Saltar para: Posts [1], Pesquisa [2]

BARREIRA DE SOMBRA

Desde 13.06.1987 ao serviço da Festa Brava

BARREIRA DE SOMBRA

Desde 13.06.1987 ao serviço da Festa Brava

TOIROS DE GUIOMAR MOURA JÁ ESTÃO NA PRAÇA DA MOITA

12.09.16 | António Lúcio / Barreira de Sombra

Já estão na Monumental Daniel Nascimento na Moita os toiros de D. Maria Guiomar Cortes Moura para a Sensacional Corrida de Toiros de abertura da Feira Taurina amanhã terça-feira pelas 18 horas ( 6 da tarde);

Numeros Peso

171 - 570 quilos

176 - 592  quilos

155 - 605  quilos

156  - 537 quilos

174  - 577 quilos

188  - 620 quilos

159 - 625 1º Sobrero

158 - 570 2º Sobrero

O descarrego efectuou-se há momentos na presença do Delegado Técnico Tauromáquico Pedro Reinhart e do Médico Veterinário Dr. Hugo Rosa.
Mais se informa que ainda há bilhetes nas Bilheteiras da Praça que estão abertas a partir das 10 horas da manhã.

Cumprimentos

João Pedro Bolota

PONTE DE LIMA, 11 DE SETEMBRO - AS FOTOS DE JOSÉ ANDRADE

12.09.16 | António Lúcio / Barreira de Sombra

 

PONTE DE LIMA - FORAM TANTOS... QUE ALGUNS TIVERAM DE FICAR DE FORA

12.09.16 | António Lúcio / Barreira de Sombra

Ponte de Lima – 11 Setembro 2016

Foram tantos… que alguns tiveram de ficar de fora.

P1020297.JPG

Foram bastantes aqueles que, apesar da boa vontade, e da simpatia dos que estavam já dentro, sentados, tiveram de ficar sem poderem assistir à tradicional Corrida de Toiros, integrada nas conhecidas e populares Feiras Novas, da bonita e singela Vila de Ponte de Lima. Pedro Pinto, o organizador desta tradicional corrida, tudo fez para não defraudar aqueles que se abeiravam da bilheteira de das portas, mas a partir do espaço disponível nas bancadas da desmontável, era funcionalmente impossível ‘arranjar lugar para mais um’. O ‘até à bandeira’, em Ponte de Lima, não era aplicável. É razão para dizer que, afinal, no Norte, a ‘aficion’ transborda, o que necessário é motivá-la.

Com uma temperatura agradável, às 18 horas, ou não fosse o espectáculo tauromáquico aquele tipo de evento onde o horário inicial anunciado é criteriosamente cumprido, o senhor Francisco Calado, Delegado da Inspecção-Geral das Actividades Culturais, assessorado pelo senhor doutor Carlos Santos, na parte veterinária, deu inicio ao espectáculo.

Rui Salvador, como mais antigo em alternativa, abriu praça, lidando um bonito exemplar da ganadaria Cary, procedência Pontes Dias ao que apuramos, aliás, como todos os restantes. Sem serem terríficos em bravura, todos mereceram boa nota no conjunto. Rui Salvador, começou por deixar dois compridos em jeito de castigo, procurando assim alegrar o ambiente. Seguiram-se quatro curtos, com preparação e cravagem a demonstrar cuidado na actuação, resolvendo esta sua primeira intervenção sem problemas, e com asseio. Pegou, à 1ª., mais com vontade e força, que técnica, José Malta Vacas, dos Amadores de Évora.

Se no primeiro Rui Salvador tinha cumprido, na lide do 4º., ‘espicaçado’ pela actuação do seu alternantes anterior, Miguel Moura, neste, Rui Salvador, teve uma lide, ‘à Salvador’. Um crescendo de entrega e saber, dando-se e obrigando o toiro a dar, com o conjunto de seis ferros deixados, em terrenos, preparação e cravagem, de muito bom mérito. Pegou, à 1ª., André Grilo dos Amadores de Portalegre, numa pega onde ao bom braço se tem de destacar uma boa ajuda.

Sónia Matias, teve pela frente um Cary, que começou distraído, o que redundou numa demorada batalha para deixar os dois compridos da ordem, e de certo modo acabou por condicionar a actuação da cavaleira nos curtos, que teve no quarto e último, a sua melhor prestação, pelo esforço e oportunidade despendida. Pegou à 3ª., António Cary, neto do ganadeiro, com uma ajuda a carregar e o grupo a fazer das tripas coração, perante um exemplar que resolveu deixar mal o pessoal da casa.

Os dois curtos e os cinco compridos cravados por Sónia no quinto da tarde, em nada acrescentaram ao seu palmarés de simpatia conquistado. Se, dizem, ‘não há há quinto mau’, este quinto da tarde, segundo do lote de Sónia, era um potencial candidato, e Sónia não quis deixar de ajudar. Pegou, à 2ª. José Maria Menéres, dos Amadores de Évora, sem problemas de maior.

A actuação de Miguel Moura, só não foi a papel químico, quer no 3º., quer no 6º., porque não saem dois toiros iguais, e cada toiro é um caso, daí que se no primeiro de Miguel Moura, terceiro da tarde, um toiro distraído, difícil de convencer quanto ao papel que lhe cabia na lide. Miguel Moura teve aqui oportunidade de mostrar quanto sabe na arte de lidar toiros, empolgando o respeitável. No sexto, a coisa já foi a menos, mas ainda assim, cumprindo o possível. Resumindo:- no seu primeiro, após os dois compridos da ordem, Miguel entendendo muito bem o que lhe coube em sorte, desenvolveu uma actuação em crescendo de cinco bons curtos, em terreno variado, e rematou com um de palmo a pedido, em delírio. Pegou, à 1ª, sem problemas de maior, com o grupo a ajudar, Duarte Tirapicas, dos Amadores de Évora. No último, cumpriu no número da ferragem, mas o Cary não estava, nem fácil, nem queria muito incomodo. Pegou , à 3ª., João Fragoso, numa valente e rija pega, com uma muito boa segunda ajuda.

Três horas certinhas de espectáculo, que iniciou com sol forte, e terminou à luz dos projectores. Uma boa jornada de aficion taurina, uma daquelas tardes de toiros que o público não vai esquecer.

José Andrade (texto e foto)

Feira de Outubro 2016, Vila Franca de Xira e os 115 Anos da PALHA BLANCO

12.09.16 | António Lúcio / Barreira de Sombra

Comunicado da empresa Toiros e Cultura, de Paulo Pessoa de Carvalho, a propósito da Feira de Outubro em Vila Franca de Xira:

"Num ano muito especial em que a Palha Blanco faz 115 anos, a mesma abrirá as suas portas ao que tudo indica, por 5 dias diferentes (fora as esperas de toiros que ocorrem dias 1, 2, 3, 4 e 5 de Outubro) durante a Feira de 2016. Estão previstos 5 distintos espetáculos nos dias abaixo indicados:

 

1º - Sexta-feira dia 30 de Setembro

Concerto com José CID

No dia do Aniversário da Praça de Toiros Palha Blanco, 115 anos de história!

 

2º - Domingo 2 de Outubro  

Corrida de Toiros Mista, Homenagem ao Maestro José Júlio

Cavaleiros - Rouxinol, Filipe Gonçalves

Matador – António João Ferreira (TÓJÓ)

Forcados - Vila Franca de Xira e Coruche

Toiros – Passanha (4) e Falé Filipe (2)

 

3º - Terça feira 4 de Outubro

Corrida de Toiros à Portuguesa, Exaltação ao Forcado

Cavaleiros - António Telles, Duarte Pinto e Francisco Palha

Forcados - Vila Franca

Toiros - Palha (3) e Canas Vigouroux (3)

 

4º - Sábado dia 8 de Outubro

Espetáculo Goyesco de Recortadores

 

5º - Domingo dia 9 de Outubro 

Novilhada da ESF com cartel a definir, a confirmar

(espera-se a todo o momento confirmação oficial )"

021016 - VILA FRANCA.jpg