Saltar para: Posts [1], Pesquisa [2]

BARREIRA DE SOMBRA

Desde 13.06.1987 ao serviço da Festa Brava

BARREIRA DE SOMBRA

Desde 13.06.1987 ao serviço da Festa Brava

Quatro são os espectáculos anunciados para este fim de semana e a IGAC já comunicou quem são os Delegados Técnicos Tauromáquicos.

 

Dia 31, sábado

 

Barrancos - Sr Lourenço Lúzio e Dr José Luis Cruz

 

Vila Viçosa - Sr Agostinho Borges e Dr Tenório Guera

 

Dia 1, domingo

 

Alcochete -  Sr Nuno Nery e Dr Carlos Santos

 

Vila Franca - Sr Ricardo Pereira e Dra Francisca Claudino

O toiro de Rego Botelho, considerado o mais bravo da temporada anterior em Lisboa, vais ser um dos protagonistas do programa.

 

A Monumental de Santarém abriu as suas portas com frio e um cartel de juventude.

 

Oportunidade para falar sobre as jornadas taurinas da Faculdade de Medicina Veterinária, o intenso fim-de-semana tauromáquico que teve lugar em Cabeço de Vide e sobre uma sorte capital do toureio de muleta.

 

Destaque ainda para a corrida de 25 de Março em Salvaterra de Magos, onde António Telles e os forcados de Salvaterra arrecadaram os prémios.

 

Com a esperança de conseguir cobertura financeira para o projeto de um monumento ao forcado, dei a conhecer uma iniciativa que, para esse efeito, tinha imaginado. Foi aproveitada. Teve êxito. Só que a receita não foi a favor do monumento. Tive agora outra ideia.

 

Sei que se a acharem rentável, os “caça ideias” não hesitarão em usá-la. Todavia, no interesse da Tauromaquia, vou expô-la. Desta vez já não penso em beneficiar o projeto  do  monumento  com  ela. 

 

O caso é  este.  As  touradas são consideradas sanguinárias pelos que se lhes opõem. É o argumento forte que usam para exigir a sua extinção. Admirando o toiro de lide, a raça brava como admiro, lembrei-me de um  espectáculo  capaz  de a preservar, satisfazendo simultaneamente gregos e troianos. Quer dizer, os que são a favor e os que são contra as touradas. Chamar-se-á,

 

                          TOURADAS  SEM  SANGUE  (TSS).  

 

Os sensíveis e teimosos anti taurinos já não poderão invocar o sangue do toiro como arma de arremesso. Os taurinos, terão uma forma de estimular a bravura do toiro sem ter necessidade de o fazer sangrar.

 

Os Forcados serão utilizados como eu tinha sugerido e tem sido cumprido nas várias Festas do Forcado a que se tem assistido.  Nas “TSS” juntar-se-ão a eles: “recortadores”, toureio de capote, eventualmente toureio cómico.

 

Espectáculo movimentado, diversificado, divertido, SEM SANGUE, onde quem realmente pode sofrer, são os homens e não os toiros, suscetível de atrair público. Inclusivamente os turistas que nos visitam. (O título é sugestivo…)

 

Tira-se assim o argumento do sangue aos anti taurinos. Satisfazem-se as suas delicadas sensibilidades e preserva-se a bravura do toiro estimulando-a.

 

 Está feita a sugestão. Claro que não me satisfaz nem a quem seja aficionado. Mas é a forma que arranjei de mandar os anti taurinos onde calculam que, em pensamento, os mando.

 

Quanto aos  “olheiros taurinos”, sempre atentos às iniciativas alheias, aproveitando-as  quando lhes parece que dão lucro, estejam à vontade. Compreendo-os.  Atravessamos um período difícil. Não há espaço, para romantismos ou moralidade retrógrada. É tempo dos espertos.

 

Carlos Patrício Álvares (Chaubet)

 

Visite http://citedelargo.wordpress.com - Blogue tauromáquico, desde já ao dispor, com maior incidência no tocante aos FORCADOS

 

 

http://www.equitacao.com/videos2.php?nvideo=243

Esta semana, a I Jornada da Taça de Portugal de Dressage, no Hipódromo do Campo Grande, em Lisboa, e a final do circuito de saltos de obstáculos Atlantic Tour, na Comporta, são os temas em destaque.

Na Dressage, confira os resultados e as declarações do vencedores.

Após novas regras da FEI terem entrado em vigor no início do ano, a EQUITAÇÃO TV foi saber a opinião dos cavaleiros sobre a utilização do toque ou cartola durante as provas.

Levamo-lo também a conhecer Santiago, o filho de Luciana Inácio, cavaleira que na SHP regressou à competição, dois meses depois de ter sido mão.

Para os fãs de Saltos de Obstáculos, preparámos a reportagem da Grande Prémio do CSI3*, fazemos o resumo do circuito que decorreu alo longo de um mês na Herdade da Comporta e falámos com Miguel Faria Leal, seleccionador nacional da Juventude, sobre as provas dos mais novos.

Tempo ainda para lhe mostrar-mos como brilha Isabelle Strom, uma cavaleira francesa, que não dispensa os brilhantes e purpurinas, dentro e fora de pista!

Edição, Imagem, Texto e Apresentação: Ana Filipe e Cátia Mogo

 

A praça de toiros Palha Blanco vai receber um grandioso festival taurino no dia 1 de Abril, pelas 16:30. O evento é uma organização conjunta da Casa dos Forcados de VFX, da União Desportiva Vilafranquense e da Junta de Freguesia de Vila Franca, entidades às quais a Tauroleve se associou para proporcionar um espectáculo de muita tradição e aficion.

 

Um grandioso espectáculo comemorativo dos 80 anos dos Forcados Amadores de Vila Franca de Xira e do 55º aniversário da União Desportiva Vilafranquense vai marcar o primeiro dia de Abril na Palha Blanco, em Vila Franca de Xira.

Este arranque de temporada vai contar com muita juventude, mas também com muita tradição, pois vão ser várias as gerações de forcados presentes. No ano em que os Forcados de Vila Franca comemoram 80 primaveras, o objectivo deste festival é demonstrar a vitalidade de duas das instituições com mais tradição na cidade: a UDV e o Grupo de Forcados Amadores.

Como os próprios membros da organização fizeram questão de referir na apresentação oficial do festival, o objectivo é ”mostrar a força da terra e o nosso bairrismo num evento que, temos a certeza, vai ser de grande qualidade”.

 

São cabeças de cartaz deste Festival Taurino os cavaleiros Filipe Gonçalves, António Maria Brito Paes, Paulo Jorge Santos, Duarte Pinto, Tiago Carreiras e Marcelo Mendes, bem como os espadas Nuno Casquinha e Tiago Santos.

Numa tarde onde o passado, o presente e o futuro destes jovens promissores se vai cruzar na arena da Palha Blanco, as pegas vão estar a cargo do Grupo de Forcados Amadores de Vila Franca de Xira, capitaneados por Ricardo Castelo.

Os toiros da tarde são das ganadarias de Santa Maria e Canas Vigouroux.

Para ver no dia 1 de Abril, pelas 16:30, na centenária Praça de Toiros de Vila Franca de Xira.

 

O matador de toiros Rui Bento tentou nas ganadarias de Pinto Barreiros e São Torcato. Aqui reproduzimos algumas das fotos e o agradecimento do matador.

 

"Quero agradecer ao ganadero, senhor Joaquim Alves e família (ganadarias Pinto Barreiros e S. Torcato) os momentos que me proporcionaram de me reencontrar com aquilo de que mais gosto na vida, depois da minha família: Tourear!

 

Doze anos após ter deixado o toureio activo e oito anos depois do baptizado do meu filho (a última vez em que tinha toureado), ontem reencontrei-me com aquelas sensações únicas, incríveis e inexplicáveis que só o toureio pode proporcionar.

 

Brindo esses momentos inolvidáveis aos meus filhos Rui Pedro e Margarida e à memória da ganadera, “Tia Necas”, falecida faz hoje um ano, que lá do céu, estou certo, me acompanhou com a atenção e o carinho que sempre me concedeu em terra.

 

22 de Março de 2012

Rui Bento"

No próximo sábado dia 24 de Março pelas 19 horas, irá para o ar o 2º programa da 9ª série Arte & Emoção, o magazine de tauromaquia da RTP 2.

A Feira Taurina de Olivença irá estar em destaque.

 

No último dia, António Ferrera foi o grande triunfador e o regresso de Juan José Padilla marcou emotivamente todo o certame.

 

Oportunidade para testemunhar aspectos do maneio de reses bravas e conhecer a impressionante camada de saca da ganadaria Vinhas para este ano.

 

Vítor Mendes vai falar sobre dois passes do toureio de muleta e António Manuel Morais irá abordar a interessante ligação existente entre fados e toiros.

Pág. 1/6