Saltar para: Posts [1], Pesquisa [2]

BARREIRA DE SOMBRA

Desde 13.06.1987 ao serviço da Festa Brava

BARREIRA DE SOMBRA

Desde 13.06.1987 ao serviço da Festa Brava

TOURADAS E ESPERAS nas TERTÚLIAS DE OUTONO DO CASTELO | 13 OUT, ÀS 16H00

08.10.13 | António Lúcio / Barreira de Sombra

Até Novembro, aos Domingos à tarde, descubra as Tradições, Festas e Comidas de Lisboa nas Tertúlias de Outono do Castelo de S. Jorge!

 

Reavivar memórias e fazer sentir a cidade viva e nossa, como uma pertença única e uma identidade singular.

 

Recordar e fixar as tradições, não deixando que o tempo voraz da modernidade as substitua

constantemente; tornar as festas um evento contínuo, repetitivo e inovador e perpetuar as comidas tradicionais de Lisboa em algumas casas de petiscos sobreviventes, sentindo o sabor da memória e a alegria dos tempos.

 

A festa é, sem dúvida, uma das actividades que, sociologicamente, pode ser considerada das mais antigas quando se considera o sentido de comunidade e convivência.

Saiba tudo em www.castelodesaojorge.pt

 

PROGRAMA

TRADIÇÕES, FESTAS E COMIDAS DE LISBOA

SET | OUT | NOV | DOMINGO | 16H00 | Gratuito mediante inscrição

INSCRIÇÃO PRÉVIA | 218 800 620 | info@castelodesaojorge.pt

Programa comissariado pela Dr.ª Gabriela Carvalho

 

Desde sempre que alguns dos afectos e dos comportamentos humanos são os mesmos na sua concepção, variando tão só a sua forma estrutural, de acordo com o desenvolvimento da cultura e da mentalidade e, claro, da fisionomia da manifestação colectiva. Toda a festa  constitui um testemunho de exaltação colectiva e uma dramatização da vida e da morte: é uma violência excessiva que permite a fusão espontânea dos indivíduos de um mesmo grupo social fazendo com que a sua acção reproduza a irrupção simultânea de Eros e Tanatos, engendrada pela própria natureza nos seus ciclos misteriosos.

 

13 OUT | TOURADAS E ESPERAS

Paulo Pereira, Joaquim Bastinhas e Orlando Vicente

A festa dos touros em Lisboa sempre foi um elemento de união entre as pessoas independentemente das suas origens sociais. Não havia data importante em Lisboa onde não houvesse uma largada ou uma corrida de touros com as suas respetivas esperas de touros. Viessem da Calçada de Carriche ou do Terreiro do Paço, as esperas de touros eram o acontecimento que juntava os Lisboetas independentemente da sua origem, misturando de tal maneira os alfacinhas, fidalgos, criminosos e fadistas, entre outros, que foi um dos mais importantes motores da divulgação, nacional e internacional, das tradições dos bairros mais

antigos da nossa cidade.

 

27 OUT | PÁTEOS DE COMÉDIAS, TEATROS E ÓPERAS

Fernando Dacosta e Paulo Eloy

A representação, o entretenimento no espaço público enraizou-se na cidade criando um gosto único e uma participação activa do povo lisboeta que desde o século XV compunha e  presentava, levantando corrais e teatros de rua que depressa se esgotavam no gosto da festa.

 

10 NOV | ROMARIAS, PIQUENIQUES E HORTAS

Paulo Machado e Victor Ambrósio

Ocupada a cidade por uma população constituída por migrações constantes de todas as zonas de Portugal, a religiosidade e as romarias foram tomando a pouco e pouco, um carácter urbano. Os piqueniques e as hortas, pelo contrário são a reminiscência da ruralidade, o escape de domingo depois de uma semana de trabalho.

 

24 NOV | COMIDAS TRADICIONAIS

Virgílio Gomes e Virgílio (Restaurante Zé da Mouraria)

Amante da boa comida e da mesa farta o lisboeta não deixa por mãos alheias a fama e a frequência da boa mesa. Desde os pratos autóctones da cidade até às importações e às variações que o passar do tempo impõe, por evolução do gosto ou introdução de novos condimentos, a gastronomia da cidade foi enriquecendo-se em variedade e qualidade ímpares.

 

Informa: Susana Repolho Correia

OLÉ Nº 311 - NAS BANCAS AMANHÃ DIA 9 DE OUUBRO - QUARTA-FEIRA

08.10.13 | António Lúcio / Barreira de Sombra

Destaques da Semana:

Pág. 2
- Editorial: Temporada de 2013. Por: Francisco Morgado (Director)
- Bilhete Postal: Mestre ANTÓNIO RIBEIRO TELLES - Por: Joaquim Tapada
- Agradecimento do Jornal Olé aos leitores e distribuidores
- Galardões do Campo Pequeno – Temporada de 2012

Pág. 3
- Câmara de Elvas entrega Medalhas de Ouro da Cidade: Joaquim Bastinhas foi um dos distinguidos

Pág. 4
- Elvas: São Mateus. Agradável corrida e sentida homenagem, Bombeiros Elvenses. Texto: Herlander Coutinho - Fotos: Florindo Piteira

Pág. 5
- Triunfo Mourista em Elvas. Texto: Herlander Coutinho - Fotos: Hugo Teixeira

Págs. 6 e 7
- Campo Pequeno: Triunfou Vítor Ribeiro na emotiva segunda parte da Corrida de Gala. Texto: António Lúcio - Fotos: Emílio de Jesus

Pág. 7
- Breves: Henrique Fraga e os Patinhas; Diogo Peseiro e Sérgio Nunes actuam de novo em Espanha; Alvaro San Emeterio

Pág. 8 - 1ª Corrida da Feira de Outubro de Vila Franca. Só não há mutação naquilo que não evolui. Salgueiro da Costa, cravou um ferro de antologia. Texto: João Mascarenhas - Fotos: Pedro Batalha

Pág. 9
- VILA FRANCA XIRA. Toureiros por cima dos toiros em corrida que não deixou grandes recordações. Texto: A. Lucio - Fotos: Pedro Batalha

Págs. 10 e11
- Tauromaquia Atlântica. Nas praças dos Açores. Foi curta a Temporada de 2013! Texto: Mário Aguiar Rodrigues - Fotos: Edgar Vieira

Pág. 11
- Coisas e Loisas da nossa Festa

Pág. 12
- Memórias da Festa e Porta dos Sustos. Por: Luís Miguel Barroso
- Vítor Mendes. Por: Dr. Varela de Matos
- Sérgio Nunes estreou-se em Espanha

Pág. 13
- Beja Brava êxito no Alentejo. Texto: Marco Gomes - Fotos: Jorge Sampaio
-Publicidade Restaurante Quinta do Bispo- Évora

Pág. 14
- Festival de Beja continua a ajudar. Texto e Fotos: Jorge H. Sampaio

Pág. 15
- Agenda Taurina
- Vila Boim, o reviver da tradição…

Pág. 16
- Publicidades: Santarém-13 Outubro e Alcochete-19 Outubro

0 SOL E TOIROS LANÇA PARCERIA COM A TRIBUNA LUSITÂNIA.

08.10.13 | António Lúcio / Barreira de Sombra

A 2º edição da Beja Brava, foi o palco escolhido pela Fer TV, para o lançamento da sua nova plataforma interactiva de internet, o Sol e Toiros TV que desta forma apresenta seu novo projecto com parceria oficial Tribuna Lusitânia.

 

As duas plataformas de comunicação, pretende com esta nova dinâmica, agregando informação e conhecimento ligados aos cavalos e toiros.

O Sol e Toiros TV surgiu em Alter do Chão na Escola Profissional de Desenvolvimento Rural de Alter do Chão, berço do Cavalo Lusitano e um dos muitos lugares de grande aficion que podemos encontrar no nosso Alentejo interior, num curto espaço de tempo evoluiu para os canais da televisão por cabo em Portugal mantendo um numero de telespectadores diários de mais de 40 000 num total de 8 milhões de visitas entre as plataformas de internet MeoKanal.

 

Com uma linha editorial bem definida tem como objectivo - defender, preservar, promover e divulgar a tauromaquia na sua mais pura essência, as suas gentes e costumes.

 

Numa altura em que a Festa Brava contínua a assumir-se como o segundo espetáculo que mais público atrai às monumentais da cultura e desporto Portugueses, uma larga maioria dos Municípios de Portugal tem vindo a declarar a tauromaquia, como Património Cultural e Imaterial de Interesse Municipal.

 

Quando se fala em tourada (portuguesa) obrigatoriamente se fala em arte Equestre, é algo que está intrinsecamente ligado.

 

A Tribuna Lusitana (TLHD) é um portal brasileiro (seus proprietários são Portugueses) com 8 programas online dedicados ao mundo equino e equestre, sendo que um dos programas também falará de tauromaquia.

 

A TLHD irá fazer uma série de programas e debates internacionais com Cavaleiros Tauromáquicos, Ganadeiros de Toiros Bravos, criadores de cavalos especializados, Campinos e Grupos de Forcados para que o público entenda este mundo e tudo o que o envolve.

 

A ideia da parceria foi de Carlos Papafina, que sublinhou na seção de lançamento que:  A Tribuna Lusitana provou ser um canal de grande idealidade, preocupada com a fileira do cavalo mantendo uma indirecta ligação aos touros, para nós e porque o nosso público exige conteúdos idênticos aos que a TLHD tem vindo a produzir, seria de todo descabido produzirmos ou reproduzimos modelos ou trabalhos que a TL há muito tempo o faz, assim e porque também nos interessa mostrar e conquistar o público da América Latina e central esta parceria, seria mais que acertada.

 

Baseado na tecnologia do YouTube, este portal media pretende agrupar todos os conteúdos que vídeo e fotografia que se realizam em Portugal e Espanha, França, Brasil e América latina,  que de forma desorganizada vão engrossando o volume de informação audiovisual disponível na internet ligado arte equestre e á tauromaquia.

 

Neste novo projecto, será criada uma plataforma de alojamento, criação e Promoção de todas as actividades, empresas e canais dedicados aos cavalos e toiros que contará, naturalmente, com programas da Tribuna Lusitana ( www.tlhd.com.br ).

 

A data não podia ser melhor, afinal a TLHD faz seu 4º ano de atividade dia 6 De Outubro, uma bela forma de marcar seu aniversário.

 

Os conteúdos podem ser vistos no Meo Kanal da Portugal Telecom, 809091, que acumula há 24 meses o destaque dos canais dedicados à arte e cultura ou em  www.soletoiros.tv.