Saltar para: Posts [1], Pesquisa [2]

BARREIRA DE SOMBRA

Desde 13.06.1987 ao serviço da Festa Brava

BARREIRA DE SOMBRA

Desde 13.06.1987 ao serviço da Festa Brava

NOTAS SOBRE A CONFERÊNCIA DE IMPRENSA DE ONTEM EM LISBOA

13.03.13 | António Lúcio / Barreira de Sombra

A lotação estava quase esgotada no Salão Nobre e a fase inicial da conferência de imprensa serviu para falar da actual conjuntura de crise económica e da necessidade de adaptação às circunstâncias, diminuindo alguns espectáculos mas procurando nivelar a qualidade por cima. Há, pois, esperanças quanto a competição entre toureiros e ganadarias onde a apresentação também será acima da média (não era de esperar outra coisa pois trata-se, afinal, da primeira praça do País).

 

Mas se todos esperavam declarações mais fortes acerca da questão das exclusivas e da contratação ou não dos toureiros que são necessários em qualquer praça e do agrado do público, o Dr. Henrique Borges, com bom sentido de humor, sacou de um dicionário de língua portuguesa e tratou de explicar o sentido de «exclusiva». Para bom entendedor… E Rui Bento, não dizendo nem que sim nem que não, dando uma de cal e outra de areia, referiu o interesse nos artistas mas quanto a contratações… nada.

 

E quando questionado sobre a não inclusão, para já, de Diego Ventura nos cartéis da primeira metade, Rui Bento disse que deveriam perguntar a Diego Ventura porque não vinha…

 

A presença da televisão ou televisões e a transmissão de corridas é, também, assunto em aberto mas que pode ser em fechado porque as administrações das estações, RTP à cabeça, não parecem muito viradas para suportarem os avultados custos de transmissão apesar das audiências serem sempre acima da média de outros programas transmitidos nos mesmos horários. Em vez da quase dúzia de corridas do ano passado, poderemos este ano não ter nenhuma. É uma realidade.

 

O apoio da empresa do Campo Pequeno ao toureio a pé, expresso nos bons resultados da sua Academia de Toureio e nas presenças de Diogo Peseiro, será aposta para continuar, projectando-se em termos de futuro e beneficiando de uma colaboração com o Fundo de Assistência dos Toureiros, conforme frisado por Rui Bento. E o apoderamento de João Maria Branco por parte de Rui Bento com o beneplácito da empresa da qual é Director de Actividades Tauromáquicas foi assumido como natural após os vários contactos que existiram.

 

O Campo Pequeno decidiu diminuir alguns preços, como por exemplo, para as galerias de 2ª ordem, onde existirão entradas a 7,5 euros por forma a permitir que todas as pessoas possam assistir às corridas na praça da capital.

 

Quanto ao toureio a pé, fica a expectativa de contratação de alguns toureiros portugueses para a segunda metade do abono, onde terá lugar também a novilhada mista.