Saltar para: Posts [1], Pesquisa [2]

BARREIRA DE SOMBRA

Desde 13.06.1987 ao serviço da Festa Brava

BARREIRA DE SOMBRA

Desde 13.06.1987 ao serviço da Festa Brava

 
António Costa ataca a cultura tauromáquica e os direitos e liberdades fundamentais dos Portugueses.


O Sr. Primeiro Ministro, António Costa, proferiu esta quarta-feira, no parlamento português, declarações gravíssimas e inadmissíveis, atentatórias da cultura portuguesa e dos direitos e liberdade dos cidadãos portugueses. Defendeu o  Sr. Primeiro Ministro a possibilidade de proibições à actividade tauromáquica nos municípios portugueses, por pressão do Partidos dos Animais, partido que representa apenas 0,6% dos eleitores portugueses.

 

Tais declarações constituem um enorme atentado à cultura, identidade, direitos  e liberdades fundamentais dos cidadãos, sendo absolutamente inadmissíveis, vindas de um primeiro ministro que se quer credível e respeitado. Estas declarações levantaram indignação em vários setores da sociedade portuguesa e, levaram mesmo, à desfiliação de membros do partido socialista. 

 

Esta posição revela, antes de mais, um total desconhecimento da legalidade e da importância da tauromaquia no nosso país e para os portugueses. É o próprio estado que define no Decreto-Lei 89/2014 de 11 Junho, que “a Tauromaquia é nas suas diversas manifestações, parte integrante do património da cultura popular portuguesa” sendo esta área tutelada pelo Ministério da Cultura.  Ora, o acesso à cultura é um direito fundamental e constitucionalmente protegido, sendo ilegal e inconstitucional qualquer tentativa de impedimento de acesso dos cidadãos à cultura. A serem implementadas as medidas proferidas, tal constituiria uma grave violação dos direitos, liberdades e garantias constitucionais dos portugueses. 

 

Em democracia o respeito pelas diferenças e liberdades culturais, não se faz com proibições nem limitações ilegais de direitos, mas sim, deixando aos cidadãos a responsabilidade de fazerem as suas escolhas em total liberdade. Isso sim é o respeito pela legalidade e pela democracia, num país de direito e evoluído, no século XXI. Quer o Sr. Primeiro Ministro, António Costa, ser responsável pelo atentado a direitos e liberdades fundamentais dos portugueses? É esta a sua proposta de governação?

 

Estas declarações revelam um absoluto desconhecimento da importância económica da tauromaquia portuguesa, que movimenta milhões de pessoas anualmente no nosso país, entre corridas e tauromaquias populares, o que se traduz em muitos milhões de euros de impacto directo e indirecto na economia portuguesa, quer no interior, quer nas regiões urbanas, com forte impacto na criação a manutenção de emprego. Quer o Sr. Primeiro Ministro, António Costa, ser responsável pela criação de desemprego e pobreza? Quer o Sr. Primeiro Ministro ser responsável por ataques ilegais à liberdade do exercício do trabalho e de empresa? Quer o Sr. Primeiro Ministro, António Costa, ainda, ser responsável pela destruição da coesão territorial do nosso país? É esta a sua proposta de governação?

 

Estas declarações revelam absoluto desconhecimento da importância do impacto ecológico da criação do toiro bravo, em liberdade, na biodiversidade da lezíria e do montado. Animal que usufrui de uma criação com os máximos níveis de bem-estar animal, muito acima dos padrões europeus, e é um património genético nacional, único no mundo. Quer o Sr. Primeiro Ministro, António Costa, ser responsável pela extinção do touro bravo? Quer o Sr. Primeiro Ministro ser responsável pela destruição de ecossistemas e biodiversidade que florescem em redor do toiro bravo? Quer o Sr. Primeiro Ministro, António Costa, ser responsável pela destruição de séculos de património genético nacional? É esta a sua proposta de governação?

 

Além do mais, segundo estudo da Eurosondagem, sabemos que a 86,1% dos portugueses não defende qualquer proibição relativa às touradas; que 32,7% dos portugueses são aficionados, sendo que só 11% são antitaurinos, além de que 65,3% acha que seria muito grave o desaparecimento da tradição taurina para a identidade nacional. 

 

Perante a opinião dos portugueses, e as gravíssimas consequências das declarações proferidas, temos a certeza que o Sr. Primeiro Ministro, António Costa, e, o Partido Socialista, terão a clarividência de não atacar os milhões de aficionados portugueses, onde se encontraram muitos eleitores efectivos e potenciais do Partido Socialista, nem seguir num caminho de ilegalidades de onde só poderão sair derrotados. Temos a certeza que a legalidade, o respeito e o bom-senso irão prevalecer. 

 

ProToiro
Federação Portuguesa de Tauromaquia
www.touradas.pt 

Já aqui havia referido o cuidado que era necessário ter com a nova composição da Assembleia da República, os novos deputados e o governo PS com o apoio dos extremistas como é o caso do PAN. 

Quando alguns rejubilaram e escreveram muitos elogios a alguns dos Ministros, afirmei que todo o cuidado é pouco. 

E ontem estalou a bernarda. O deputado PAN logo veio a terreiro exigir respostas a António Costa sobre o fim das touradas... E este deixou tudo em aberto, sacudindo água do seu capote para as autarquias e com esta frase mirabolante «os Municípios com actividade taurina são aí uns 50...» que é como quem diz, são poucos se comparados com a totalidade (mais de 300).

E se já houve algumas pessoas que se proununciaram com exemplar clareza como Luis Capucha, a verdade é que reacções dos responsáveis das entidades representativas das diversas classes se mantém calados.

A Protoiro tem de tomar uma enérgica posição, de força, contra estes dislates de um António Costa que quer poder a qualquer custo e conde os seus parceiros de suporte governamental em vez de se preocuparem com o essencial apenas estão vocacionados contra a tauromaquia.

 

Documentário Centenário GFAS 2.jpg

Depois de um extraordinário arranque em Novembro, o Campo Pequeno TV, preparou para si um mês de Dezembro em cheio. Poderá ver a Grande Entrevista a Mário Coelho, o documentário de fundo sobre o Centenário dos Forcados de Santarém e duas das mais aplaudidas corridas da temporada de 2015. Tratam-se do Confronto de Maestros, entre João Moura, António Telles e Luís Rouxinol, e o fabuloso mano-a-mano entre João Moura Jr. vs João Telles Jr., com os forcados de Santarém e Montemor. 

As Estreias durante o mês de Dezembro, às quintas-feiras, serão as seguintes:

ENTREVISTA
10 Dez - Grande entrevista a Mário Coelho: 60 anos de toureio

Mário Coelho 0.jpg

DOCUMENTÁRIO

17 Dez - Documentário: GFA. de Santarém 100 anos de história

Documentário Centenário GFAS (1).jpg

CORRIDAS COMENTADAS

03 Dez - Confronto de Maestros - 20.08.2015 (Comentada por Manuel Lupi)
17 Dez - Corrida de Homenagem ao Emigrante -  06.08.2015 (Comentada por Frederico Cunha)
24 dez - Mano a Mano João Moura Jr. vs João Telles Jr. - 3.09.2015 (Comentada por Manuel Lupi)
31 dez - Novilhada Mista 24.09.2015 - (Comentada por Luís Filipe Cochicho)

MOMENTOS
24 Dez - Memorável Cernelha  de  Manuel Mata e João J. Comenda do Grupo de Montemor - 7.09.2008 (Comentada por Simão Comenda)

Cernelha Montemor.jpg

No Campo Pequeno TV pode viver o mundo da tauromaquia portuguesa durante todo o ano, quer durante a temporada quer durante o defeso, com conteúdos exclusivos e inéditos.

Disponível por subscrição mensal no Videoclube da MEO e NOS, por 7,50€, com novos conteúdos semanalmente.

Subscreva no videoclube do MEO e da NOS. Também estão disponíveis online conteúdos selecionados no Vimeo On Demand

Informação da Prótoiro:

"

Caros Senhores,

 

desde as 22h que já se encontra online o site pedagógico "Touradas", em www.touradas.pt, desenvolvido pela ProToiro, Federação Portuguesa de Tauromaquia. 

Recordamos que este site destina-se ao grande público e tem como grande objectivo fornecer informação credível e rigorosa sobre todo o universo cultural da Tauromaquia Portuguesa. De uma forma simples e despretensiosa, qualquer pessoa, independente de ser aficionado, curioso ou de não gostar de corridas de touros, poderá encontrar informação esclarecedora sobre os principais temas desta arte. 

O site gira em torno de oito grandes eixos temáticos que são o Toiro, a Tourada, a História da Tauromaquia, os Intervenientes, as Touradas na Cultura, as Touradas em Números, as Razões para ser Aficionado e as principais Mentiras sobre as Touradas. Cada um destes temas é aprofundando de uma forma muito simples, através de perguntas e respostas. 

Este é somente o ponto de partida do site, uma vez que este irá ser constantemente actualizado e aumentado, pelo que vários aspectos da cultura taurina que ainda não estão contemplados, virão a estar presentes, brevemente. Através da área de contactos, todos poderão enviar as suas sugestões. 

Com este lançamento a ProToiro espera dar um forte contributo para a promoção da cultura taurina e para o esclarecimento da opinião pública sobre a temática das corridas de toiros, que é um dos traços marcantes da identidade de Portugal. 

 

Melhores Cumprimentos,

 

PROTOIRO Facebook"

Pág. 3/3