Saltar para: Posts [1], Pesquisa [2]

BARREIRA DE SOMBRA

Desde 13.06.1987 ao serviço da Festa Brava

BARREIRA DE SOMBRA

Desde 13.06.1987 ao serviço da Festa Brava

HOJE, NO «BARREIRA DE SOMBRA« - 106.4 FM - 21H/22H

04.11.13 | António Lúcio / Barreira de Sombra

Esta será a penúltima edição do «Barreira de Sonbra» relativa à temporada 2013.

 

A partir das 21h e até às 22h, teremos:

 

  • Sérgio Miguel, cabo dos Amadores de Arruda dos Vinhos, um dos Grupos apurados para a final do concurso de pegas no Montijo
  • A análise da temporada do nosso programa
  • Tauromaquia Norte/Sul com José Andrade

A não perder!!!

- O CAVALO, A CRIANÇA E NÓS, OS ADULTOS – por PAULO BEJA

04.11.13 | António Lúcio / Barreira de Sombra

Sobral de Monte Agraço recebeu no passado sábado à tarde um espectáculo equestre na sua castiça praça de toiros já despida para o defeso taurino. Sem teia e com um tapete verde natural acabou por ser um espaço singular para  a montagem das limitações de um picadeiro e um palco terreno para este show em que a música, a dança e a equitação se fundem perfeitamente ao longo de hora e meia. A ideia conjunta da empresa Multi-Rádio, habituée nos grandes espectáculos nacionais de equitação promovidos por Luis Valença, o centro equestre de Cachoeiras e a academia de dança Vanessa Silva de Póvoa de Santa Iria acabou por resultar numa singela homenagem ao cavalo em todas as suas qualidades na equitação.

 

O cavalo, a criança e nós os adultos é pois o tema para 14 quadros tal qual uma revista à portuguesa, apresentados em voz off e onde em simultâneo, e com um guarda roupa fabuloso, o corpo de dança e os cavaleiros se interligam perfeitamente e interagem com o público como um todo. Perfeito!

Dando a primazia ao cavalo em liberdade, começamos esta viagem algures na América com uma dança índia em redor do cavalo de crinas ao vento e com as penas da tribo que o idolatra, para depois mostrar a paixão e o ensino do cavalo nos mais jovens, com o volteio, os primeiros obstáculos e uma fantasia da Disney onde até o Mickey sabe montar. Momentos especiais com cavaleiros de palmo e meio e são muitos, a aprender com Verónica Santos no centro equestre de Cachoeiras, assim como também há uma classe muito jovem de dançarinas  na academia da Vanessa Silva.

 

Com as grandes sonoridades e a magia da dança o espectáculo já cativou o público e é tempo de mostrar o cavalo em alta escola em “pas de deux”  e no toureio com as presenças dos cavaleiros tauromáquicos Paulo Jorge Santos e António Mendonça. Que se despedem destes quadros com um cheirinho a Sevilha, num passeio pela “feria com suas niñas guapas” nas montadas. Especial aqui os bailarinos tanto a dançar rumba flamenca como sevilhanas.

 

A solo ou a pares, os cavalos brilham na arena e os ritmos mudam no palco e os tributos aos ABBA e ao Moulin Rouge são simplesmente geniais e até nas bancadas deu vontade de dançar. Mas dois momentos ficarão na retina, em dois solos extraordinários de perfeita equitação e dois sentimentos especiais. Ao dedilhar da guitarra de fado a entrada da fadista Margarida Arcanjo enche a praça com a sua presença e voz e o cavalo de paulo Jorge santos parece perceber a magia do fado tal a suavidade de movimentos junto á fadista. Se fosse à noite com um bom foco a seguir estes minutos era sem dúvida o  momento mais alto do espectáculo. Por seu lado ao som de Carminho e Alboran Vanessa Silva mostrou-nos uma sensualidade quase angustiante e foi ela a grande protagonista de um solo acompanhada pela equitadora Verónica Santos. Aqui aconteceu a magia da dança com uma bailarina de excepção.

 

O carrocel com os cavaleiros do centro vieram mostrar também a ligação e entendimento das montadas com seis cavaleiras em praça a fechar os momentos mais sérios e artísticos deste espectáculo já a caminhar para o seu término e como cativador de novos alunos para as duas professoras idealistas desta gala o grande final trouxe-nos à pista os palhaços sem esquecerem o seu burrinho em momentos verdadeiramente hilariantes e antes da final com todos presentes fechou a gala um quadro natalicio com montagem de árvore de Natal e um Pequeno pai Natal a vir a cavalo, claro, trazer os seus presentes com todo o seu séquito. Apesar do pouco público a alegria e o prazer registado nos rostos mostrou que valeu a pena este esforço conjunto pois aconteceu magia na praça de toiros de Sobral de Monte Agraço. Hora e meia de espectáculo, muita entrega e vontade de voltar a ver em qualquer espaço multiusos até ao Natal. O cavalo, a criança e nós os adultos merece viajar pelo país.

 

Texto: Paulo Beja