Saltar para: Post [1], Pesquisa e Arquivos [2]

BARREIRA DE SOMBRA 30 ANOS (1987/2017)

Desde 13.06.1987 ao serviço da Festa Brava

Desde 13.06.1987 ao serviço da Festa Brava

FEIRA TAURINA DA MOITA COMEÇA HOJE - COMUNICADO DA EMPRESA TOIROS E TAUROMAQUIA

No momento em que se aproxima o início da Feira Taurina da Moita do Ribatejo, integrada nas festas em honra da nossa Senhora da Boa Viagem, a empresa Toiros&Tauromaquia solicita a divulgação do texto seguinte:

 

Agradecer aos Órgãos de Comunicação Social a divulgação que têm efectuado sobre os cartéis que foram apresentados em conferência de imprensa, bem assim como as referências abonatórias que entenderam fazer sobre a sua composição.

 

Como é do vosso conhecimento, houve entretanto que proceder à substituição do matador de toiros Júlio Aparício, em virtude de o mesmo ter decidido suspender a temporada, devido a problemas de saúde, ainda relacionados com a grave colhida que sofreu esta época. A entrada de Curro Diaz para o seu lugar, correspondeu à intenção da empresa de trazer um toureiro do mesmo corte artístico, também ele estreante em praças nacionais e num momento em que conseguiu abrir as portas das principais feiras de Espanha.

 

A empresa deseja a maior sorte aos ganaderos e a todos os artistas intervenientes, nas corridas do dia 13 ao dia 17, esperando que as suas presenças nesta importante Feira Taurina, constituam êxitos artísticos relevantes, daí resultando consequentemente um prestígio para esta praça e para a festa em Portugal.

 

Finalmente, em relação às declarações proferidas esta semana pelo novilheiro João Augusto Moura ao “Jornal Farpas” e sem qualquer intuito de polémica, queremos informar que aquele artista foi contactado pela empresa para a possibilidade de o incluir nos cartéis, quando estes ainda estavam a ser elaborados, mas não fez com o toureiro nenhum compromisso informal ou escrito, pelo que carecem de fundamento as afirmações que fez, dizendo que …”estava contratado e caiu do cartel do dia 13”…

Mais esclarece a empresa – ainda em função das afirmações proferidas – que nunca fez incluir nas suas organizações toureiros sem o pagamento da respectiva remuneração e muito menos ainda com um suporte publicitário incluído.

João Augusto Moura nunca foi contratado, não tem nenhum contrato assinado, para a Feira de 2010, por razões que só interessam à empresa, pelo que as suas declarações àquele jornal, buscam, infelizmente, um protagonismo sem razão de ser.

Reafirmamos que carecem assim de verdade as afirmações proferidas e, por nós, o assunto está encerrado.

Concretamente, Nuno Velasquez foi posto nos cartéis, fundamentalmente pelo seu valor artístico, mas também pelo facto de ser um toureiro da terra, circunstancia aliás que está inscrita no próprio caderno de encargos que assumimos, ao sugerir que a empresa adjudicatária deveria, quando possível, apoiar os artistas locais.

 

Está Nuno Velasquez, está Luís Procuna, está Manuel Lupi, estão os forcados Amadores e do Aposento da Moita, porque esta é a nossa politica empresarial e dela não abdicamos.

 

Na Feira Taurina da Moita, a praça Daniel do Nascimento espera pela aficion portuguesa.

Mais sobre mim

foto do autor

Sigam-me