pelo lado esquerdo. Algumas verónicas rematadas com meia e uma faena curta, em especial pelo lado direito e uns quantos ajudados pelo lado esquerdo foram aplaudidas pelo público.

 

Manuel Dias Gomes esteve muito bem frente a um toiro de Manuel Veiga de pouca presença mas com alguma qualidade. Bem no capote, seria na muleta que construiria a faena da tarde. Começou pelos 2 lados e por baixo, com classe, metendo o toiro na muleta. Bons derechazos e bons naturais, com plástica, com expressividade, correndo bem a mão, e os remates primorosos por baixo deram a nota mais de um toureiro com classe e que precisa mais corridas.

 

António Medina, jovem novilheiro da Escola de Badajoz, enfrentou com um complicado novilho de Falé Filipe e esteve em bom plano. Quase inédito de capote, veio a subir o tom na muleta e em especial na fase final o temperamento do novilho já estava mais dominado. Boas séries pelos dois lados depois de ter tragado imenso no início. Uma boa prestação.

 

Paula Santos, novilheira da Escola da Moita e que tembém passou pela de Badajoz, lidou um eral de Luís Rocha e teve um desempenho razoável com a muleta, por ambos os pitóns, com alguns naturais de melhor nota.

 

O espectáculo foi bem dirigido por Marco Gomes assessorado pelo veterinário José Miguel Guerra.

GALERIA FOTOGRÁFICA

CORTESIAS

 

CAVALEIROS

FORCADOS

TOUREIO A PÉ

 

SORAIA COSTA É IMAGEM DA MARCA CAVALINHO

16.10.16 | António Lúcio / Barreira de Sombra

A cavaleira praticante Soraia Costa, será o novo rosto da tão prestigiada marca Cavalinho. Uma campanha que passará nos países de expressão portuguesa e nas televisões.