Saltar para: Posts [1], Pesquisa [2]

BARREIRA DE SOMBRA

Desde 13.06.1987 ao serviço da Festa Brava

BARREIRA DE SOMBRA

Desde 13.06.1987 ao serviço da Festa Brava

MUITA PRESENÇA E QUALIDADE DOS OLIVEIRAS PROPORCIONARAM BOM ESPECTÁCULO EM SAMORA CORREIA

28.04.13 | António Lúcio / Barreira de Sombra

Praça de Toiros em Samora Correia – 28.04.13 – Corrida de Toiros

Director: Rogério Jóia – Veterinário: Miguel Matias – Lotação: ½ casa

Cavaleiros: Sónia Matias, Ana Batista, Pedro Salvador

Forcados: Amadores do Ribatejo, Amadores de Azambuja

Ganadaria: Oliveiras Irmãos

 

MUITA PRESENÇA E QUALIDADE DOS OLIVEIRAS PROPORCIONARAM BOM ESPECTÁCULO EM SAMORA CORREIA

 

A tarde apresentou-se fria e ventosa e o público não correspondeu em termos de presença para assistir a uma boa corrida de toiros e onde o curro de Oliveiras Irmãos teve papel preponderante pela qualidade da generalidade dos toiros (execepção ao terceiro da ordem), pela idade (4 de 5 anos e 2 de 4 anos), pela presença que muitos deles tiveram, colaborando depois nas lides, bravos e encastados. Parabéns ao ganadeiro.

 

A cavaleira Sónia Matias teve por diante e a abrir praça um importante toiro, de muita classe e nobreza, o qual lidou bem, com critério e alguns ferros curtos de boa nota, a entrar nos terrenos do toiro.Prolongou demasiado a lide para terminar com um ferro em sorte de violino. No seu segundo, algo reservado, cumpriu a papeleta perante o agrado do público que aplaudiu cada uma das sortes.

 

Ana Batista cravou o melhor ferro da tarde frente ao segundo toiro, também de boa nota. Foi o seu terceiro curto, a aguentar a investida do toiro, provocando-o, e depois quarteando-se bem e rematando como mandam as regras. No quinto da ordem, de muito trapio e presença, Ana cumpriu a teve no primeiro curto o seu melhor ferro, entrando bem de frente.

 

Em terceiro lugar actuou Pedro Salvador que teve por diante um toiro que não facilitou a sua tarefa, vindo a subir de tom nos curtos, com um quarto ferro de muito boa nota, com batida ao pitón contrário e bem rematado. No que encerrou praça chegou ao público com cites vistosos e com um curto de muito boa nota, em sorte frontal com reunião justa.

 

No capítulo da forcadagem, Ribatejo e Azambuja cumpriram sem problemas de maior nas pegas de caras aos seis toiros. Pelos Amadores do Ribatejo foram solistas Pedro Coelho (à 3ª), João Guerreiro (à 2ª) e o cabo João Machacaz (à 1ª), enquanto que pelos Amadores de Azambuja foram forcados de cara David Mouchão (à 1ª), Pedro Belbute (à 1ª) e Daniel Reis numa rija intervenção à 2ª tentativa.

 

Na direcção de corrida esteve Rogério Jóia, assessorado  pelo veterinário Miguel Matias.

PRÓXIMAS ACTUAÇÕES DE NUNO CASQUINHA

28.04.13 | António Lúcio / Barreira de Sombra
O matador de toiros Nuno Casquinha continua a somar contratos no Perù, prevendo se que supere o numero de actuacoes da passada temporada.
Assim sendo, o matador português, no mês de maio, esta anunciado nas seguintes datas:
 
5 de Maio
Baños (Huanuco)
Toiros de Viru, para
Antonio Campos
Nuno Casquinha
 
11 de Maio
Ayaviri (Puno)
Festival Benèfico
Toiro de Checayani, para
Nuno Casquinha
 
17 de Maio
Mallco (Arequipa)
Toiros de Asurza e Navarrete, para
Juan Carlos Cubas
Nuno Casquinha
 
18 e 19 de Maio
Sucre (Cajamarca)
Toiros de El Sauco, para
Nuno Casquinha
Diego dos Santos
Emilio Barrantes
Carlos Cabello
 
21 de Maio
Tiruque (Arequipa)
Toiros de Asurza, Navarrete e Ivan Rodriguez, para
Nuno Casquinha
Alternante a designar