Saltar para: Post [1], Pesquisa e Arquivos [2]

BARREIRA DE SOMBRA 30 ANOS (1987/2017)

Desde 13.06.1987 ao serviço da Festa Brava

Desde 13.06.1987 ao serviço da Festa Brava

EM CALDAS DA RAINHA CUMPRIU-SE A TRADIÇÃO. BOA PRESTAÇÃO DOS MOÇOS DE FORCADO

Cumpriu-se a 128ª corrida do 15 de Agosto em Caldas, com uma boa presença de público. Se bem que os toiros de Manuel Coimbra não ajudaram os cavaleiros, denotando mansidão e colocando problemas, os moços de forcado de ambos os Grupos cotaram-se com algumas belas e rijas pegas de caras com destaque para a de Manuel Roque Lopes ao quinto da ordem, suportando alguns derrotes fortes. Rouxinol cotou-se com duas boas actuações, Ana Batista esteve exceelnte frente ao seu primeiro e Salgueiro da Costa marcou pontos apenas nos ferros finais da sexta lide.

 

Luis Rouxinol rubricou duas boas actuações acima de tudo pela forma como deu a volta aos seus dois oponentes. Muito bem a castigar o primeiro com os compridos, destacar-se-ía nos curtos do segundo do seu lote. Uma lide bem medida, com bons ferros e boa brega, deixando o toiro bem colocado e rematando com os já habituais de violino, palmo e par de bandarilhas.

 

Ana Batista esteve excelente na brega e na cravagem da ferragem no seu primeiro. Serena nas preparações, com nível e maturidade na cravagem, deixou dois curtos de muito nível, segundo e quarto, entrando bem de frente e pisando terrenos de compromisso. No que foi quinto da tarde, não esteve tão feliz, cumprindo contudo na cravagem da ferragem da ordem.

 

Salgueiro da Costa, menos rodado, sentiu mais as dificuldades que os toiros lhe colocaram. Dois curtos de bom nível em cada um dos toiros, foram o seu melhor, sendo que a lide ao sexto foi em crescendo e a terminar em bom plano.

 

Amadores de Santarém e de Caldas da Rainha proporcionaram uma boa tarde de pegas de caras, com algumas delas de muito mérito. Por Santarém abriu praça Luis Sepulveda que consumou com facilidade à primeira; seguiu-se António Imaginário, muito seguro e também à primeira, como sucederia com Manuel Roque Lopes na pega da tarde, suportando alguns fortes derrotes mas bem fechado na córnea no toiro. A pegar em casa, o Grupo das Caldas abriu com Francisco Rebelo de Andrade numa vistosa cara à segunda, com Óscar Carvalho a concretizar a segunda pega de caras ao primeiro intento e Mário Cardeira numa bela pega de caras à primeira.

 

A direcção da corrida esteve a cargo de Manuel Jacinto e do veterinário Jorge Moreira da Silva.

Mais sobre mim

foto do autor

Sigam-me