Saltar para: Posts [1], Pesquisa [2]

BARREIRA DE SOMBRA

Desde 13.06.1987 ao serviço da Festa Brava

PRAÇAS DE TOIROS (LOCALIDADES) EM ACTIVIDADE EM 2011

11.01.12 | António Lúcio / Barreira de Sombra

Foram 124 os locais onde se realizaram espectáculos tauromáquicos em 2011. A saber: Praça na 1º coluna, número de espectáculos na 2ª e reses lidas na 3ª coluna.

 

Campo Pequeno

19

121

Albufeira

17

71

Vila Franca de Xira

10

64

Alcochete

10

57

Angra do Heroismo (Açores)

10

49

Moita do Ribatejo

9

46

Montijo

8

47

Santarém

6

38

Nazaré

5

31

Redondo

5

30

Arruda dos Vinhos

4

26

Sobral M. Agraço

4

26

Elvas

4

24

Évora

4

24

Salvaterra de Magos

4

24

Figueira da Foz

4

22

Póvoa de Varzim

4

20

Coruche

4

18

Barrancos

4

11

Moura

3

20

Abiúl

3

18

Arronches

3

18

Beja

3

18

Setúbal

3

18

Cartaxo

3

17

Chamusca

3

13

Cuba

3

13

Montemor-o-Novo

3

13

Graciosa (Açores)

2

14

Alcácer do Sal

2

13

Alenquer

2

13

Almeirim

2

13

Alpalhão

2

12

Alter do Chão

2

12

Azambuja

2

12

Bencatel

2

12

Cabeço de Vide

2

12

Caldas da Rainha

2

12

Granja

2

12

Idanha-a-Nova

2

12

Mourão

2

12

Portalegre

2

12

Reguengos de Monsaraz

2

12

S. António Areias

2

12

Samora Correia

2

12

Tavira

2

12

Tomar

2

12

Vila Viçosa

2

12

Vinhais

2

12

Garvão

2

11

Póvoa de S. Miguel

2

11

V. N. Barquinha

2

11

Amareleja

2

10

Marinha Grande

2

8

Amieira (Portel)

1

7

Ferreira do Alentejo

1

7

Lourinhã

1

7

Malveira

1

7

Olhalvo

1

7

Ota

1

7

Serpa

1

7

Águeda

1

6

Alandroal

1

6

Aldeia da Ponte

1

6

Aldeia da Venda (Alandroal)

1

6

Aljustrel

1

6

Alvaiazere

1

6

Ansião

1

6

Arraiolos

1

6

Baião

1

6

Benedita

1

6

Cabeça Gorda

1

6

Cabeceiras de Basto

1

6

Cadaval

1

6

Caneças

1

6

Castelo Branco

1

6

Castro Marim

1

6

Entradas

1

6

Estremoz

1

6

Ferreiras

1

6

Forte da Casa

1

6

Foz do Sizandro

1

6

Freixianda

1

6

Grândola

1

6

Ilha do Pico

1

6

Loureiro

1

6

Luz

1

6

Messejana

1

6

Monte Gordo

1

6

Montemor-o-Velho

1

6

Mora

1

6

Nafarros

1

6

Nave de Haver

1

6

Nisa

1

6

Oliveira do Bairro

1

6

Pinhal Novo

1

6

Póvoa de Santa Iria

1

6

Rates

1

6

S. Aleixo da Rest.

1

6

S. João da Pesqueira

1

6

Santo Isidoro

1

6

São Cristóvão

1

6

São Manços

1

6

Sobral da Adiça

1

6

Sousel

1

6

Terrugem

1

6

Torrão (Alcácer)

1

6

Torres Vedras

1

6

Valverde

1

6

Viana do Alentejo

1

6

Vila Boim

1

6

Vimioso

1

6

Crato

1

5

Fronteira

1

5

Monchique

1

5

Penela

1

5

Póvoa e Meadas

1

5

Proença-a-Nova

1

5

Santana da Serra

1

5

Santo Aleixo (Estremoz)

1

5

Urrós

1

5

Monsaraz

1

4

Marinhais

1

1

Soito

1

1

 

Fonte: APCTL

GANADARIAS QUE LIDARAM EM PORTUGAL EM 2011

11.01.12 | António Lúcio / Barreira de Sombra

 

Esta é a extensa lista das ganadarias que lidaram reses em Portugal no ano de 2011 segundo a APCTL:

 

PALHA                       

74

PASSANHA                    

67

MURTEIRA GRAVE

46

VARELA CRUJO, HERDEIROS

46

SESMARIAS VELHAS DO GUADIANA

44

COUTO FORNILHOS

41

PINTO BARREIROS

39

SÃO MARCOS

39

HERD.ALBERTO CUNHAL PATRICIO

38

ORTIGÃO COSTA

36

CARLOS FALÉ FILIPE

36

SANTA MARIA

35

LUIS ROCHA

34

MANUEL ASSUNÇÃO COIMBRA

34

HERDEIROS DE CONDE CABRAL

34

REGO BOTELHO

31

GUIOMAR CORTES MOURA

29

ANTÓNIO CHARRUA

26

JOSÉ SAMUEL PEREIRA LUPI

25

RIO FRIO

25

FRANCISCO ROMÃO

25

JOSÉ L.VASCONCELLOS S. ANDRADE

25

CASA PRUDÊNCIO

24

PAULO CAETANO

21

VEIGA TEIXEIRA

20

ANTÓNIO SILVA

20

CANAS VIGOUROUX

19

PEREDA GARCIA (Don José Luis)

19

BRITO PAES

19

ASCENSÃO VAZ

18

JORGE DE CARVALHO

18

DAVID RIBEIRO TELLES

18

JOÃO DIAS COUTINHO

18

VALE DO SORRAIA

18

MÁRIO VINHAS E HERD.MAN.VINHAS

17

SOBRAL                      

17

SANTOS SILVA

16

PÉGORAS                      

15

CONDESSA DE SOBRAL

15

FRANCISCO LUIS CALDEIRA

15

ROSA RODRIGUES

15

LA DEHESILLA

14

FERNANDES DE CASTRO

14

CASA AGRICOLA AVÓ

14

FERNANDO PEREIRA PALHA

14

ANTÓNIO  A  MADEIRA

13

SÃO TORCATO

13

NUNO CASQUINHA

13

SÃO MARTINHO

13

BRANCO NÚNCIO, HERDEIROS

13

BENJUMEA                    

12

LUIS SOUSA CABRAL

12

JOÃO RAMALHO

12

ANTÓNIO FIGUEIREDO LAMPREIA

12

LOPES BRANCO,HERDEIROS

12

RODOLFO ANDRE PROÊNÇA

12

MANUEL DIAS

11

HERD.s JOSE INFANTE DA CÂMARA

11

MANUEL TAVARES VEIGA

10

INÁCIO RAMOS

10

RUY GONÇALVES,HERDEIROS

9

OLIVEIRAS,IRMÃOS

9

SANTO ESTEVÃO

8

SOCIEDADE AGR. DE RIO FRIO

7

SUZETE DIAS

7

BOHORQUEZ (FERMIN)

7

HERD.PAULINO DA CUNHA E SILVA

7

HERDADE DE CAMARATE

7

JORGE MENDES

7

MANUEL LOPO DE CARVALHO

7

MANUEL ROSA TÁTÁ

7

JOÃO MOURA

6

IRMÃOS DIAS

6

JOSÉ LUIS PEREIRA DIAS

6

SOC.AGRO-PEC.GREGÓRIO OLIVEIRA

6

SANTIAGO                    

6

Antonio Ordoñez

6

ARRIAGA                     

6

ARUCCI                      

6

BERNARDINO PIRIZ

6

CABRAL ASCENSÃO

6

CAMPOS PEÑA

6

D.JUAN ALBARRAN

6

DOLORES AGUIRRE YBARRA

6

EL CAHOSO

6

FERNANDO BETTENCOURT

6

HIGINO SOVERAL

6

ISIDRO DOS REIS

6

JERÓNIMO MANZARRA

6

LUÍS GARZÓN MERGELINA

6

MARCA RODRIGO (D. JOSE LUIS)

6

MAZA (Conde de la)

6

POÇO DA RUA

6

SILVA HERCULANO

6

SOCIEDADE  DAS SILVEIRAS

6

CASA AGR.JOSE ALBINO FERNANDES

5

EL ROMAL

5

JOÃO GASPAR

5

JOSÉ LUIS COCHICHO

5

ARCADIO ALBARRAN

5

ARRIBAS SANCHO (HºS ANTONIO)

5

JOSÉ BENÍTEZ CUBERO

5

PEDRO DAMIÃO

4

CONTRERAS                   

4

JOSÉ PEREIRA PALHA

4

EZEQUIEL RODRIGUES

3

HUMBERTO FILIPE

3

ALVARO BENTO

3

DOMECQ BOHORQUEZ (SANTIAGO)

3

FELICIDADE DIAS

3

JANDILLA                    

3

MIURA FERNANDEZ (Eduardo)

3

VEGAHERMOSA                 

3

JOÃO CARDOSO GASPAR

2

SOMMER D ANDRADE, HERDºS

2

IRMÃOS TOSTE

2

JOAQUIM LUIS SERPA

2

PALLARÉS                    

2

 HERDºS MANUEL JOSÉ DA URSULA

1

ANTONIO RUBIO MACANDRO

1

DUARTE PIRES

1

FRANCISCO SOUSA

1

GABRIEL OURIQUE

1

HATO BLANCO

1

JOÃO MANUEL PRAIA

1

MANUEL JOÃO ROCHA

1

TOROS PARLADÉ

1

VAZ MONTEIRO

1

 

Fonte: APCTL

GANADARIAS PORTUGUESAS LIDAM E EXPORTAM MENOS TOIROS

10.01.12 | António Lúcio / Barreira de Sombra

 

Lidaram-se menos toiros portugueses em arenas nacionais no que respeita aos últimos cinco anos e também diminuiram as exportações de toiros acentuado-se essa tendência iniciada entre 2008 e 2009, sinais da diminuição do número de espectáculos em Portugal e também em Espanha e França, com aquela a registar também um superavit elevado de toiros em face dos espectáculos. São estas as primeiras impressões após a leitura dos dados estatísticos da Associação Portuguesa de Criadores de Toiros de Lide (APCTL) que o Dr. João Santos Andrade nos facultou e que resultam do trabalho desinteressado dos médicos veterinários que estão em cada espectáculo como delegados técnicos da IGAC.

 

Se atentarmos nos dados referentes ao número de toiros lidados por época tauromáquica, 1611 em 2011 em Portugal, os números oscilam entre os 1547 de 2006 (ano em que se registaram 291 espectáculos) e os 2085 toiros no ano 2000 (num total de 384 espectáculos). E se atentarmos nas variações das exportações de toiros lusitanos para França e Espanha então teremos uma situação muito mais complicada para os nossos ganadeiros pois do «boom» dos anos de 1997 e 1998 (784 e 627 reses exportadas, respectivamente) e os problemas com a língua azul  em 1999 e 2000 em que quas enão se lidaram reses portuguesas no estrangeiro, tudo se encaminhava para a recuperação do mercado como o demonstram os número de 207 e 2008 (405 e 340 reses exportadas). Mas a crise económica e financeira e a falta de apoios camarários em muitas praças de 2ª e de 3ª, fizeram diminuir drasticamente esses números que, em 2011, foram de apneas 112 reses lidadas em Espanha e em França.

 

 

Figura 1 – Toiros Lidados (Fonte: APCTL)

 

A balança entre Espanha e Portugal pende nestes dois últimos anos nitidamente a favor dos espanhóis que têm em Portugal um mercado de menor exigência e para ondem vendem «ao preço da carne», ou seja, ao desbarato, as reses que em Espanha nunca conseguiriam lidar. O mercado livre e a concorrência assim o permitem. Mas também é verdade que se analisarmos os dados de 2005 a 2011, somos claramente superavitários no negócio com 1260 toiros.

 

Figura 2 – Variação das exportações (Fonte: APCTL)

 

Em termos gerais, e de acordo com os dados estatísticos compilados pela APCTL, lidaram-se 80 reses portuguesas em Espanha, distribuídas por 14 corridas picadas, 2 novilhadas e 2 espectáculos de recortadores e 32 em França, em 4 corridas e 3 novilhadas, enquanto que em Portugal se lidaram 170 reses espanholas. Ainda quanto a ganadarias em actividade em Portugal, nestes 284 espectáculos, 81 ganadarias eram associadas na APCTL, 18 não associadas e 28 ganadarias espanholas. No estrangeiro os toiros portugueses foram de 12 ganadarias associadas.

 

E das ganadarias portuguesas, aquela que mais lidou foi a de Palha com um total de 74 reses, seguida de perto pela de Passanha com 67, as de Murteira Grave e Varela Crujo Herdeiros ambas com 46 reses lidadas. Depois, Sesmarias Velhas do Guadiana (44), Couto Fornilhos (41), Pinto Barreiros e São Marcos (39), Herds. De Alberto Cunhal Patricio (38), Ortigão Costa e Carlos Falé Filipe (36), Santa Marias (35), Luis Rocha , Manuel Assunção Coimbra e Herdeiros de Conde Cabral (34), a açoriana de Rego Botelho (31), Guiomar Cortes Moura (26) e com 25 as de José Samuel Pereira Lupi, Rio Frio, Francisco Romão Tenório e José Luis Vasconcellos S. Andrade.

 

Outro dado interessante se pode extrair destas estatísticas da APCTL, nomeadamente no que se refere às assistências de público considerado o total dos espectáculos ou apenas as corridas de toiros, sendo que nestas crescem substancialmente as médias (em cerca de 380 espectadores mais). Também se nota uma estabilização da média de espectadores em torno aos dois mil duzentos e vinte, apesar da diminuição de 26 espectáculos em relação ao ano anterior.

 

 

Figura 3 – Total de espectáculos em Portugal (Fonte; APCTL)

 

Figura 4 – Corridas de Toiros em Portugal (Fonte: APCTL)

 

Se olharmos para um mapa de Portugal, teremos de assinalar mais de 120 localidades (mais propriamente 124) como aquelas em que se realizaram espectáculos tauromáquicos em 2011. Do Nordeste Transmontano ao Algarve, do litoral ao interior e às Ilhas dos Açores, os 284 espectáculos de 2011 mostraram toda a transversalidade e universalidade da Festa Brava, mais de 630 mil espectadores assistentes em praça!

 

 

TERCEIRA, AÇORES - II FORUM MUNDIAL DE CULTURA TAURINA, DE 25 A 28 DE JANEIRO

03.01.12 | António Lúcio / Barreira de Sombra

 

Este é o primeiro grande acontecimento taurino e cultural do ano e tem por cenário, uma vez mais, a ilha Terceira nos Açores. O programa resumido é o que apresentamos de seguida.

 

PROGRAMA - II FORUM MUNDIAL DA CULTURA TAURINA – Ilha Terceira 2012

 

Dia 25 de Janeiro - Viagens e Recepção aos convidados e participantes.

 

Dia 26 de Janeiro – Trabalhos no Centro Cultural e de Congressos de Angra do Heroísmo.

- 09,30 horas - Sessão de Abertura;

- 10,30 horas - Mesa Redonda – Informação Taurina no Mundo;

- 12,30 horas - Conferência “Intelectuais que escreveram sobre Toiros” – Professor Catedrático Alejandro Pizarroso;

- 14,00 horas - Almoço;

- 16,00 horas - Mesa Redonda - Internet e Aficionados;

- 18,00 horas - Projecção de filme;

- 19,30 horas - Final dos trabalhos;

- 20,30 horas - Jantar – Lawn Tennis Club;

 

Día 27 de Janeiro – Trabalhos no Auditório do Ramo Grande – Praia da Vitória.

- 10,00 horas - Conferência “Obra Jornalística de Sãnchez Mejías” - Juan Carlos Gil;

- 11,30 horas - Mesa Redonda – Toureiros / Ganaderos Comentadores de Corridas;

- 13,30 horas - Almoço – Academia da Juventude da Ilha Terceira;

- 15,30 horas - Mesa Redonda - Linguagem e Mensagem da Informação Taurina no Séc. XXI;

- 17,30 horas - Conferência “Situação dos Toiros no Equador” - Santiago Aguilar;

- 19,30 horas - Final dos Trabalhos;

- 20,30 horas - Jantar no Clube de Golfe da Ilha Terceira;

 

Día 28 de Janeiro – Trabalhos no Centro Cultural e de Congressos de Angra do Heroísmo.

- 09,30 horas - Mesa Redonda - Marketing e Promoção;

- 11,30 horas - Mesa Redonda – Artistas e Tauromaquia;

- 13,30 horas - Sessão de Encerramento;

- 14,30 horas - Almoço Regional – Casa do Povo da Ribeirinha;

- 17,30 horas - Tenta Pública – Praça de Toiros Ilha Terceira.

Pág. 3/3