Saltar para: Posts [1], Pesquisa [2]

BARREIRA DE SOMBRA

Desde 13.06.1987 ao serviço da Festa Brava

BARREIRA DE SOMBRA

Desde 13.06.1987 ao serviço da Festa Brava

No seguimento de conversações que decorreram na semana passada, o Apoderamento do Cavaleiro João Moura Caetano, estará a cargo de Luís Miguel Pombeiro. O Empresário de destaque no atual panorama tauromáquico que para além de estar á frente da Primeira Praça do País gere os destinos de um número elevado de outras Praças de Touros, havia levantado a ponta do véu em entrevistas recentes, afirmando que iria apoderar em 2021 mais uma Figura do Toureio a Cavalo. João Moura (...)
As Associações Taurinas reunidas na tarde de ontem, na sede da Associação de Toureiros, decidiram em Assembleia Geral reconduzir a Direção da PROTOIRO pelo período de um ano.  Os corpos sociais são os seguintes:    Mesa da Assembleia Geral Presidente : António Francisco Veiga Teixeira Vice Presidente : Manuel Calejo Pires Secretário : Pedro Pires Rosa   Direção Presidente: João Santos Andrade (APCTL) Vice-Presidentes: Nuno Pardal Ribeiro (ANDT), João Vicente Caldeira (...)
Coligação negativa entre PS e BE impediu ontem a aprovação das propostas do CDS e CHEGA para o regresso do IVA da Tauromaquia a 6%, no OE para 2021     Nas votações ocorridas na noite de ontem, no âmbito do Orçamento de Estado para 2021, apesar dos apoios de PSD, PCP, CHEGA e CDS à descida o IVA na tauromaquia, os votos de PS e BE impediram que a tauromaquia voltasse a ser taxada com um IVA de 6%, em igualdade com as restantes áreas culturais.    No seguimento da (...)
O CDS e o CHEGA apresentaram propostas de alteração do IVA aplicável aos espectáculos tauromáquicos, no Orçamento de Estado para 2021. Ambos os partidos pretendiam ver a tauromaquia novamente incluída na tabela da taxa de IVA reduzido (6%) como todas as áreas culturais, depois no orçamento de 2020, o PS e BE terem aprovado a alteração da taxa de IVA aplicada aos espectáculos tauromáquicos de 6% para 23%. A proposta 1162C do CDS foi chumbada com os votos contra de PS, BE, PAN, (...)
Nas votações que decorrem estes dias no parlamento, as propostas de alteração ao orçamento de estado formuladas pelo PAN, que pretendiam o Fim de apoios à produção de animais que se destinem à lide e à atividade tauromáquica (701C) e a Desclassificação da carne de touro de lide como DOP e interdição da sua comercialização para consumo humano (1314C). A proposta 701C foi chumbada com os seguintes votos por artigo: 1 - A partir de 2021 o Governo retira a raça brava de (...)
Vimos por este meio informar que a PROTOIRO e as associações que a constituem - Associação Portuguesa de Criadores de Toiros de Lide, Associação Nacional de Toureiros, Associação Portuguesa de Empresários Tauromáquicos, Associação Nacional de Grupos de Forcados, Associação de Tertúlias Tauromáquicas Portuguesas e a União das Misericórdias - irão estar presentes, junto com os seus associados, na Manifestação Pela Cultura, que decorre este sábado às 10h30 na Praça (...)

GRUPOS DE FORCADOS AMADORES - AS PEGAS DO ANO

É uma das artes da tauromaquia mais genuinamente portuguesa. Saltar á arena, abrir os braços, bater as palmas e fechar-se na cara do toiro… é algo de sublime quando bem executado e capaz de gerar fortes emoções quando o toiro não se entrega e reage com violência, com derrotes e mais derrotes procurando ver-se livre do forcado. Momentos que, muitas vezes fazem valer uma corrida. GRUPO DE FORCADOS CORRIDAS TOIROS Vila Franca de Xira 5 13 Santarém 4 11 Montemor 3 9 Chamusca 3 8 Lisboa 3 8

A JUVENTUDE A CAVALO E A PÉ

Mais uma vez é de realçar que, num ano como o que vivemos e nas condições em que o vivemos, tenham existido novilhadas mistas e que vieram a revelar alguns jovens de elevado potencial, nomeadamente, os dois cavaleiros amadores que vi e um novilheiro que começa a ser uma promessa firma, Filipe Martinho, da Moita.  Dois dos cavaleiros praticantes (Paco Velásques e António Telles filho) actuaram em corridas de toiros e deixaram boas notas. Contudo, e na minha modesta opinião, aqueles (...)

MATADORES DE TOIROS

Com tão poucos espectáculos realizados nesta temporada de 2020 (foram pouco mais de 45 no total), é de realçar que se tenham dado corridas mistas ou só com matadores de toiros em praças como Lisboa, Caldas da Rainha, Moita e Vila Franca, praças onde marcámos presença. Assim, a nossa lista de matadores de toiros que vimos actuar em 2020 (temos uma deslocação a Olivenza) ficou assim: MATADORES CORRIDAS TOIROS Juanito 4 7 Joaquim Ribeiro Cuqui 2 3 Nuno Casquinha 2 3 Antonio Ferrera 1 2 Ant (...)

OS OUTROS CAVALEIROS

Andrés Romero 2 3 Ana Rita 2 2 Parreirita Cigano 2 2 Miguel Moura 1 2 António Prates 1 1 Brito Paes 1 1 Filipe Gonçalves 1 1 Gilberto Filipe 1 1   Do 11º ao 19º lugares classificaram-se os cavaleiros que vimos actuar entre 2 vezes e lidar 3 reses e os que vimos actuar em apenas uma ocasião e lidar apenas um toiro ou novilho. Desta lista destacamos a cavaleira Ana Batista que aceitou o  repto de lidar toiros Murteira Grave no Campo Pequeno e na corrida comemorativa dos seus 20 anos (...)