Saltar para: Posts [1], Pesquisa [2]

BARREIRA DE SOMBRA 30 ANOS (1987/2017)

Desde 13.06.1987 ao serviço da Festa Brava

BARREIRA DE SOMBRA 30 ANOS (1987/2017)

Desde 13.06.1987 ao serviço da Festa Brava

FORCADOS DE ARRUDA ENCERRAM-SE COM SEIS TOIROS EM ESPANHA

30.03.10 | barreiradesombra

Recebemos a seguinte Nota de Imprensa do Grupo de Forcados Amadores de Arruda dos Vinhos sobre a actuação em Abanilla (Múrcia):

“Exmos. Srs.

 

Pela primeira vez na sua pequena história, o Grupo de Forcados Amadores de Arruda dos Vinhos irá encerrar-se com 6 toiros, no próximo dia 25 de Abril, na localidade de Abanilla (Murcia). No cartel estarão presentes os rejoneadores Sérgio Vegas, José António Navarro Orenes e "El Cartagenero", diante de toiros de Conde de la Maza. Esta é a primeira presença dos Amadores de Arruda dos Vinhos em Espanha durante esta temporada, onde têm como objectivo entrar para a ANGF. De realçar a maneira bonita como está feito o cartaz, com uma fábulosa foto dos Amadores de Arruda, no passado ano na feira de Zamora, sendo o autor da foto, o crítico taurino António Lúcio.

 

Gratos pela atenção dispensada,

 

GRUPO DE FORCADOS AMADORES DE ARRUDA DOS VINHOS”

 

 

JOSÉ VINAGRE: UMA PEGA HISTÓRICA EM ALCOCHETE

28.03.10 | barreiradesombra

Praça de Toiros de Alcochete – 28-03-10

Director: Julio Gomes – Veterinário: Carlos Santos – Lotação: 2/3

Cartel:Luis Rouxinol, João Salgueiro, Rui Fernandes

Forcados: Amadores de Vila Franca e Alcochete

Ganadarias: Santiago Domecq (1º, 2º, 3º) e Las Monjas (4º, 5º, 6º)

 

 1Joao Salgueiro2

 34

Épica e de enorme estoicismo, com uma garra e união fora do vulgar, a pega de José Vinagre ao quarto toiro da magnífica tarde primaveril de domingo, é merecedora de ficar nos anais da tauromaquia e da forcadagem porquanto se tratou de um momento de extraordinária coragem e entrega de todos os elementos do seu grupo, os Amadores de Alcochete, frente à violência tremenda demonstrada pelo toiro. Alcochete, terra do barrete verde e das salinas e de grandes moços de forcado, viu o público, de pé, em uníssono, tributar aos forcados a maior ovação da tarde e uma das maiores a que já assisti numa pega.

 

Épica, estóica e de tremenda entrega, só possível a um forcado com “F”, como o foi José Vinagre naquele momento, frente a um toiro que derrotou com imensa violência e a consumação, à 2ª, com brilhante intervenção do 1º ajuda, é o triunfo sonante e a destacar numa tarde em que todos sentiram na pele as dificuldades dos toiros espanhóis de Santiago Domecq e Las Monjas. Pelos Amadores de Alcochete foram ainda caras Ruben Duarte e Pedro Viegas, ambos a consumarem ao segundo intento. Pelo agrupamento mais antigo em praça, os Amadores de Vila Franca, Ricardo Patusco consumou galhardamente à segunda numa dura intervenção, Flávio Henriques esteve bem a receber e a fechar-se à 1ª no terceiro da ordem, e no quinto houve problemas para concretizara pega frente a um toiro muito complicado e violento que lesionou Bruno Casquinha e Diogo Pereira, cada um com duas tentativas falahas e depois José Pedro Suspiro, a sesgo e com muita decisão consumou à 1ª.

 

Toiros com peso e idade das ganadarias de Santiago Domecq e Las Monjas saíram mansos e complicados à excepção do segundo que cumpriu, obrigaram os cavaleiros a manter despertos todos os sentidos, impondo respeito na arena e nas bancadas.

 

Luis Rouxinol teve um lote que não lhe deu muitas opções, desinteressado o primeiro e manso e de «arreões» o segundo. Cumpriu na brega criteriosa no primeiro da tarde e deixou ferragem a contento mas sem poder luzir-se ao seu melhor nível. O quarto da ordem colheu-o contra tábuas por duas vezes e o cavaleiro de Pegões cresceu na adversidade e deixou alguns curtos de boa nota.

 

Salgueiro assinou uma boa lide frente ao segundo da tarde. Bem na brega, deixando o toiro bem colocado e procurando viagens a deixar-se ver cravou bons curtos e esteve em bom plano sacando o máximo partido das investidas em lide muito aplaudida e de bom nível. No quinto da tarde teve de deixar a ferragem de forma sesgada, com algum toque à mistura, sendo obrigado a consentir bastante para cravar a ferragem.

 

Rui Fernandes cumpriu, se mais, a papeleta frente ao seu primeiro, estando correcto e esforçado na brega e na cravagem. Seria, contudo, no manso que encerrou praça que conseguiu os seus melhores momentos numa actuação francamente interessante pela brega e variadade nas sortes, encontrando toiro em todos os terrenos. Boa actuação a fechar a tarde.

 

Direcção de corrida de Júlio Gomes com muita música concedida e demasiado rigor na pega dos Amadores de Vila Franca ao quinto da ordem.

 

 

56

78

 

Fotos: 1. Luis Rouxinol; 2. João Salgueiro; 3. Rui Fernandes; 4. Ricardo Patusco (GFA V.F.Xira); 5. a 8. Sequência da pega de José Vinagre GFA Alcochete)

CORRIDA DE COMPETIÇÃO PERANTE TOIROS DE VALE SORRAIA NA PALHA BLANCO

27.03.10 | barreiradesombra

Englobado na VII Festa de Campo, da Lezíria e do Cavalo, a Centenária Praça de Toiros Palha Blanco abrirá as suas portas no próximo dia 2 de Maio pelas 16:30 horas para a realização de uma corrida de toiros à portuguesa, que servirá igualmente para iniciar as comemorações oficiais do 35º Aniversário da ABEI - Associação do Bem Estar Infantil de Vila Franca de Xira. A ABEI que é uma Instituição Particular de Solidariedade Social, sem fins lucrativos, criada em Maio de 1975 por um grupo de Pais e Cidadãos, sensíveis e vocacionados para a prevenção e resolução de problemas associados à infância, e entendeu iniciar as comemorações do seu 35º Aniversário com este acto prestigiando assim a Tauromaquia e defendendo os valores culturais do concelho onde está inserida. Após o extraordinário sucesso de um Toiro da ganadaria Vale Sorraia na Feira de Outubro de 2008, a Tauroleve tem a honra de apresentar um curro completo desta divisa histórica por ser das raras ganadarias que é composta por reses de casta portuguesa, provenientes de Norberto Pedroso, Branco Teixeira e Palha Blanco. Um curro com trapio e de apresentação singular que marcará sem dúvida o arranque da temporada. Para estar por diante dos Sorraias, a Tauroleve apostou numa terna de cavaleiros jovens. Paulo Jorge Santos, João Ribeiro Telles Jr. e João Salgueiro da Costa, compõem a terna desta tarde, que se quer de competição máxima entre três jovens que cimentam o mais alto patamar da nossa tauromaquia. Paulo Jorge Santos tem baseado a sua carreira de forma quase exclusiva no país vizinho. Com o número de actuações a rondar as trinta corridas, tem alternado e triunfado ao lado dos mais destacados rejoneadores da actualidade, entre os quais Pablo Hermozo de Mendoza. No ano passado destacou-se na Praça de Toiros do Campo Pequeno com uma lide de requinte. Cavaleiro radicado em Vila Franca de Xira tem nesta tarde de regresso às arenas portuguesas, uma oportunidade extraordinária de evidenciar as suas qualidades. João Ribeiro Telles Jr. foi um dos grandes destaques da temporada 2009. A sua irreverência e contágio para com o público têm sido uma das referências de maior destaque na nossa tauromaquia. Na passada Feira de Outubro em Vila Franca construiu uma faena fabulosa, colocando o seu cavalo Gabarito na lista dos cavalos que podem entrar para a história. Entendeu a empresa que a sua presença se deveria repetir na primeira oportunidade e assim se conta com o "Ginja" para mais uma tarde que se acredita de grande sucesso. João Salgueiro da Costa é um cavaleiro de dinastia que impõe de forma vincada a sua personalidade toureira. Possuidor de sensibilidade toureira herdada de grandes mestres, Salgueiro da Costa foi sem dúvida autor de ferros que marcaram a temporada passada. No caminho para a alternativa esta é sem duvida uma das tardes em que a competição implicará uma enorme vontade pelo triunfo. No capítulo da forcadagem, as pegas estarão a cargo dos amadores de Vila Franca e de Alcochete. Dois grupos de enormes valias e com pergaminhos na nossa tauromaquia e que tarde após tarde buscam o triunfo na arte de bem pegar toiros. Contudo a vertente taurina não ficará pela realização da corrida de dia 2. A empresa Tauroleve anuncia ainda que será realizado na Praça de Toiros Palha Blanco o desenjaulamento público dos toiros da ganadaria de Vale Sorraia no dia 1 de Maio pelas 22 horas. Um espectáculo único com o intuito que todos os aficionados possam confirmar a imponência dos toiros a lidar no dia seguinte.

 

21 DE MAIO - FESTIVAL DOS FORCADOS DO RAMO GRANDE NA MONUMENTAL DE ANGRA

26.03.10 | barreiradesombra

A exemplo de anos anteriores, o Grupo de Forcados Amadores do Ramo Grande, Ilha Terceira-Açores, leva a efeito o seu festival taurino anual, e este ano a dat escolhida foi a de sexta-feira 21 de Maio. Para além dos Forcados organizadores, está já contratado o cavaleiro praticante Marcelo Mendes que triunfou na Monumental de Angra na edição 2009 do referido festival.

Recorde-se que o GFA Ramo Grande, de que é cabo Filipe Pires, foi o vencedor do Certame de Rejoneio de Atarfe 2010.

ENCERRA COM BRILHO O CICLO DE CONFERÊNCIAS DO CAMPO PEQUENO

26.03.10 | barreiradesombra

Com exposições brilhantes dos convidados, o Matador de Toiros Mário Coelho e o Novilheiro Manuel Dias Gomes e do Moderador, Coronel José Henriques, terminou quinta-feira à noite o ciclo de conferências taurinas promovido pela empresa do Campo Pequeno, no Salão Nobre da Monumental de Lisboa.

 

A conferência, que registou elevada afluência de público, subordinou-se ao tema “Toureio a pé. A corrida Integral e os principais cânones do toureio”.

 

Mário Coelho explanou o seu conceito de toureio e o conceito de bravura do toiro, enquadrando-os nos gostos do público das décadas em que pisou as arenas como bandarilheiro e matador de toiros.

 

Manuel Dias Gomes falou do que têm sido os seus primeiros passos como novilheiro, primeiro em Portugal e, ultimamente em Espanha.

 

Por seu turno, o Coronel José Henriques traçou uma evolução histórica do combate entre homem e toiro, desde os primórdios, em que era visto como preparação para a guerra, até se tornar na forma de arte que conhecemos na actualidade.

 

A conferência foi seguida de animado debate entre os convidados e a assistência.

 

Fotos: Emilio de Jesus

TOIROS VALE SORRAIA A 2 DE MAIO EM VILA FRANCA

24.03.10 | barreiradesombra

 

PROPRIETÁRIO: Ribeiro Telles - Sociedade Agrícola, Lda

 

MORADA: Quinta da Torrinha - Biscaínho - 2100-653 Coruche

 

ENTIDADE EXPLORADORA: Ribeiro Telles - Sociedade Agrícola, Lda

 

REPRESENTANTE: David Manuel Godinho Ribeiro Telles

 

MORADA: Quinta da Torrinha - Biscaínho - 2100-653 Coruche

 

TEL: 243 724 640     TELEMÓVEL: -

FAX: 243 618 275

 

EMAIL: -

 

EXPLORAÇÃO SOLAR DO EFECTIVO: Herdade de Madeiros

 

FREGUESIA: Couço

 

CONCELHO: Coruche

MAIORAL: José Afonso e Paulo Vasco

 

PROCEDÊNCIA: Norberto Pedroso e Branco Teixeira

 

ENCASTE ACTUAL: Barreiros e Norberto Pedroso

 

ESBOÇO HISTORIOGRÁFICO

 

Ganadaria iniciada em 1947 por David Ribeiro Telles e seu irmão, com reses de Pinto Barreiros e Dr. António Silva, efectivo que, mais tarde (1964), é transferido para a divisa de David Ribeiro Telles, sendo substituído por reses de casta portuguesa, provenientes de Norberto Pedroso, Branco Teixeira e Palha Blanco.

A partir de 1970, com a designação de ganadaria “Vale Sorraia” é o efectivo substancialmente reduzido, para se revitalizar desde 1986, através de vacas “Passanha”, Ribeiro Telles e Irmãos Dias, estes procedentes de Norberto Pedroso, tal como os sementais.

JACARANDA ALBAICÍN na Fundação SOUSA PEDRO

24.03.10 | barreiradesombra

 A Cerimónia de Inauguração da Exposição Individual de Desenho e Pintura da Artista Plástica espanhola JACARANDA ALBAICÍN que, se inaugurará com um “Porto de Honra”, na próxima Quinta-Feira, dia 25 de Março de 2010, terá lugar a partir das 18.30 horas, no nosso Espaço Cultural Polivalente, na Rua Serpa Pinto, nº 10 (ao Chiado), em Lisboa.

A mostra, que reflecte bem as vivências e as preferências estéticas da pintora espanhola, ficará patente ao público até ao dia 16 de Abril de 2010, de Segunda a Sexta-Feira, das 10.00 às 13.00 e das 14.30 às 19.00 horas.

Pág. 1/3