Saltar para: Post [1], Pesquisa e Arquivos [2]

BARREIRA DE SOMBRA 30 ANOS (1987/2017)

Desde 13.06.1987 ao serviço da Festa Brava

BARREIRA DE SOMBRA 30 ANOS (1987/2017)

Desde 13.06.1987 ao serviço da Festa Brava

LOTAÇÃO ESGOTADA NA LOURINHÃ. MARCELO MENDES E ACADÉMICOS DE ELVAS VENCEM TROFÉUS EM DISPUTA

31.07.11 | António Lúcio / Barreira de Sombra

Praça de Toiros em Lourinhã – 30.07.11

Director: Manuel Jacinto – Veterinário: José Manuel Lourenço – Lotação: Esgotada

Cavaleiros: Joaquim Bastinhas, Marcos Tenório, Marcelo Mendes

Forcados: Académicos de Elvas, Alenquer, Arruda dos Vinhos

Ganadaria: Luis Sousa Cabral

 

 

Duas horas antes do início colocou-se na bilheteira a informação de Lotação Esgotada, sinal do interesse das gentes do Oeste pela Festa Brava e pelo cartel apresentado e que teve em Marcelo Mendes e nos Académicos de Elvas (forcado André Bandeiras) os vencedores dos troféus “Junta de Freguesia da Marteleira” para a melhor lide e “Câmara Municipal de Lourinhã” para a melhor pega. Um ambiente extraordinário e uma corrida de bons momentos, com o público muito participativo e entregue ao espectáculo.

 

Joaquim Bastinhas cotou-se com duas lides a cumprir pelos mínimos, com alguns bons ferros e outros de menor valia, empolgando o público com o par de bandarilhas cravado no seu primeiro.

 

Em plano ascendente e moralizado está Marcos Tenório que deixou bom ambiente e cravou alguns bons ferros em ambos os toiros, não deixando créditos por mãos alheias e rematando com palmos de violino e par de bandarilhas.

 

Marcelo Mendes assinou um bom triunfo pela excelente lide que deu ao seu segundo, medindo muito bem os tempos, os terrenos e as distâncias, para cravar ferros de muito bom nível e rematar de forma superior a sua lide com um excelente par de bandarilhas com o toiro colocado quase nos médios. Uma actuação que levantou o público das bancadas e mereceu, sem margem para dúvidas, o prémio.

 

No capítulo da forcadagem, os Académicos de Elvas venceram o prémio com a pega de André Bandeiras ao primeiro da noite, conseguida ao primeiro intento, e no segundo toiro apenas à terceira consumaram por intermédio de António Guerra. Os Amadores de Alenquer consumaram á primeira tentativa as duas pegas, por intermédio de David Vicente e Diogo Silva e os de Arruda dos Vinhos concretizaram as pegas de caras por intermédio de Fábio Correia ao primeiro intento e António Santos à segunda.

 

Cumpriram no geral os toiros de Luis Sousa Cabral, com diversos matizes e destaque para a qualidade do segundo de Marcelo Mendes e para o sobrero lidado em último lugar por Marcos Tenório.

 

Direcção acertada de Manuel Jacinto coadjuvado pelo veterinário José Manuel Lourenço.