Saltar para: Posts [1], Pesquisa [2]

BARREIRA DE SOMBRA

Desde 13.06.1987 ao serviço da Festa Brava

BARREIRA DE SOMBRA

Desde 13.06.1987 ao serviço da Festa Brava

MAIO MÊS DA CULTURA TAUROMÁQUICA EM AZAMBUJA

22.04.10 | António Lúcio / Barreira de Sombra

 

Maio é o mês da Cultura Tauromáquica na Vila Azambuja. A 12ª edição do evento organizado pelo Município de Azambuja tem início no dia 8 de Maio, com a Missa Flamenca, na Igreja Matriz, pelas 17 horas.

 

O programa de actividades é diversificado e prolonga-se até ao dia 30 de Maio: exposições de pintura e escultura dedicadas à festa brava, Workshop de escultura, Noites no Museu, onde a tauromaquia estará no centro das conversas e Espectáculo de Flamenco.

No que diz respeito às actividades taurinas, destaque para a Novilhada Mista, no dia 15 de Maio, pelas 16 horas, na Praça de Toiros de Azambuja e para a Tradicional Corrida de Toiros à Portuguesa, no dia 30 de Maio, pelas 17 horas.

Na Várzea do Valverde, nos dias 21 e 22 de Maio, a partir das 22 horas, haverá Largada de Toiros na manga da picaria, que serão recolhidos a cavalo. Destaque também para o Desfile de Campinos, Jogos de Cabrestos, Cavaleiros e Amazonas, no dia 22, pelas 09h30, nas Ruas da Vila.

 

De 8 a 30 de Maio, Azambuja mostra o Ribatejo no seu melhor. Entre na festa.

 

Programa

 

08MAIO

17h00 Igreja Matriz de Azambuja

Missa Flamenca / Irmandade de Puebla Del Rio

18h30 Inauguração de Exposições

Galeria Municipal Maria Cristina Correia

 

08Maio › 08JulhO — Tauro Escultura / Escultura

 

08Maio › 12Junho — «Momentos» / Fotografia

Galeria da Biblioteca Municipal de Azambuja

 

08Maio › 12Junho — Figurações / Exposição monográfica de Dinis Salgado

Espaço Multiusos do Centro Cultural ‑ Páteo Valverde

 

08Maio › 08Julho — Capotes em Cartel / Exposição Colectiva

22h00 Poisada do Campino

Espectáculo de Flamenco / Irmandade de Puebla del Rio e Sevilhanas

da Escola de Dança de Azambuja

 

10 › 20MAIO

Jardim Urbano de Azambuja

Workshop de Escultura

 

12MAIO

21h30 Museu Municipal Sebastião Mateus Arenque

Noites no Museu… «Musealogando»

Tema: «Figuras com Memória e Construção da H istória»

 

13MAIO

21h30 Museu Municipal Sebastião Mateus Arenque

Noites no Museu… «Musealogando»

Tema: «Bastidores»

 

15MAIO

16h00 Praça de Toiros de Azambuja

Novilhada Mista / oportunidade aos jovens Toureiros

18h00Pavilhão Municipal de Azambuja

Final do II Torneio de FUTSAL Inter – Tertúlias

21H00 Praça de Toiros de Azambuja

Entrega de Prémios

21h30 Praça de Toiros de Azambuja

TORNEIO FUT – TOIRO

 

19MAIO

21h30 Museu Municipal Sebastião Mateus Arenque

Noites no Museu… «Musealogando»

Tema: «Tertuliando»

 

20MAIO

21h30 Museu Municipal Sebastião Mateus Arenque

Noites no Museu… «Musealogando»

Tema: «Olhares»

 

21MAIO

22h00 Várzea do Valverde

Largada de Toiros na manga da picaria, recolhidos a cavalo

 

22MAIO

09h30 Ruas da Vila

Desfile de Campinos, Jogos de Cabrestos, Cavaleiros e Amazonas

11h00 Várzea do Valverde

Picaria – Campinos e Amadores

14h30 Várzea do Valverde

Condução de Jogos de Cabrestos e Condução de Cabresto

15h30 Várzea do Valverde

Derriba, Toureio a Campo

16h30 Várzea do Valverde

Pega de 2 Vacas pelo Grupo de Forcados Amadores de Azambuja

17h00 Jardim Urbano de Azambuja

Inauguração de Esculturas

19h15 Várzea do Valverde

Horseball – VI Jornada do Campeonato 2.ª Divisão Trophy

22h00 Várzea do Valverde

Largada de Toiros na manga da picaria, recolhidos a cavalo

 

23MAIO

16h00 Várzea do Valverde

Horseball – VII Jornada do Campeonato 2.ª Divisão Trophy

 

30MAIO

17h00 Praça de Toiros de Azambuja

Tradicional Corrida de Toiros à Portuguesa

 

II ENCONTRO DE ESCUELAS TAURINAS EM AGUASCALIENTES NO MÉXICO

22.04.10 | António Lúcio / Barreira de Sombra

No próximo mês de Maio, entre os dias 3 a 9, irá realizar-se o II Encontro de Escuelas Taurinas em Aguascalientes no México, onde participarão distintas escolas e academias taurinas, nomeadamente de Espanha, França, Portugal, Peru e México.

 

Integrado na celebração deste evento com carácter mundial, será realizado um protocolo entre a Fundação João Alberto Faria e a Tertúlia O Piriquita, com o Ayuntamiento de Aguascalientes, no intuito de desenvolver diversas actividades, promovendo a partilha e o intercâmbio da cultura taurina, nunca esquecendo o principal objectivo, divulgar e confirmar a presença da tauromaquia portuguesa.

 

O novilheiro português que irá pisar território taurino mexicano será Paco Velásquez, aluno da escola taurina de Sevilha.

Indicado pela Fundação João Alberto Faria e a Tertúlia O Piriquita, terá a oportunidade de tourear em Aguascalientes, e revelar as suas potencialidades.

X ROMARIA A CAVALO MOITA - VIANA DO ALENTEJO

22.04.10 | António Lúcio / Barreira de Sombra

Foi uma vez mais em ambiente de festa e convívio que, às 10:00h, de anteontem, dia 21 de Abril, 184 romeiros e 204 cavalos partiram da vila da Moita rumo a Viana do Alentejo, em mais uma edição da Romaria a Cavalo Moita – Viana do Alentejo. Pelo caminho, feito através de quintas e caminhos de terra batida, irão juntar-se, como habitualmente, muitos mais romeiros estando prevista a sua chegada a Viana do Alentejo, às 18:00h, do dia 24 de Abril.

A Romaria a Cavalo Moita – Viana do Alentejo, dinamizada por uma Comissão Organizadora composta pela Associação dos Romeiros da Tradição Moitense, pela Associação Equestre de Viana do Alentejo e pelas Câmaras Municipais da Moita e de Viana do Alentejo, retoma uma tradição comum aos dois concelhos que data do século passado e que consistia na deslocação de lavradores do Município da Moita ao Santuário de Nossa Sr.ª D’Aires, em Setembro, para que os seus animais fossem benzidos durante a procissão em honra de Nossa Sr.ª D’Aires, padroeira dos animais, e para pedir ainda boas colheitas.

 

Percurso da X Romaria a Cavalo Moita – Viana do Alentejo:

 

21 de Abril

8:00h – Concentração no terreno anexo ao Pavilhão Municipal de Exposições, na Moita;

9:00h – Bênção da imagem de Nossa Senhora da Boa Viagem junto à Igreja Paroquial da Moita

9:30h – Partida da Romaria

12:30h – Almoço (Valdera)

15:00h – Reinício da Romaria

18:00h – Chegada ao local da pernoita (Poceirão)

22 de Abril

8:00h – Alvorada

9:00h – Partida

12:30h – Almoço (Quinta do Sousa – propriedade junto à Landeira)

16:00h – Reinício da Romaria

18:00h – Chegada ao local da pernoita (Casebres)

23 de Abril

8:00h – Alvorada

9:00h – Partida

12:30h – Almoço (Monte do Gardial – Barrancão – Alcácer do Sal)

17:30h – Chegada ao local da pernoita (São Cristóvão)

21:00h – Entrega de lembranças a todos os romeiros devidamente inscritos e animação

24 de Abril

7:30h – Alvorada

8:30h – Partida

12:30h – Almoço (São Brás do Regedouro)

15:30h – Reinício da Romaria

18:00h – Chegada a Viana do Alentejo

19:00h às 21:00h – Distribuição da ração e palha

21:30h – Jantar oferecido a todos os romeiros devidamente inscritos, na Casa do Romeiro junto ao Santuário de Nossa Sr.ª d’Aires

25 de Abril

7:30h – Alvorada

9:30h – Concentração na Praça São Luís – Viana do Alentejo

10:00h – Procissão

12:00h – Final da X Romaria Moita – Viana do Alentejo

22 DE ABRIL – RUBEN PINAR O MAIS DESTACADO DA TARDE SEVILHANA

22.04.10 | António Lúcio / Barreira de Sombra

O matador de toiros Ruben Pinar foi o autor dos momentos mais destacados da tarde de hoje, frente ao terceiro da ordem, mas malogrou o êxito pela precipitação no uso do descabelho. Uma faena de muleta emotiva, de entrega, com mérito nas séries de derechazos e de naturais, construida a pulso e com muitos bons muletazos. No que encerrou praça voltou a mostrar a sua raça e valentia, sacando bons muletazos e aguentando com mérito e valor algumas miradas do toiro.

 

Curro Díaz não teve sorte com o seu lote apesar de, em alguns momentos, ter sacado bons passes de muleta, nomeadamente no quarto da tarde.

 

Matias Tejela também não foi bafejado pela sorte e com dois toiros mansos e sempre na defensiva, esteve asseado e com pundonor na tentativa de construir faenas de muleta.

 

Os toiros de Alcurrucen, desiguais de presença, foram mansos no geral não se prestando ao luzimento dos toureiros.

SEVILHA – 21 - MANSA E DESENCASTADA CORRIDA DE EL PUERTO

22.04.10 | António Lúcio / Barreira de Sombra

Uma mansa e desencastada corrida de El Puerto rematada com dois sobreros também mansos e sem pingo de casta de Ventana del Puerto e Toros de la Plata, não permitiu o luzimento aos artistas e «infernizou» a vida de Ponce que teve de tragar com dois sobreros fora de tipo, altos e sem condições mínimas de lide, assim como a Talavante enquanto a El Cid saíu um toiro que se deixou na muleta e lhe permitiu os melhores momentos da tarde.

 

Enrique Ponce viu a presidência devolver os seus dois toiros e obrigá-lo a tragar com dois sobreros impossíveis. Esforçado e pundonoroso, tentou sacar os passes possíveis  e abandonou Sevilha completamente desiludido com o que se havia passado e que não lhe havia dado hipótese alguma de se luzir.

 

El Cid teve uma primeira faena de pouco luzimento mas no que foi segundo do seu lote conseguiu os melhores momentos da tarde com a muleta. Por ambos os pitons sacou as séries com mértio impondo-se ao toiro e matando com de boa estocada teve forte petição de orelha e deu merecida volta à arena.

 

Alejandro Talavante esteve valente e decidido de capote e com muleta, construindo duas faenas aceitáveis e cumpridoras frente a toiros que rapidamente e dada a sua condição de mansos, se puseram à defensiva e lhe dificultaram imenso a vida.